Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas que visam afirmar que o Chega não está apenas focado em Lisboa, onde Ventura voltou a fazer “mossa” no Parlamento, depois de ter chegado atrasado a uma reunião, onde atirou acusações aos deputados Joacine Katar Moreira e João Cotrim de Figueiredo, saindo mais cedo em protesto.

André Ventura abandonou em protesto a reunião do grupo de trabalho que procura racionalizar o número e o tipo de votos que são apresentados para deliberação em plenário da Assembleia da República. O deputado do Chega esteve presente pouco mais de 30 minutos numa reunião que durou mais de duas horas.

Mal pediu a palavra ao coordenador deste grupo de trabalho, o socialista Pedro Delgado Alves, Ventura acusou os maiores partidos de estarem “a tentar matar a política”, burocratizando um direito de apresentação de votos.

No início da reunião, o deputado do Bloco de Esquerda (BE) José Manuel Pureza apresentou dados que indicam que, na anterior legislatura (em 4 anos), subiram a plenário 886 votos. E só nesta primeira sessão legislativa (que começou em final de Outubro) já entraram 164.

BE, PS, PCP, PSD, Iniciativa Liberal e Livre defendem, assim, que é preciso acabar com “a banalização” dos votos – uma posição contestada pelo PAN e fortemente criticada pelo Chega.

Sem se referir a esses dados avançados por José Manuel Pureza, Ventura preferiu antes apontar que as maiores forças políticas já antes tinham estado “numa tentativa de silenciamento” e de “corte do direito à palavra” no início da presente legislatura. E afirmou mesmo estranhar “o posicionamento” dos outros deputados únicos neste processo de revisão do regimento, referindo-se a João Cotrim de Figueiredo (Iniciativa Libera) e a Joacine Katar Moreira (Livre).

“Ética, ética, senhor deputado”, reagiu Joacine Katar Moreira. “A senhora deputada pode não gostar dos nossos votos, pode considerá-los racistas ou extremistas, mas são os votos do Chega, e devem ser avaliados”, ripostou Ventura.

Na sua intervenção, o deputado do Chega visou sobretudo o coordenador do grupo de trabalho, o vice-presidente da bancada socialista Pedro Delgado Alves.

“O PS quer dar-nos um voto potestativo por sessão legislativa, mas o PS que tenha a coragem de assumir que nos quer dar zero. Os senhores usam o argumento que o plenário do Parlamento não tem tempo para os votos, mas que argumento delicioso. Não tem tempo?” perguntou, levantando o seu tom de voz. O que está em causa é “o local em que esses votos são apreciados, o plenário ou em comissão”, contrapôs Pedro Delgado Alves.

O deputado do PSD Pedro Rodrigues referiu-se por duas vezes em tom muito crítico ao comportamento de André Ventura. Na primeira vez, lamentou que, ao fim de meia hora de reunião, o deputado do Chega ainda não estivesse presente na sala, já que se tratava de um assunto em que directamente ele é parte interessada; e na segunda vez, pela posição que tomou Ventura em relação ao Regimento da Assembleia da República e à própria Constituição da República.

“Teria sido interessante se o professor de Direito Constitucional André Ventura tivesse ouvido a intervenção aqui proferida pelo deputado André Ventura“, comentou com ironia o deputado social-democrata.

Já longe das “batalhas” do Parlamento, André Ventura vai ser recebido, neste sábado à tarde, no Palácio da Bolsa, no Porto, pelo presidente da Associação Comercial do Porto, Nuno Botelho. Uma audiência pedida pelo próprio Ventura, como frisa Nuno Botelho em declarações ao Expresso.

Não é apenas o tecido empresarial de Lisboa que conta e que é importante e merecedor da atenção”, aponta Ventura ao semanário, notando que pretende aferir in loco “das dificuldades e dos obstáculos com que os empresários” da região “se vêem confrontados”, mas também estabelecer “uma forma de parceria” para, eventualmente, poder “fazer verter nas propostas de alteração ao Orçamento do Estado para 2020 algumas destas preocupações”.

