UNESCO recomenda incluir Veneza na lista de património mundial em perigo

A UNESCO publicou estas recomendações a um mês da próxima sessão do seu comité de património mundial, que se vai realizar na China, de 16 a 31 de julho.

Em Veneza, o impacto do turismo de massa foi um dos critérios que levaram a instituição com sede em Paris a solicitar a inclusão da cidade italiana na lista de património em perigo.

O relatório inclui “Veneza e sua lagoa (Itália) na lista do património mundial em perigo” devido ao facto da cidade enfrentar um “perigo verificado e potencial devido a ameaças individuais e aos seus impactos cumulativos”.

Uma dessas “ameaças” são os cruzeiros que continuam a navegar muito perto do centro histórico da cidade, apesar da decisão do governo italiano de os proibir.

De recordar que, em março, o governo central aprovou um decreto que proibiria a entrada de navios de grande porte, incluindo cruzeiros, e exigiu a abertura de licitações para um futuro porto fora da cidade.

No entanto, os navios continuam a atracar na lagoa até que um novo porto seja construído. O porto comercial não está pronto para receber navios de cruzeiro – o que significa que os primeiros navios a chegar a Veneza neste verão vão ficar atracados no centro da cidade.

Num comunicado enviado à CNN, a UNESCO clarificou que “a proposta de inscrever Veneza na lista do património mundial em perigo é baseada em avaliações técnicas e científicas realizadas por especialistas dos órgãos de avaliação. A proposta reflete que há um perigo comprovado”.

Para além do turismo em massa, o relatório também destaca as alterações climáticas como um dos principais problemas.

Outras ameaças pelo mundo

Em Budapeste, estão na mira da UNESCO as margens do Danúbio e o bairro do Castelo de Buda. A causa: demolições “inadequadas” e reconstruções em grande escala, especialmente de prédios altos, que desvirtuariam estes locais históricos.

A Grande Barreira de Corais também pode entrar na lista de património mundial em perigo, devido à deterioração provocada pela mudança climática.

Em relação à zona portuária de Liverpool, a ameaça da UNESCO é ainda mais forte, já que se trata de retirar o local por completo da lista de património mundial.

Segundo a UNESCO, o grande projeto de desenvolvimento das docas da cidade dos Beatles, chamado “Liverpool Waters”, é uma ameaça a edifícios históricos. Apesar das repetidas advertências da UNESCO, o projeto não foi parado.

O governador de Liverpool, Steve Rotheram, lamentou a recomendação da UNESCO.

“Isto é profundamente dececionante. Estamos orgulhosos da nossa história, mas o nosso património é uma parte vital da revitalização” da cidade, disse Rotheram num comunicado publicado nas redes sociais.

“Peço-vos (em referência à UNESCO) que aceitem o nosso convite para virem visitar a cidade, em vez de tomarem a vossa decisão numa mesa do outro lado do planeta”, acrescentou.

Outro local ameaçado com a mesma sanção é a Reserva Natural de Selous, na Tanzânia, devido à caça ilegal em massa.

ZAP // AFP

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PARTILHAR

RESPONDER

EUA. Casos de covid-19 podem ter sido subestimados em 60%

O número de casos de covid-19 nos Estados Unidos (EUA) pode ter sido subestimado em até 60%, com as infeções relatadas a representarem "apenas uma fração do número total estimado". Esta é a conclusão de um …

Portugal com mais seis mortes e 2316 novos casos de covid-19

Portugal registou, esta terça-feira, mais seis mortes e 2316 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 2316 novos …

Um quarto dos processos às companhias aéreas por falta de testes à covid já resultou em multas pagas

A Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) instaurou, entre 2020 e a semana passada, 539 processos a 40 companhias aéreas por transportarem passageiros para o território nacional sem o respetivo teste negativo à covid-19. Cerca …

Colômbia pede que a Venezuela seja declarada como país promotor do terrorismo

A Colômbia pediu esta segunda-feira aos EUA que declarem a Venezuela como país promotor do terrorismo por alegadamente "proteger" guerrilheiros colombianos do Exército de Libertação Nacional (ELN) e do Grupo Armado Residual (Gaor 33, composto …

Treze meses depois, Coreias voltam a falar ao telefone

As comunicações telefónicas estavam cortadas entre as duas Coreias desde junho de 2020, mas os dois países retomaram os contactos esta terça-feira. As duas Coreias retomaram esta terça-feira a comunicação telefónica 13 meses depois de ter …

Benfica: Kaio Jorge não quer jogar em Portugal (e alínea pode impedir saída)

Santos aceitou proposta vinda da Luz mas o jovem avançado prefere o campeonato italiano. E ainda há uma alínea no contrato que vai ser analisada. O Benfica apresentou uma proposta pela contratação de Kaio Jorge, com …

Quase 70% dos internados em UCI têm menos de 59 anos

Quase 70% dos doentes com covid-19 em unidades de cuidados intensivos (UCI) têm menos de 59 anos, revelou a Ordem dos Médicos, indicando que em enfermaria os doentes abaixo dessa faixa etária são cerca de …

Reunião no Infarmed. Especialistas propõem plano de quatro níveis (e a máscara cai no nível 2)

A sede da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed), em Lisboa, voltou a acolher mais uma reunião de peritos esta terça-feira. Foi apresentada uma proposta de alteração da matriz de risco. Portugal não está em condições de …

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas registadas em Portugal

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas contra a covid-19 foram registadas em Portugal e houve 68 casos de morte comunicados em idosos, mas não está demonstrada a relação causa-efeito, segundo o Infarmed. De …

Incêndios "sem precedentes" devastam Sardenha

Condições climatéricas adversas e severas, como altas temperaturas e ventos fortes, estiveram na origem dos incêndios florestais que se registaram em vários países do sul do continente europeu, como Itália, Espanha, França ou Grécia. A ilha …