/

“Velocidade Furiosa” faz florescer economia de cidades e vilas do eixo da A24

2

Divulgação

Velocidade Furiosa, Portugal

Cartaz promocional do filme “Velocidade Furiosa”

As gravações em Portugal do novo filme da saga “Velocidade Furiosa” estão a ajudar a florescer a economia das cidades e vilas ao longo da A24.

Uma parte das gravações do filme “Velocidade Furiosa 10” vai ser rodada em Portugal. Estradas de montanha e o IP5, em Viseu, deverão ser palco de algumas das cenas que vão passar pelo norte e centro do país, mas também por Lisboa.

Algumas estradas de montanha vão ser palco das gravações, bem como o IP5, na zona da Penoita, em Vouzela, no distrito de Viseu. Grande parte da logística deverá ficar instalada em Vouzela.

As cidades e vilas do eixo da A24, entre Viseu e Vila Pouca de Aguiar, estão a beneficiar ao nível económico com a produção do filme, avança o Jornal de Notícias.

Andreia Rodrigues, presidente do Centro Portugal Film Comission adianta, ao JN, que tem “a garantia de que as cenas que vão aparecer no ‘Velocidade Furiosa 10’ serão identificadas como tendo sido gravadas em Portugal”.

José Loureiro, presidente da delegação da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, destaca as reservas em hotéis, onde estão hospedados atores, técnicos, serviços de catering e afins.

Há até “empresas locais de reboques, catering, limpeza, entre outras, que já estão contratadas”, realçou o presidente da Câmara de Vila Real, Rui Santos, citado pelo JN.

O início das gravações no Douro coincide com a altura em que Vila Real recebe a prova da Taça do Mundo de Carros de Turismo. Segundo o presidente do Turismo do Porto e Norte, Luís Pedro Martins, isto vai ajudar a “mobilizar ainda mais a economia num território afastado da Área Metropolitana do Porto”.

A verdade é que as grandes estrelas da produção, como Vin Diesel, Jason Momoa, Charlize Theron ou Daniela Melchior ainda não estão em Portugal e só vão estar cá “dois ou três dias”, adianta Andreia Rodrigues.

Alguns troços da A24 vão estar encerrados durante vários dias, em junho e julho, durante as gravações do filme. Diversos troços estarão encerrados entre as 6 da manhã e as 22 horas. Para compensar os utentes da via pelo incómodo, as portagens serão gratuitas nesses dias.

Portugal tem sido, cada vez mais, escolhido como cenário de gravações de várias produções de Hollywood, que prometem trazer milhões de euros.

A famosa saga ‘Velocidade Furiosa’ não é um exemplo inédito de gravações em Portugal. ‘La Casa de Papel’, ‘Color Out of Space’, ‘Damsel’ e House of the Dragon’a prequela da série ‘A Guerra dos Tronos’ — são apenas alguns casos recentes.

A Portugal Film Comission (PFC) diz que a tendência é “crescente”, sendo que a indústria cinematográfica “pode vir a trazer milhões de euros” para Portugal nos próximos anos. Por enquanto, não há estimativas de valores.

  Daniel Costa, ZAP //

2 Comments

  1. Se os gajos abastecerem lá as máquinas, então já dá dinheiro a rodos para a malta que tem lá bombas de combustível. E depois os comes e bebes que aquilo deve ser malta que come e bebe muito. Eles e os carros.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.