Vendem Xbox, Playstation e…testes rápidos

Quando o que abunda é a escassez, as alternativas aparecem em locais quase impensáveis.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A COVID-19 alterou o rumo profissional (e não só) de muita gente. Fez muita gente pensar em mudar completamente a sua carreira, fez muita gente mudar mesmo de emprego. E também fez com que muita gente ficasse na empresa mas, mesmo dentro da mesma empresa, optando por vendas…alternativas.

Numa fase em que encontrar testes rápidos ao coronavírus não é nada fácil nos Estados Unidos da América (tal como Portugal, por exemplo), há empresas que vendem consolas de jogo que agora também vendem esses testes rápidos.

O portal Polygon – que é dedicado precisamente a jogos – publicou um artigo à volta do coronavírus por causa das empresas desse ramo que agora são mais abrangentes. Ao lado das consolas Xbox, Playstation ou Switch, aparecem…testes rápidos.

É uma forma de suavizar as falhas no verdadeiro mercado: é que também a procura por consolas também é superior à oferta. As principais consolas de Microsoft, Sony e Nintendo praticamente desapareceram das lojas. Não há consolas suficientes para tanta procura, desde que a pandemia “fechou” o mundo.

Também em contas do Twitter, que eram dedicadas exclusivamente a jogos de consola, aparece agora publicidade a kits de testes rápidos à COVID-19.

Há poucos dias já tínhamos partilhado outra alternativa insólita, a Ro. Uma empresa de tele-medicina dedicada a problemas como disfunção eréctil e queda de cabelo, que agora vende testes rápidos ao vírus. Com envio para casa gratuito e com o preço de 13,20 euros por dois testes.

A busca infrutífera por testes nos EUA já originou um anúncio do presidente Joe Biden: “em breve” o Governo local vai ter um site próprio onde os norte-americanos vão poder pedir a entrega ao domicílio de 500 milhões de testes.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.