Victor Vescovo diz que chegou ao ponto mais profundo dos oceanos. James Cameron não concorda

James Cameron levantou dúvidas sobre as recentes declarações de Victor Vescovo sobre ter quebrado o recorde do mergulho mais profundo no oceano, dizendo que o empresário não pode ter descido mais, uma vez que não havia mais nenhum ponto mais profundo a alcançar.

O diretor de Hollywood de 65 anos tornou-se o primeiro a realizar um mergulho a solo no fundo da Fossa das Marianas em 2012, como parte do Deepsea Challenge. Cameron passou mais de duas horas e meia a descer a trincheira, no Oceano Pacífico, chegando ao fundo do mar – a uma profundidade de 10.907 quilómetros – em 26 de março. Este foi o mergulho tripulado mais profundo alguma vez realizado.

Mas, em maio, Vescovo, de 53 anos, anunciou que ainda tinha chegado a um ponto mais profundo, quebrando a o recorde de Cameron. O explorador disse que desceu 10.927 quilómetros na Fossa das Marianas. O recorde está agora a ser contestado.

“Levantei a minha mão quando vi que começou a tornar-se uma questão de facto público sem disucssão nos media ou na comunidade científica”, disse Cameron à Newsweek. “Mas o que o grupo de Vescovo relatou e o que testemunhei em 2012, são duas coisas diferentes. Ele disse que encontrou um buraco mais profundo no fundo do oceano. Eu digo que é plano lá embaixo, é possível mergulhar mais”.

Antes de mergulhar, Vescovo e Cameron tinham entrado em contato – o diretor tinha-lhe oferecido ajuda e conselhos, e muitos da equipa do Deepsea Challenger que trabalhava com Cameron também estavam envolvidos no projeto de Vescovo.

Ele era muito generoso com o seu tempo, explicando onde mergulhou, ajudou-me a obter mapas da área de mergulho”, disse Vescovo na época. “Pensou muito que deveríamos visitá-lo para o benefício da ciência, assim fizemos. Estou extremamente grato pela sua expedição a mostrar-nos tecnicamente o que funcionou bem e o que precisava de ser aprimorado, e ajudou-nos a impulsionar a exploração do oceano profundo de uma maneira muito colaborativa e de maneira solidária “.

Cameron disse que a sua motivação para ir à Fossa das Marianas não era quebrar recordes, mas construir um submersível e ver algumas das partes mais profundas do oceano. Os registos, disse ele, não estavam na vanguarda da sua mente. Cameron diz que, em vez disso, sentiu que partilhou o recorde com Don Walsh e Jacques Picard, que mergulharam no Challenger Deep em 1960.

Durante a sua viagem, Cameron passou cerca de três horas a explorar a região, a recolher amostras e vídeos, além de mapear a área.

“O que observei lá em baixo foi uma planície plana que não se desviava mais do que um metro para cima ou para baixo em quase dois quilômetros de busca horizontal. Os meus colegas da Instituição Oceanográfica de Woods Hole (WHOI) viram a mesma coisa em 2009 quando mergulharam com o veículo operado remotamente pela Nereus. De facto, logo depois de pousar, vi a pista no sedimento deixado por Nereus, estava exatamente onde exploraram”.

Cameron e investigadores do WHOI dizem que a diferença entre a profundidade registrada pelo Deepsea Challenger e o submersível de Vescovo está relacionada com a tecnologia utilizada. Medir a profundidade do oceano não é tão simples como medir a distância em terra.

“Não existe GPS subaquático. Pode-se usar ondas sonoras mas, em profundidades, o sonar tem uma margem de erro de mais ou menos 20 metros, principalmente devido aos pulsos de som que penetram no fundo e criam uma leitura falsa. Vescovo pode ter confiado demais no seu sonar”. Muitas coisas podem afetar as medições realizadas, incluindo alterações na temperatura e na salinidade da água.

Cameron diz que acredita que Vescovo fez as melhores medições com o equipamento que pôde – mas chegar à superfície e afirmar que quebrou o recorde de mergulho mais profundo era impreciso.

Cameron e investigadores do WHOI acreditam que o foco em quebrar recordes está a prejudicar a investigação em alto mar. Mais de 80% do oceano é “não mapeado, não observado e inexplorado”, diz a NOAA.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Julgo que por regra, o ponto (.) é funciona como separador de milhares, pelo que o correto será 10,907 quilómetros ou então 10.907 metros.

RESPONDER

O titanossauro mais antigo do mundo foi descoberto na Patagónia

Ninjatitan zapatai viveu há aproximadamente 140 milhões de anos, no início do Cretáceo, na atual Patagónia, na Argentina. Segundo os cientistas, o novo espécime fóssil de tiranossauro pode ser o mais antigo do mundo. Com cerca …

Volvo prepara mudança estratégica e apresenta o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge

A marca de automóveis sueca apresentou o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge. O modelo representa mais um passo no caminho para a eletrificação total da Volvo, já que esta semana a marca …

Benfica 2-0 Estoril | Águia carimba presença na final

O Benfica venceu o Estoril Praia por 2-0, no Estádio da Luz, e apurou-se para a final da Taça de Portugal, a segunda consecutiva do emblema “encarnado”. Os comandados de Jorge Jesus confirmaram a superioridade …

Um reator nuclear pode ajudar a resolver o mistério do desaparecimento de Amelia Earhart

Uma equipa de investigadores da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, vai submeter uma folha de alumínio velha e gasta a um feixe de partículas do coração de um reator nuclear na esperança de …

Musk quer criar uma nova cidade no local de lançamento da SpaceX. Vai chamar-se Starbase

O empresário norte-americano Elon Musk está a tentar criar uma nova cidade chamada Starbase nas instalações de lançamento da SpaceX no Texas, nos Estados Unidos. As instalações da SpaceX no Texas estão localizadas em Boca Chica …

Chatbots: A tecnologia que "ressuscita" os mortos é cada vez mais uma realidade

Foi recentemente revelado que em 2017 a Microsoft patenteou um chatbot que, se construído, ressuscitaria digitalmente os mortos. Usando Inteligência Artificial e machine learning, o chatbot proposto traria o nosso ente querido de volta à …

Casal acertou no jackpot de 210 milhões de euros do Euromilhões (mas não registou o boletim)

Dois jovens britânicos pensaram que tinham ganho 182 milhões de libras (cerca de 210 milhões de euros), mas afinal o boletim não tinha sido registado por falta de dinheiro na conta online. Rachel Kennedy, de 19 …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Mulheres portuguesas trabalham mais uma hora e 13 minutos que os homens

As mulheres portuguesas trabalham em cada dia útil mais uma hora e 13 minutos do que os homens, entre trabalho pago e não pago, continuando a ter maior dificuldade em conciliar a profissão com a …

Três sismos acima de 7 na escala de Richter abalam a Nova Zelândia. Autoridades alertam para tsunami

A costa nordeste da Nova Zelândia foi esta quinta feira atingida por três sismos de magnitude acima de 7 na escala de Richter. A proteção civil emitiu um alerta de tsunami após o primeiro terramoto, …