Vacina da Moderna confere imunidade de pelo menos três meses

Cj Gunther / EPA

Um novo estudo publicado esta quinta- feira, mostra que a vacina da Moderna contra a covid-19, que recentemente demonstrou ter 94 por cento de eficácia, faz com que o sistema imunológico humano produza anticorpos que duram pelo menos três meses.

Perante os novos dados, os especialistas não se mostram preocupados com a diminuição de anticorpos com o decorrer do tempo, considerando provável que o sistema imunológico volte a produzir anticorpos mais tarde, caso se veja confrontado com o vírus.

Os investigadores do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, que desenvolveram a vacina, analisaram a resposta imunológica de 34 participantes, sendo que entre eles estavam adultos, jovens e idosos, desde a primeira fase de um ensaio clínico.

No estudo publicado no New England Journal of Medicine, os cientistas detalharam que os anticorpos, que impedem o vírus SARS-CoV-2 de invadir as células humanas, “diminuíram ligeiramente com o tempo, como esperado, mas permaneceram elevados em todos os participantes três meses após a segunda vacinação”.

A vacina, chamada mRNA-1273, é administrada em duas injeções com 28 dias de intervalo.

Mesmo que o número de anticorpos diminua com o tempo, esse facto não constitui necessariamente um motivo de preocupação. O diretor do NIAID, Anthony Fauci, e outros especialistas disseram que é provável que o sistema imunológico se lembre do vírus se for novamente exposto ao mesmo mais tarde e que então produza novos anticorpos.

O estudo mostrou que a vacina ativou um determinado tipo de célula imunológica que deveria ajudar na chamada resposta de memória, mas apenas estudos de longo prazo poderão confirmar se será mesmo assim.

A vacina Moderna será revista por um comité consultivo da Food and Drug Administration (FDA) a 17 de dezembro, e pode receber luz verde para aprovação de emergência logo de seguida. Esta baseia-se numa nova tecnologia que utiliza material genético na forma de mRNA (ácido ribonucléico mensageiro).

Neste momento, a Moderna já começa a testar a vacina em jovens entre 12 e 17 anos. A empresa pretende inscrever cerca de três mil jovens voluntários no ensaio, de acordo com o site oficial de ensaios clínicos Clinicaltrials.gov, para levar a cabo a fase 2/3 dos testes, de modo a avaliar a segurança, eficácia e possíveis efeitos colaterais do imunizante, revela o DN.

Os especialistas consideram importante a realização destes tipos de ensaios porque é importante testar as vacinas contra a covid-19 em crianças antes de serem aplicadas em massa nas populações mais jovens.

Se tudo correr como previsto, a aprovação da vacina por parte das autoridades dos Estados Unidos e da União Europeia pode chegar antes do final do ano.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Jogo de passa-culpas". Detenção de Vieira abre guerra entre Novo Banco e Fundo de Resolução

O Novo Banco acusa o Fundo de Resolução pelo facto de a venda da dívida da Imosteps, empresa de Luís Filipe Vieira, não ter sido vendida isoladamente a um fundo. A detenção de Luís Filipe Vieira …

Santa Clara vence na Macedónia do Norte e está mais perto da Europa

O Santa Clara venceu hoje por 3-0 na visita ao Shkupi, em jogo da primeira mão da segunda pré-eliminatória da Liga Conferência Europa, disputado em Skopje, na Macedónia do Norte. No estádio Arena Nacional Todor Proeski, …

Testes e certificados covid falsos à venda na Internet

Existem cada vez mais casos de venda ilícita de testes negativos e certificados covid. Alguns documentos estão à venda na Internet por 21 euros. Com a obrigatoriedade de apresentar testes negativos à covid-19 ou certificados de …

Sporting quer faturar até 35 milhões de euros com Jovane e Matheus Nunes

O Sporting quer faturar em grande com as vendas de Jovane Cabral e Matheus Nunes. Os 'leões' esperam conseguir uma verba entre os 28 e os 35 milhões de euros pelos dois jogadores. Esta pode ter …

Programa para aumentar notas em escolas de contextos desfavorecidos falha em toda a linha

A investigação, para além de comparar notas internas e notas de exames nacionais de escolas públicas de contexto desfavorecidas com as restantes, debruçou-se também sobre campos como as taxas de retenção, as desistências, os “chumbos” …

Vacinas da Janssen vão atrasar em agosto. Irão chegar apenas 200 mil

Portugal vai receber apenas 200 mil das 600 mil vacinas da Janssen previstas para agosto, anunciou o coordenador do plano de vacinação contra a covid-19, que diz esperar ter 70% da população com vacinação completa …

Descoberta a última refeição do Homem de Tollund, a múmia do pântano da Dinamarca

Uma equipa de investigadores recorreu a tecnologia de ponta para descobrir a última refeição do Homem de Tollund, uma múmia do pântano, da Dinamarca. O Homem de Tollund é o cadáver de um homem naturalmente mumificado …

Benfica vence Lille com golo de Gonçalo Ramos

O Benfica venceu esta quarta-feira os franceses do Lille por 1-0, em jogo de preparação para a temporada 2021/22 de futebol, disputado no Estádio do Algarve. A equipa 'encarnada' marcou o único golo da partida aos …

Cerimónia de abertura lança Jogos Olímpicos um ano depois

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 arrancam hoje, com a realização da cerimónia de abertura, no Estádio Nacional da capital japonesa, um ano depois do previsto, devido ao adiamento motivado pela pandemia de covid-19. Uma cerimónia sem público …

Governo prepara revolução na lei do trabalho temporário

O Governo está a preparar uma revolução nas regras do trabalho temporário, principalmente após a polémica com as condições dos imigrantes em Odemira. Em maio, quando António Costa se recandidatou a secretário-geral do PS, assumiu o …