Facebook remove (acidentalmente) página oficial de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa

O Facebook apagou a página de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa. O município passou um mês a apelar à rede social para repor a página.

“Recebemos uma mensagem no Facebook e também percebemos que estava desaparecida”, disse Benoît Kieffer, autarca de Ville de Bitche, em declarações à CNN. “No início, perguntamo-nos se houve um problema técnico. Porém, com o passar do tempo, pode ser considerada uma censura real”.

A cidade, que tem cerca de 5.100 habitantes, criou uma nova página no Facebook chamada Mairie 57230, baseada no seu código postal.

“O nome da nossa cidade parece ter sido mal interpretado”, afirmou Kieffer, em comunicado.

A página foi restabelecida esta terça-feira, com um pedido de desculpas pessoal do presidente do Facebook de França.

Embora o Facebook não tenha especificado um motivo para o bloqueio, a cidade assumiu que o culpado tivesse sido o algoritmo anglófono do Facebook. “Uma hipótese, presumimos que a nossa página migrou para um servidor anglo-saxão que criou moderações e algoritmos que removem conteúdo ilegal e problemático”, escreveu o autarca.

“Podemos ficar felizes que as redes sociais assumam a responsabilidade, que removam conteúdo ilegal e problemático”, disse ainda Kieffer. “Mas o outro problema é considerar que o olhar humano tem a vantagem sobre a inteligência artificial.”

No seu site, o Facebook afirma que os nomes das páginas devem ser precisos e não podem conter frases que possam “ser abusivas”.

A palavra inglesa “bitch” é normalmente usava de forma pejorativa usada para uma ofender uma pessoa.

Por outro lado, essa hipótese não explica por que, noutros lugares, o Facebook permite o aparecimento da palavra, como é o caso, por exemplo, da publicação feminista Bitch Media.

Contactado pelo Gizmodo, o Facebook confirmou a remoção acidental, culpando uma “análise incorreta pelos nossos sistemas” e disse que o Facebook França entrou em contacto com Ville de Bitche.

Ville de Bitche, localizada na fronteira entre França e a Alemanha, resistiu a diversos conflitos, incluindo um cerco por austríacos na Guerra dos Cem Dias e, mais tarde, a ocupação nazi.

Outra cidade próxima chamada Rohrbach-lès-Bitche tomou medidas preventivas e rebatizou a sua página para Ville de Rohrbach em 12 de abril.

“Por precaução, para que a nossa página não seja suspensa, já que pode durar várias semanas ou mesmo meses, preferimos evitar qualquer problema e remover Les-Bitche junto a Rohrbach, obviamente temporariamente, até que este mal-entendido com o Facebook possa ser resolvido”, disse o autarca Vincent Seitlinger, em declarações à Rádio Mélodie. “Acho deplorável ver que hoje uma empresa como o Facebook pode facilmente suspender páginas que são regulares e oficiais.”

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A censura é feita por uma armada de gente nem sempre culta, pelos vistos 🙂
    Ou, temos que dar Vivas! ao algoritmo?
    Facebook meta agua até afundar.

RESPONDER

Avião da TAP retido na Venezuela regressa a Lisboa hoje

O avião da TAP que ficou retido na Venezuela por causa de uma carga de cocaína regressa nesta quinta-feira a Lisboa, assim como a tripulação, disse à agência Lusa fonte oficial da empresa aérea portuguesa. Segundo …

Marcelo convida Ramalho Eanes para presidir comemorações dos 50 anos do 25 de Abril

O presidente da República em funções, Marcelo Rebelo de Sousa, convidou o ex-presidente da República Ramalho Eanes para presidir as comemorações dos 50 anos do 25 de Abril. O convite dirigido ao general Ramalho Eanes, um …

Vacinas contra a covid-19 para menores de 16 anos podem ser aprovadas em breve

Vacinas contra a covid-19 para menores de 16 anos podem ser aprovadas em breve. Contudo, os especialistas têm dúvidas em relação à necessidade de vacinar os mais jovens. Atualmente há apenas uma vacina contra a covid-19, …

Netanyahu não conseguiu formar Governo em Israel. Segue-se Lapid

Esta quarta-feira, Reuven Rivlin, Presidente de Israel, chamou Yair Lapid, líder do partido Yesh Atid, para lhe entregar a responsabilidade de formar um Governo que consiga o apoio do Knesset (Parlamento). O partido de Yair Lapid, …

Almofada de prevenção contra a pandemia. Câmara de Lisboa quer pedir 20 milhões à banca

A Câmara Municipal de Lisboa quer contrair um empréstimo de 20 milhões de euros junto do BPI, uma almofada de prevenção para fazer face às despesas correntes emergentes do combate à pandemia de covid-19. O Público …

Resort Zmar

BES, falência e um fundo abutre. Resort Zmar "deve 60 milhões de euros ao Estado"

Os proprietários das casas privadas do empreendimento turístico Zmar, na Zambujeira do Mar, em Odemira, continuam a protestar contra o alojamento de imigrantes por causa da covid-19. Isto numa altura em que se revela que …

Há estranhas rádios-fantasma na Rússia (e exploradores entraram numa delas)

Aos 14 anos, um jovem comprou um rádio de ondas curtas e estava a testá-lo quando encontrou a transmissão errada - uma rádio fantasma. Imagine que é um entusiasta da rádio, sozinho à noite, a trabalhar …

Deputado do Bloco acusado de violência doméstica avança com queixa em tribunal

Catarina Alves, ex-namorada do deputado Luís Monteiro, acusa-o de violência doméstica. O bloquista nega as acusações e diz que vai apresentar queixa no tribunal. Luís Monteiro vai apresentar queixa contra a ex-namorada que o acusou de …

Gestão do Novo Banco vai receber bónus de 3,9 milhões em 2022

A equipa de administração do Novo Banco tem à sua espera um bónus de 3,9 milhões de euros no próximo ano. O banco registou prejuízos de 1.329 milhões de euros no ano passado. O Novo Banco …

Ainda não há planos para vacinar voluntários com AstraZeneca e J&J (nem dados sobre combinação de vacinas)

A vacinação de voluntários com menos de 60 ou 50 anos que aceitem receber as vacinas da AstraZeneca ou da Johnson & Johnson ainda não tem planos ou datas para arrancar. A Comissão de vacinação …