Um em cada três venezuelanos não tem acesso aos alimentos para uma vida saudável

Miguel Gutierrez / EPA

Luso-venezuelana em Caracas durante protestos contra o governo de Nicolás Maduro

Um em cada três venezuelanos não tem acesso a todos os alimentos necessários para ter uma nutrição saudável, segundo um estudo realizado pelo Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas, divulgado na segunda-feira.

De acordo com o mesmo estudo, citado pelo Expresso, 25% da população não tem um “acesso sustentável” a água potável, enquanto em 72% das casas houve problemas no que diz respeito ao fornecimento de gás, impedindo, assim, que fossem preparadas refeições em quase metade dos domicílios do país.

O estudo mostra igualmente que 9,3 milhões de pessoas – quase um terço da população – vivem numa situação de insegurança alimentar “moderada” (24%) ou “muito grave” (7,9%). O conceito de segurança alimentar das Nações Unidas acontece quando “todas as pessoas, em qualquer momento, têm acesso físico, social e económico a alimentos nutritivos que permitem ter uma vida ativa e saudável”.

Mesmo nas regiões mais prósperas, um em cada cinco venezuelanos não consegue satisfazer as suas necessidades alimentares, revela também o relatório, realizado com a autorização do governo venezuelano.

A análise indica que, em 2018, 74% da população venezuelana foi obrigada a adotar estratégias para lidar com a escassez de alimentos. Em 60% das casas, por exemplo, foi reduzida a quantidade de comida ingerida por refeição.

Devido às condições sociais e económicas vividas no país, 33% dos inquiridos aceitaram trabalhar a troco de comida, 20% venderam bens para conseguir satisfazer as suas necessidades básicas e seis em cada dez famílias gastaram as suas poupanças em comida.

“À medida que as famílias ficam sem estratégias para assegurar um consumo alimentar básico, surge a preocupação, cada vez maior, de que não serão capazes de assegurar, ao curto prazo, as suas necessidades nutricionais”, refere o estudo.

O relatório mostra ainda que, devido às dificuldades, muitos venezuelanos limitam-se a consumir diariamente “cereais e tubérculos” e, várias vezes por semana, “feijões e lentilhas”. Esta situação deve-se à ausência de alimentos nos supermercados e aos elevados preços praticados.

“Este relatório mostra a gravidade da crise política, económica e social que se vive no nosso país”, comentou um dos líderes da oposição venezuelana, Miguel Pizarro, à Associated Press.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Covid-19 já faz estragos na indústria espacial. Concorrente da Space X declara falência

A empresa de satélites OneWeb, que tinha como objetivo ligar os lugares mais remotos do mundo à Internet, declarou esta sexta-feira falência depois de ter perdido um importante investidor por causa da pandemia de covid-19. …

CR7, Bernardo, Mourinho, Lage e mais 22 personalidades do futebol doaram 150 mil máscaras ao Hospital de Santo António

O agente Jorge Mendes juntou 26 personalidade do futebol, que vão desde jogadores, treinador e amigos, com o objetivo de dotar unidades hospitalares com materiais para combater a Covid-19. A iniciativa, que contou com a …

Italiana de 102 anos recuperou da covid-19. "Chamamos-lhe imortal"

Uma italiana, de 102 anos, recuperou da covid-19, depois de ter passado mais de 20 dias no hospital. Os médicos que a acompanharam vão agora estudar o seu caso. "Chamamos-lhe Highlander, a imortal", contou à CNN …

China já lucra com a Covid-19 (mas se a economia não engrenar depressa, pode nascer uma tempestade)

A China já está em fase de recuperação da Covid-19 e a economia do país dá sinais de vida, embora ainda longe dos patamares pré-pandemia. E o facto de o contágio continuar a alastrar por …

Cientistas de todo o mundo trabalham em 20 vacinas e 30 potenciais medicamentos

Cientistas em todo o mundo estão a trabalhar num total de 20 vacinas e 30 possíveis medicamentos contra o Covid-19, alguns dos quais já estão na última fase de testes antes da aprovação definitiva. De acordo …

Há uma vila na Lombardia sem infetados por Covid-19

Em Ferrera Erbognone, uma vila da Lombardia com mil habitantes e uma média de idades de 60 anos, ainda não se registaram casos de Covid-19, embora esteja no epicentro do surto em Itália. De acordo com …

Rei da Tailândia isola-se em hotel de luxo na Alemanha com 20 mulheres e vários servos

O rei da Tailândia, Maha Vajiralongkorn, decidiu isolar-se num hotel de luxo na cidade de Garmisch-Partenkirchen, na Alemanha, com a sua comitiva, que inclui um "harém" de 20 mulheres e vários servos. De acordo com o …

Rendas podem ser suspensas durante estado de emergência e mês seguinte

Empresas e famílias vão poder suspender o pagamento da renda nos meses em que vigore o estado de emergência e mês subsequente, de acordo com a proposta que cria um regime excecional de proteção aos …

Mais 11 pessoas detidas por desobediência. Número total sobe para 81

A PSP e a GNR detiveram até esta segunda-feira 81 pessoas pelo crime de desobediência no âmbito do estado de emergência iniciado dia 22 e decretado devido à pandemia de covid-19, anunciou o Ministério da …

Reembolsos de IRS arrancam em abril

No próximo mês, o fisco vai devolver valores retidos em IRS à medida que os contribuintes entreguem as declarações do imposto e é concluída a liquidação, uma iniciativa da Autoridade Tributária (AT) que arranca na …