Já se suicidaram mais veteranos norte-americanos na última década do que os que morreram na Guerra do Vietname

Ian Langsdon / EPA

“Dia D”. Comemorações oficiais dos 75 anos do desembarque na Normandia.

Entre 2008 e 2017, mais de 60.000 veteranos norte-americanos cometeram suicídio, valor que supera o número de soldados dos Estados Unidos mortos durante a Guerra do Vietname (1955-1975).

Durante o conflito armado, morreram 58.000 soldados norte-americanos.

Segundo o Military.com, os dados são do Departamento de Assuntos de Veteranos dos EUA (VA), constando estes de um relatório de setembro de 2019 que foi agora divulgado.

Apesar de a população de veteranos norte-americanos ter diminuído durante o período em causa, mais de 6.000 veteranos continuam a suicidar-se anualmente, segundo o Relatório Anual Nacional de Prevenção de Suicídios de Veteranos do mesmo organismo.

No geral, os dados mostram que a taxa de suicídios está a aumentar. Em 2017, mais de 6.100 veteranos suicidaram-se, um aumento de 2% relativamente a 2016 e um aumento total de 6% desde 2008, nota o mesmo relatório.

Em 2017, as armas de fogo foram o método utilizado para levar a cabo o suicídio em 70,7% das mortes de veteranos do sexo masculino e 43,2% das mortes do sexo feminino.

Num comunicado de imprensa que acompanhou o relatório, o secretário do VA, Robert Wilkie, considerou que a crise de suicídios entre os veteranos norte-americanos vai para lá da capacidade de resolução do VA, considerando por isso que este problema deve ser coordenado numa nova abordagem com parceiros locais, estaduais e privados.

“O VA está a trabalhar para prevenir os suicídios entre todos os veteranos, estejam estes registados nos cuidados de saúde do VA ou não (…) E foi por isso que o departamento adotou uma abordagem abrangente de saúde pública para prevenção de suicídio, usando estratégias agrupadas que implicam vários setores – comunidades religiosas, empregadores, escolas, organizações de saúde, por exemplo – para alcançar veteranos onde quer que estes vivam”.

A nova abordagem tinha como objetivo “chegar a todos os veteranos, mesmo aquelas que nunca estão connosco e não nos podem procurar”, rematou.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Alguns deles suicidavam-se mesmo que não tivessem ido à guerra. Mas com a ida à guerra é natural que tenham vindo de lá “passados dos carretos” e muitos estropiados, o que agora, com mais idade, tomam aquela decisão. Quanto às guerras sempre as houve e vai haver. Na Europa e desde 1945 para cá as coisas têm andado calmas. A UE tem contribuído muito para isso. Mas eu penso que a paz que se tem vivido nas últimas décadas, deve muito à situação de ferro e fogo que aconteceu na primeira metade do século XX.

RESPONDER

O nosso cabelo sabe o que comemos, onde moramos e quanto custou o corte

Milímetro a milímetro, o cabelo constrói um registo da nossa dieta. Como os fios de cabelo são construídos a partir de aminoácidos, preservam os traços químicos da proteína da comida que ingerimos. Os fios de cabelo …

Não foram meteoros. Uma forte atividade vulcânica arrefeceu a Terra há 13 mil anos

Porque é que a Terra arrefeceu repentinamente há 13 mil anos? Sedimentos antigos encontrados numa caverna no Texas, nos Estados Unidos, parecem ter resolvido este grande mistério. Alguns cientistas acreditam que o fenómeno que arrefeceu repentinamente …

Novo método prevê erupções solares com algumas horas de antecedência

Um novo método capaz de prever explosões solares poderia ajudar a Humanidade a preparar-se contra possíveis desastres causados por este fenómeno explosivo da nossa estrela. As erupções solares são explosões que ocorrem na superfície do Sol …

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …