Maduro nega crise migratória e diz que os venezuelanos emigram com algibeiras cheias

Hugoshi / wikimedia

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, insistiu esta quinta-feira que o seu Governo está a ser alvo de uma campanha internacional enganadora que tem como propósito justificar uma intervenção militar e política do seu país.

De acordo com Nicolás Maduro, há venezuelanos que se deixam seduzir por essa campanha e abandonam o país devido à crise económica, mas que emigram com as algibeiras “cheias de dólares”.

“Alguns regressaram da escravidão [estrangeiro]. A grande maioria dos que regressaram foram enganados, eu diria, 100%, com pacotes falsos”, disse.

Nicolás Maduro falava durante o encerramento do III Congresso do Partido Socialista Unido da Venezuela – PSUV, o partido do Governo -, que teve lugar na Praça Bicentenário do palácio presidencial de Miraflores, em Caracas.

“Uma característica da emigração venezuelana é que sai do país com a algibeira cheia de dólares. O mínimo que levam são cinco mil dólares, isso é dinheirinho. Vendem uma moto, vendem um carro e alguns até venderam o apartamento”, sustentou.

Segundo Nicolás Maduro, há uma “estúpida campanha” contra o seu país, nas redes sociais, que procura “impor uma crise humanitária de migração”, para justificar uma intervenção contra a Venezuela, pela via militar e política”.

O primeiro mandatário da Venezuela diz que, por detrás dessa campanha, está o Governo da vizinha Colômbia e acusou a oligarquia colombiana de “pretender explorar a comunidade internacional, pedindo milhares de milhões de dólares, roubá-los com a desculpa da migração venezuelana”.

Nicolás Maduro anunciou que o ministro venezuelano de Comunicação e Informação, Jorge Rodríguez, dirigirá uma comissão que acudirá a instâncias internacionais para exigir uma indemnização à Colômbia pelos mais de cinco milhões de colombianos que se encontram na Venezuela, usufruindo de vários benefícios sociais.

Nicolás Maduro disse ainda que a 1 de outubro iniciará uma nova etapa da cripto moeda venezuelana Petro, que permitirá elevá-la a “uma potência a nível mundial” e que permitirá à população adquirir planos de poupança naquela moeda virtual.

“A Venezuela tem demonstrado ter tido sucesso no social, com a criação das missões sociais (programas governamentais de apoio à população carenciada). Somos campeões mundiais em política nacional e internacional, e agora faz-nos falta conquistar o campeonato mundial do equilibro económico”, disse.

De acordo com a ONU, pelo menos 2,3 milhões de venezuelanos estão radicados no estrangeiro, incluindo 1,6 milhões que emigraram desde 2015, devido ao agravamento da escassez de alimentos, medicamentos e aos altos preços dos produtos na Venezuela, tendo em conta os baixos salários.

Países como o Brasil, a Colômbia, o Chile, o Panamá, a Argentina e o Equador são os principais destinos dos venezuelanos que emigraram para países da América do Sul.

Nicolás Maduro continua a rejeitar a existência de um êxodo causado pela crise no país, afirmando tratar-se de “uma campanha mundial para justificar uma política de intervenção”.

Por tudo isto, o Presidente da Venezuela ordenou a criação de uma ponte aérea para trazer os cidadãos que pretendam regressar a casa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Ahahahaaaa!…
    Este louco fez-me lembrar o ministro do Saddam que dizia que as tropas americanas nunca chegariam à capital do Iraque, quando eles já lá estavam!!
    Este Maduro (podre!!) está mesmo maluco de todo!…
    Engraçado que ele fala em dólares, quando a moeda oficial é o bolivar (claro que para ele e para os seus, a moeda “oficial” é o dólar – daí a confusão)!

  2. Incrível como um louco desta natureza consegue estar à frente de um país! Há de facto vários ditadores de esquerda e direita que à base da força se vão mantendo, mas este a levar o país dia após dia à miséria e o povo a morrer de fome, nem ele reconhece o mal que está a fazer nem o povo se consegue revoltar de maneira a limpá-lo de vez.

Sem Joacine, nova direção do Livre foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos

Este domingo, no segundo dia do IX congresso do Livre, a nova direção do partido foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos (e não conta com a deputada Joacine Katar Moreira). No final …

Juiz pede escusa do caso dos emails por ser adepto do Benfica

O juiz desembargador apresenta vários motivos para pedir escusa do processo, nomeadamente por ser "sócio do Benfica desde 1968". De acordo com o jornal Público, Eduardo Pires, juiz desembargador do Tribunal da Relação do Porto (TRP), …

Afinal, Irão já não vai pedir ajuda para analisar caixas negras do avião

O Irão recuou na intenção de enviar para análise as gravações da caixa negra do avião ucraniano, que abateu acidentalmente na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais, revelou a agência noticiosa iraniana. Citado …

Bruno Fialho sucede a Marinho e Pinto na liderança do PDR

Bruno Fialho é o novo presidente do Partido Democrático Republicano (PDR), ao obter 75% dos votos na eleição deste sábado para escolher o sucessor de António Marinho e Pinto, que anunciou o abandono do cargo …

Legislador russo culpa "arma climática" dos EUA pelo inverno quente de Moscovo

Alexei Zhuravlyov, membro da câmara baixa do Parlamento da Rússia (Duma), culpou uma alegada "arma climática" secreta dos Estados Unidos pelas anómalas temperaturas que se fizeram sentir este inverno em Moscovo.  Em declarações à estação de …

Nova espécie de louva-a-deus empala as suas presas como se fossem fondue

O Carrikerella simpira, uma nova espécie de louva-a-deus, caça as suas presas perfurando-as de um lado ao outro com as suas patas em forma de tridente. Cientistas descobriram uma nova espécie de louva-a-deus com uma característica …

Astrónomos descobrem que o fósforo foi gerado na formação de estrelas

Astrónomos descobriram que o fósforo, elemento químico essencial à vida, se constituiu durante a formação de estrelas e sugerem que chegou à Terra através de cometas. Uma equipa de astrónomos detetou monóxido de fósforo na região …

Nova máquina repara e mantém fígados vivos fora do corpo humano durante uma semana

Um novo sistema consegue manter um fígado humano vivo fora do corpo durante sete dias, período no qual o órgão danificado pode ser reparado e preparado para o transplante. As tecnologias convencionais conseguem sustentar um fígado …

Rui Rio vence segunda volta. Líder reeleito quer "estabilidade, lealdade e unidade"

O presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou hoje que espera poder “trabalhar com estabilidade e lealdade”, recusou que o PSD esteja “partido” e vincou estar “a iniciar o momento para marcar a unidade” no partido. O líder …

Gatos não se importam de comer pessoas mortas (e há um estudo que mostra como o fazem)

Uma nova investigação analisou como é que dois gatos selvagens se alimentaram de cadáveres humanos. Os animais mostraram preferência por corpos específicos ao longo de vários dias. No Forensic Investigation Research Station, no estado norte-americano do …