Só uma em cada sete pessoas tem acesso à imprensa livre no mundo

Steve Rhodes / Flickr

Vivian Ho , reporter do San Francisco Chronicle, detida quando cobria protestos (Powell Station, 2011).

Vivian Ho , reporter do San Francisco Chronicle, detida quando cobria protestos (Powell Station, 2011).

Só uma em cada sete pessoas tem acesso a uma imprensa livre no mundo, segundo um relatório publicado esta quinta-feira que aponta 2013 como o “ano mais negro” da última década para a liberdade de imprensa.

Egito, Turquia, Ucrânia mas também Estados Unidos estão entre os países apontados como tendo registado maiores perdas de liberdade de imprensa no relatório da organização Freedom House, que se realiza anualmente desde 1980.

Em 2013, segundo o relatório, apenas 14% da população mundial tinha acesso a uma imprensa “livre”, o que corresponde a uma em cada sete pessoas. Cerca de 44% da população mundial vive em países onde a imprensa “não é livre” e 42% em regiões onde os ‘media’ são “parcialmente livres”.

Classificando os países numa escala de um (menos restrições e mais liberdade) a 100 (mais restrições e menos liberdade), o relatório identifica a Suécia como o país onde a imprensa é mais livre, com 10 pontos, e a Coreia do Norte como aquele onde é menos livre, com 97 pontos.

Portugal é classificado com 18 pontos, mais um do que em 2012, em 22.º lugar.

Entre os países de língua oficial portuguesa, apenas Cabo Verde e São Tomé e Príncipe estão no grupo de países com imprensa livre, com 27 e 28 pontos, respetivamente.

Timor-Leste (35 pontos) e Moçambique (45) surgem no grupo de países de imprensa “parcialmente livre” e a Guiné-Bissau (67) e Angola (69) no grupo de países onde a imprensa não é livre.

Karin Karlekar / Twitter

Karin Karlekar, da Freedom House

Karin Karlekar, da Freedom House

A Guiné-Equatorial, candidata à adesão à Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), figura igualmente no grupo “não livre”, com 90 pontos, à frente apenas de Cuba, Bielorrússia, Eritreia, Uzbequistão, Tajiquistão e Coreia do Norte.

A avaliação geral do exercício da liberdade de imprensa caiu em 2013 para o nível mais baixo desde 2004 e o número de pessoas com acesso a ‘media’ livres foi o mais baixo desde 1996.

“As tendências gerais são decididamente negativas”, considerou Karin Karlekar, diretora de projeto do relatório.

“Observamos uma regressão geral da liberdade de imprensa, com governos e agentes privados que atacam jornalistas, seja impedindo-lhes o acesso a acontecimentos, seja censurando-os, seja despedindo-os por motivos políticos”, afirma a organização não-governamental num comunicado que acompanha o relatório.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O oxigénio em Marte está a comportar-se de forma misteriosa (e não se sabe porquê)

Depois do mistério do metano de Marte que aparecia e reaparecia, agora, os níveis de oxigénio no Planeta Vermelho têm estado a subir e a descer na cratera Gale em quantidades que não encaixam em …

A NASA pode já ter encontrado o misterioso Planeta X

O misterioso Planeta X, um planeta gigante desconhecido nos confins do Sistema Solar e que mexe com as órbitas de algumas das rochas do Cinturão de Kuiper, pode já ter sido visto pela NASA. Acredita-se que …

Episódio de “Os Simpsons” com Michael Jackson retirado do Disney+

No seguimento da controvérsia em torno de Michael Jackson depois do documentário Leaving Neverland, o episódio de Os Simpsons com a presença do cantor foi deixado de fora do catálogo do Disney+, a nova plataforma …

Lítio pode reverter malefícios de radiação no cérebro

Cientistas concluíram numa experiência com ratos que o lítio pode reverter os malefícios da radiação no cérebro, podendo o seu uso ser promissor para tratar crianças que foram sujeitas a radioterapia e desenvolveram posteriormente défices …

Um em cada dez sites de compras online usa táticas maliciosas nos clientes

https://vimeo.com/373176205 Um em cada dez sites de compras online usa táticas maliciosas para enganar, iludir ou persuadir os clientes. A tendência é que o recurso a estas práticas aumente nos próximos anos. Um estudo apresentado na semana …

Eurovisão procura voluntários para trabalhar 18 dias seguidos sem vencimento

A procura de voluntários para o Festival Eurovisão de 2020 está a gerar polémica. A organização quer disponibilidade total durante 18 dias, não oferecendo qualquer vencimento, nem pagando despesas de viagem ou estadia. O Festival Eurovisão …

Portugal 6 vs 0 Lituânia | Ronaldo e Cia destroem lituanos

Portugal goleou a Lituânia esta quinta-feira no Estádio Algarve, por 6-0, e está a uma vitória de garantir o apuramento para o Euro 2020, decisão que está marcada para o próximo domingo, quando a seleção …

Um “caixão” nuclear da Guerra Fria pode estar prestes a colapsar

Durante a Guerra Fria, os EUA lançaram 67 bombas atómicas nas Ilhas Marshall, no oceano Pacífico. No fim nos anos 70, os detritos expostos à radiação nas seis ilhas foram transportados para um poço gigante …

App usada para ler dados biométricos de europeus no Reino Unido pode ser pirateada

A aplicação digital criada pelo governo britânico para recolher dados biométricos dos europeus candidatos ao estatuto de residente no Reino Unido, obrigatório depois do Brexit e pedido por 210 mil portugueses, pode ser pirateada, alertou …

Bruxelas abre processo de infração contra Reino Unido por não nomear comissário europeu

A Comissão Europeia anunciou esta quinta-feira a abertura de um procedimento de infração contra o Reino Unido por este Estado-membro, que está em processo de saída da União Europeia (UE), não ter nomeado um comissário. “Enquanto …