Maduro nega crise migratória e diz que os venezuelanos emigram com algibeiras cheias

Hugoshi / wikimedia

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, insistiu esta quinta-feira que o seu Governo está a ser alvo de uma campanha internacional enganadora que tem como propósito justificar uma intervenção militar e política do seu país.

De acordo com Nicolás Maduro, há venezuelanos que se deixam seduzir por essa campanha e abandonam o país devido à crise económica, mas que emigram com as algibeiras “cheias de dólares”.

“Alguns regressaram da escravidão [estrangeiro]. A grande maioria dos que regressaram foram enganados, eu diria, 100%, com pacotes falsos”, disse.

Nicolás Maduro falava durante o encerramento do III Congresso do Partido Socialista Unido da Venezuela – PSUV, o partido do Governo -, que teve lugar na Praça Bicentenário do palácio presidencial de Miraflores, em Caracas.

“Uma característica da emigração venezuelana é que sai do país com a algibeira cheia de dólares. O mínimo que levam são cinco mil dólares, isso é dinheirinho. Vendem uma moto, vendem um carro e alguns até venderam o apartamento”, sustentou.

Segundo Nicolás Maduro, há uma “estúpida campanha” contra o seu país, nas redes sociais, que procura “impor uma crise humanitária de migração”, para justificar uma intervenção contra a Venezuela, pela via militar e política”.

O primeiro mandatário da Venezuela diz que, por detrás dessa campanha, está o Governo da vizinha Colômbia e acusou a oligarquia colombiana de “pretender explorar a comunidade internacional, pedindo milhares de milhões de dólares, roubá-los com a desculpa da migração venezuelana”.

Nicolás Maduro anunciou que o ministro venezuelano de Comunicação e Informação, Jorge Rodríguez, dirigirá uma comissão que acudirá a instâncias internacionais para exigir uma indemnização à Colômbia pelos mais de cinco milhões de colombianos que se encontram na Venezuela, usufruindo de vários benefícios sociais.

Nicolás Maduro disse ainda que a 1 de outubro iniciará uma nova etapa da cripto moeda venezuelana Petro, que permitirá elevá-la a “uma potência a nível mundial” e que permitirá à população adquirir planos de poupança naquela moeda virtual.

“A Venezuela tem demonstrado ter tido sucesso no social, com a criação das missões sociais (programas governamentais de apoio à população carenciada). Somos campeões mundiais em política nacional e internacional, e agora faz-nos falta conquistar o campeonato mundial do equilibro económico”, disse.

De acordo com a ONU, pelo menos 2,3 milhões de venezuelanos estão radicados no estrangeiro, incluindo 1,6 milhões que emigraram desde 2015, devido ao agravamento da escassez de alimentos, medicamentos e aos altos preços dos produtos na Venezuela, tendo em conta os baixos salários.

Países como o Brasil, a Colômbia, o Chile, o Panamá, a Argentina e o Equador são os principais destinos dos venezuelanos que emigraram para países da América do Sul.

Nicolás Maduro continua a rejeitar a existência de um êxodo causado pela crise no país, afirmando tratar-se de “uma campanha mundial para justificar uma política de intervenção”.

Por tudo isto, o Presidente da Venezuela ordenou a criação de uma ponte aérea para trazer os cidadãos que pretendam regressar a casa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Ahahahaaaa!…
    Este louco fez-me lembrar o ministro do Saddam que dizia que as tropas americanas nunca chegariam à capital do Iraque, quando eles já lá estavam!!
    Este Maduro (podre!!) está mesmo maluco de todo!…
    Engraçado que ele fala em dólares, quando a moeda oficial é o bolivar (claro que para ele e para os seus, a moeda “oficial” é o dólar – daí a confusão)!

  2. Incrível como um louco desta natureza consegue estar à frente de um país! Há de facto vários ditadores de esquerda e direita que à base da força se vão mantendo, mas este a levar o país dia após dia à miséria e o povo a morrer de fome, nem ele reconhece o mal que está a fazer nem o povo se consegue revoltar de maneira a limpá-lo de vez.

Responder a Rui Cancelar resposta

IKEA desenvolve linha inspirada nos desafios de viver em Marte

A Estação de Pesquisa do Deserto de Marte (MDRS) é um habitat marciano simulado em Utah, nos Estados Unidos (EUA), propriedade da Mars Society. Trata-se de uma instalação de pesquisa na qual os cientistas vivem …

"Boas notícias" na Saúde. Costa promete mexidas nas taxas moderadoras já no Orçamento

No conselho de ministros desta quarta-feira, o Governo vai aprovar um plano de investimentos plurianuais no SNS, para a contratação de recursos humanos e aquisição de equipamentos. O primeiro-ministro, António Costa, prometeu aumentar o investimento na …

AMA deixa a porta aberta para russos competirem como atletas neutros

A Agência Mundial Antidopagem (AMA) considerou esta segunda-feira que dificilmente o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) anulará os quatro anos fora das competições internacionais com que sancionou a Rússia, devido a questões relacionadas com doping. A …

Portugal na pior posição de sempre no Índice de Desempenho das Alterações Climáticas

Portugal caiu oito lugares no Índice de Desempenho das Alterações Climáticas (CCPI), com o desempenho do país a descer em quase todas as categorias, segundo o "Índice 2020" divulgado esta terça-feira. Com a pior posição de …

Costa pede a Bruxelas que IVA da luz possa variar com consumo

O primeiro-ministro enviou, esta terça-feira, uma carta à presidente da Comissão Europeia solicitando a alteração de critérios do IVA da energia para permitir a variação da taxa "em função dos diferentes escalões de consumo". No debate …

Uma ode aos sem-abrigo. Banksy presenteia Birmingham com uma nova obra de arte

Desta vez, Banksy deixou a sua marca na cidade britânica de Birmingham. A nova obra de arte, composta por duas renas, é uma ode aos sem-abrigo e à solidariedade da cidade britânica. Numa parede da cidade …

Morreu o ator José Lopes. Amigos fazem apelo para pagar o funeral

Morreu o ator José Lopes, aos 61 anos. A notícia está a ser avançada por vários amigos e familiares através das redes sociais. O ator José Lopes, de 61 anos, terá sido encontrado dias depois de …

Governo Regional acusa República de dever à Madeira cerca de 427 milhões

A República detém uma dívida acumulada com a Madeira desde 2015 na ordem dos 427 milhões de euros, declarou o vice-presidente do Governo Regional. “Sobre a ajuda do Governo da República à Madeira temos vindo a …

Governo da Tunísia paga recompensas por denúncias de corrupção

O primeiro-ministro tunisino, Youssef Chahed, ofereceu esta segunda-feira recompensas até 50 mil dinares (16 mil euros) a quem denunciar situações de corrupção e colaborar com a Instância Nacional de Luta Contra a Corrupção (INLUCC). Ao discursar …

Sydney. Qualidade do ar perigosa devido a incêndios no leste da Austrália

A qualidade do ar em Sydney atingiu esta terça-feira um nível perigoso devido à densa camada de fumo proveniente dos incêndios florestais, no leste da Austrália, indicou o Departamento de Meteorologia australiano. "Os ventos fracos e …