Após o encontro no Palácio da Bolsa, André Ventura vai jantar com cerca de 400 apoiantes do Chega no Mercado Ferreira Borges.

O partido vai ter uma sede no Porto, na zona da Boavista, a partir de 1 de Fevereiro. A distrital portuense vai ser liderada pelo presidente da Associação Pediátrica Oncológica do Hospital do Hospital São João (APOHSJ), Jorge Pires, que se tem debatido pela construção da ala pediátrica daquele centro hospitalar.

“Tal como o André, sou uma pessoa de direita, defendo o valor da família como base da sociedade e sou contra o aborto e a eutanásia”, sublinha Jorge Pires ao Expresso, realçando que “o país mais conservador está fora de Lisboa, em especial no norte, e é preciso dar-lhe voz”.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

Arcebispo russo considerado "sexista do ano" morre durante reabilitação do coronavírus

O arcebispo russo Dimitry Smirnov, conhecido por fazer comentários controversos sobre mulheres, morreu aos 69 anos durante a reabilitação do coronavírus, anunciou um porta-voz da Igreja Ortodoxa Russa na quarta-feira. No início de 2020, Dimitry Smirnov foi …

Será necessária declaração para deslocações entre concelhos

O Governo esclareceu que quem precisar de se deslocar entre 30 de outubro e 3 de novembro, quando estará proibida a circulação entre concelhos, necessita de uma declaração, sendo as exceções as mesmas que foram …

Cães conseguem detetar covid-19, mas não estão a ser usados. "Podiam salvar tantas vidas"

Um cão pode cheirar um pano que antes esteve no pulso ou no pescoço de alguém e identificar imediatamente se a pessoa contraiu o vírus até cinco dias antes do aparecimento de qualquer sintoma. Parece …

Noruega com poucos casos de infeções nas escolas. Medidas podem ser aliviadas

A Noruega mantém as escolas com o segundo nível das medidas para combate à pandemia. Contudo, pondera aliviá-las caso se confirme que as crianças não têm um papel acrescido na transmissão do vírus. As autoridades de …

Ex-SCUT com descontos para passageiros frequentes e transporte de passageiros

Os passageiros particulares frequentes e os veículos de transporte de passageiros vão ter descontos na passagem pelas portagens das antigas SCUT a partir de 1 de janeiro, anunciou esta quinta-feira o Governo. De acordo com a …

Situação "muito grave" leva a uma nova corrida ao papel higiénico na Alemanha

A Alemanha atingiu esta quinta-feira um novo máximo diário, com mais de 11 mil casos em apenas 24 horas. A nova vaga de infeções está a levar os alemães a um novo açambarcamento de papel …

Taça: todos os "grandes" defrontam equipas do terceiro escalão

FC Porto, Benfica e Sporting vão jogar em casa de formações do Campeonato de Portugal. Sporting de Braga estará na Trofa. Decorreu nesta quinta-feira o sorteio da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, a …

DGS vai comprar mais de 100.000 frascos de Remdesivir até março de 2021

A Direção-Geral da Saúde vai adquirir entre este mês e março de 2021 mais de 100.000 frascos do medicamento antiviral remdesivir, com a designação comercial Veklury, para tratamento de doentes com covid-19. A decisão foi tomada …

Utilizadores do PayPal vão poder usar criptomoeda para pagar a mais de 26 milhões de comerciantes

O PayPal anunciou que vai investir no mercado das criptomoedas, lançando um novo serviço que permitirá aos utilizadores da plataforma nos Estados Unidos comprar, guardar e vender moeda digital, já a partir de 2021. De acordo …

Escavações revelam sepulcro do final da Idade do Bronze em Oliveira de Frades

Escavações arqueológicas realizadas recentemente revelaram a existência de um sepulcro do final da Idade do Bronze na Cumeeira, junto à zona industrial de Oliveira de Frades, anunciou esta quinta-feira a autarquia. "Este sítio arqueológico era já …