Vacinação de idosos com doenças arranca esta semana nas regiões do Norte e de Lisboa

A vacinação dos idosos com mais de 80 anos arranca esta semana. No entanto, inicialmente, só serão imunizadas as pessoas que têm doenças e que se encontrem nas regiões do Norte e de Lisboa e Vale do Tejo.

Em declarações ao jornal Público, o coordenador da task-force responsável pelo Plano de Vacinação contra a covid-19 em Portugal, Francisco Ramos, explicou que nesta nova fase, que inclui vários grupos prioritários, a operação vai começar pelos idosos a partir dos 80 anos e com doenças associadas.

Este será um início simbólico da vacinação dos mais velhos, uma vez que também só serão vacinadas pessoas em alguns centros de saúde nas regiões do Norte e de Lisboa e Vale do Tejo. Esta é uma forma de testar o modelo, que mais tarde será alargado a todo o país, até porque as doses ainda são escassas.

Nesta altura, ainda não se sabe quantas doses estão disponíveis. Esta semana, Portugal vai receber vacinas da Pfizer e da Moderna, sabendo-se já que as primeiras doses da AstraZeneca, entretanto aprovada pela Agência Europeia do Medicamento, só chegam no próximo dia 9 de fevereiro.

Assim sendo, Francisco Ramos disse também ao diário que a vacinação de pessoas a partir dos 50 anos, com patologias mais graves, vai ficar para mais tarde.

Segundo o mesmo jornal, os médicos de família ainda estão à espera das listas definitivas destes dois grupos e aguardam orientações sobre quais deverão ser os primeiros a vacinar nesta primeira fase.

Tal como mostra o diário, trata-se de um universo muito grande: cerca de 400 mil pessoas a partir dos 50 anos com patologias mais graves (doença coronária, insuficiência cardíaca, insuficiência renal e doença pulmonar obstrutiva crónica) e mais cerca de 340 mil idosos a partir dos 80 anos, entre os saudáveis e os que têm doenças.

Os médicos e enfermeiros dos centros de saúde e das unidades de saúde familiar também desconhecem ainda quais são os locais onde vai ocorrer a vacinação.

  ZAP //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.