Encontrados vestígios de sangue em barco de suspeito no desaparecimento de jornalista na Amazónia

(h) Polícia Federal

Operação Javari

A Polícia Federal em Manaus encontrou vestígios de sangue na embarcação do homem detido por suspeita de envolvimento no desaparecimento do jornalista britânico e de um guia indígena na Amazónia brasileira.

“Vestígios de sangue foram encontrados na embarcação de Amarildo da Costa de Oliveira, 41 anos, conhecido como ‘Pelado’, preso em flagrante, na terça-feira”, lê-se num comunicado das autoridades.

A Polícia Federal em Manaus já pediu à justiça que decrete prisão preventiva ao suspeito.

O ativista brasileiro Bruno Araújo Pereira e o jornalista britânico Dom Phillips desapareceram no domingo numa reserva indígena conhecida como Vale do Javari, na Amazónia brasileira, onde estavam a trabalhar.

O Vale do Javari é uma extensa região de rios e selva no coração da Amazónia, na fronteira com o Peru, e que abriga o maior número de indígenas isolados do mundo. A área está ameaçada pela pesca e mineração ilegal e nos últimos anos tornou-se uma rota de tráfico de drogas.

Numa nota divulgada na rede social Twitter, a embaixadora do Reino Unido no Brasil, Melanie Hopkins, indicou que o Governo Britânico está profundamente preocupado por “o jornalista britânico Dominic Phillips e o indigenista Bruno Pereira ainda não terem sido encontrados”.

“Estamos cientes de que este continua sendo um momento angustiante para suas famílias e amigos”, acrescentou.

  // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.