Victor Vescovo diz que chegou ao ponto mais profundo dos oceanos. James Cameron não concorda

James Cameron levantou dúvidas sobre as recentes declarações de Victor Vescovo sobre ter quebrado o recorde do mergulho mais profundo no oceano, dizendo que o empresário não pode ter descido mais, uma vez que não havia mais nenhum ponto mais profundo a alcançar.

O diretor de Hollywood de 65 anos tornou-se o primeiro a realizar um mergulho a solo no fundo da Fossa das Marianas em 2012, como parte do Deepsea Challenge. Cameron passou mais de duas horas e meia a descer a trincheira, no Oceano Pacífico, chegando ao fundo do mar – a uma profundidade de 10.907 quilómetros – em 26 de março. Este foi o mergulho tripulado mais profundo alguma vez realizado.

Mas, em maio, Vescovo, de 53 anos, anunciou que ainda tinha chegado a um ponto mais profundo, quebrando a o recorde de Cameron. O explorador disse que desceu 10.927 quilómetros na Fossa das Marianas. O recorde está agora a ser contestado.

“Levantei a minha mão quando vi que começou a tornar-se uma questão de facto público sem disucssão nos media ou na comunidade científica”, disse Cameron à Newsweek. “Mas o que o grupo de Vescovo relatou e o que testemunhei em 2012, são duas coisas diferentes. Ele disse que encontrou um buraco mais profundo no fundo do oceano. Eu digo que é plano lá embaixo, é possível mergulhar mais”.

Antes de mergulhar, Vescovo e Cameron tinham entrado em contato – o diretor tinha-lhe oferecido ajuda e conselhos, e muitos da equipa do Deepsea Challenger que trabalhava com Cameron também estavam envolvidos no projeto de Vescovo.

Ele era muito generoso com o seu tempo, explicando onde mergulhou, ajudou-me a obter mapas da área de mergulho”, disse Vescovo na época. “Pensou muito que deveríamos visitá-lo para o benefício da ciência, assim fizemos. Estou extremamente grato pela sua expedição a mostrar-nos tecnicamente o que funcionou bem e o que precisava de ser aprimorado, e ajudou-nos a impulsionar a exploração do oceano profundo de uma maneira muito colaborativa e de maneira solidária “.

Cameron disse que a sua motivação para ir à Fossa das Marianas não era quebrar recordes, mas construir um submersível e ver algumas das partes mais profundas do oceano. Os registos, disse ele, não estavam na vanguarda da sua mente. Cameron diz que, em vez disso, sentiu que partilhou o recorde com Don Walsh e Jacques Picard, que mergulharam no Challenger Deep em 1960.

Durante a sua viagem, Cameron passou cerca de três horas a explorar a região, a recolher amostras e vídeos, além de mapear a área.

“O que observei lá em baixo foi uma planície plana que não se desviava mais do que um metro para cima ou para baixo em quase dois quilômetros de busca horizontal. Os meus colegas da Instituição Oceanográfica de Woods Hole (WHOI) viram a mesma coisa em 2009 quando mergulharam com o veículo operado remotamente pela Nereus. De facto, logo depois de pousar, vi a pista no sedimento deixado por Nereus, estava exatamente onde exploraram”.

Cameron e investigadores do WHOI dizem que a diferença entre a profundidade registrada pelo Deepsea Challenger e o submersível de Vescovo está relacionada com a tecnologia utilizada. Medir a profundidade do oceano não é tão simples como medir a distância em terra.

“Não existe GPS subaquático. Pode-se usar ondas sonoras mas, em profundidades, o sonar tem uma margem de erro de mais ou menos 20 metros, principalmente devido aos pulsos de som que penetram no fundo e criam uma leitura falsa. Vescovo pode ter confiado demais no seu sonar”. Muitas coisas podem afetar as medições realizadas, incluindo alterações na temperatura e na salinidade da água.

Cameron diz que acredita que Vescovo fez as melhores medições com o equipamento que pôde – mas chegar à superfície e afirmar que quebrou o recorde de mergulho mais profundo era impreciso.

Cameron e investigadores do WHOI acreditam que o foco em quebrar recordes está a prejudicar a investigação em alto mar. Mais de 80% do oceano é “não mapeado, não observado e inexplorado”, diz a NOAA.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Julgo que por regra, o ponto (.) é funciona como separador de milhares, pelo que o correto será 10,907 quilómetros ou então 10.907 metros.

RESPONDER

Presidente do Chile decreta estado de emergência e diz que país está "em guerra" contra grupos de "criminosos"

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, afirmou que o país está "em guerra" contra os "criminosos" responsáveis pelos protestos violentos que causaram vítimas mortais e que levaram o Governo a decretar o estado de emergência …

Federação Nacional dos Médicos quer menos horas de trabalho em urgência

Este domingo, a Federação Nacional dos Médicos (FNAM) aprovou, em congresso, uma grelha salarial com base num horário de 35 horas, e a diminuição do trabalho em urgência de 18 para 12 horas semanais no …

Reclamação do PSD sobre contagem dos votos. Nulidade da eleição afastada

O Tribunal Constitucional começa esta segunda-feira a analisar o recurso do PSD que, na quinta-feira passada, pediu a revisão da contagem de votos dos círculos da emigração. Em causa, no protesto do PSD, está o facto …

Jesus "superstar" vence dérbi Fla-Flu, mas sonha regressar a Portugal

Por estes dias, Jorge Jesus continua o seu caminho como superstar no campeonato brasileiro de futebol: o técnico português, que comanda o Flamengo, venceu, este domingo, o dérbi frente ao Fluminense por 2-0, em jogo …

Cientistas encontraram sinais precoces de doença cardíaca em múmias com 4.000 anos

Múmias com quatro mil anos mostraram ter acumulação de colesterol nas artérias, sugerindo que as doenças cardíacas eram provavelmente mais comuns nos tempos antigos do que se pensava. Mohammad Madjid, professor assistente de medicina cardiovascular na …

Donald Trump desiste de realizar o G7 no seu clube de golfe em Miami

A decisão de Donald Trump, a braços com um processo de impeachment, de usar um dos seus resorts levantou dúvidas sobre conflito de interesses. O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, abandonou a ideia de realizar …

Costa vai a Belém apresentar secretários de Estado. Patrícia Gaspar e Antero Luís na lista

O primeiro-ministro indigitado, António Costa, vai esta segunda-feira a Belém apresentar ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, os nomes dos secretários de Estado que vão integrar o próximo Governo. O encontro, marcado para as 11 …

Chernobyl transforma-se num santuário para uma rara espécie de cavalos

Chernobyl tem sido o inesperado lar de uma espécie de cavalos em vias de extinção. Dezenas de cavalos de Przewalski foram observados em edifícios abandonados na zona radioativa da cidade ucraniana. Surpreendentemente, uma espécie de cavalos …

Sánchez desloca-se a Barcelona para “visitar agentes feridos” e lembra obrigações de Torra

O presidente do governo espanhol, em funções, Pedro Sánchez, desloca-se esta segunda-feira a Barcelona, após ter criticado o presidente do governo regional da Catalunha por não ter condenado com firmeza os atos de violência dos …

Governo de Hong Kong pede desculpas após polícia pulverizar mesquita

O Governo de Hong Kong pediu esta segunda-feira desculpas a líderes muçulmanos, depois da polícia antimotim ter pulverizado um portão da mesquita e algumas pessoas com um canhão de água, quando as autoridades tentavam dispersar …