Tweets que denunciam teoria da conspiração entre 5G e covid-19 podem estar a popularizá-la

Uma análise aos tweets sobre uma conspiração que relaciona o 5G com o surgimento da covid-19 mostra que 35% das publicações apoiavam a teoria e 32% a denunciavam, tornando involuntariamente o tópico numa tendência.

Segundo noticiou o PsyPost, uma teoria criada no início de janeiro de 2020, que relacionava o lançamento da rede móvel 5G ao surgimento da covid-19, começou a ganhar força nas redes sociais. A rede sem fio de quinta geração substitui a atual rede 4G e a teoria refere que essa nova tecnologia é responsável pela covid-19.

“A teoria da conspiração 5G e covid-19 tornou-se um tópico de tendência no Twitter e isso inicialmente despertou o nosso interesse pelo assunto”, explicou Wasim Ahmed, da Newcastle University Business School, autor do estudo publicado em maio no Journal of Medical Internet Research.

Apesar da falta de provas científicas, essa teoria da conspiração espalhou-se rapidamente nas redes sociais e teve sérias consequências, incluindo ameaças a funcionários de operadoras e ataques a antenas de telecomunicações.

Ahmed e a sua equipa queriam explorar de que forma a teoria circula nas redes sociais, se os utilizadores realmente acreditam na conspiração e quais ações podem ser tomadas pela saúde pública para impedir a sua propagação.

No estudo foram examinados os dados do Twitter que continham a palavra-chave “5Gcoronavirus” ou a ‘hashtag’ #5GCoronavirus, durante um período de sete dias – entre 27 de março de 2020 e 04 de abril de 2020 -, durante o tópico foi tendência no Reino Unido. A análise incluiu um total de 10.140 tweets de 6.556 utilizadores da rede social.

A análise aos utilizadores identificou dez contas consideradas mais influentes, com base no que os investigadores classificam como “centralidade entre as duas partes”, através da qual identificam utilizadores que possuem maior ou menor controle indireto sobre a partilha de informações.

A maioria desses utilizadores influentes eram cidadãos cujas contas mostravam tendência para partilhar teorias da conspiração. Ao quinto mais influente pertencia uma conta com o nome “5gcoronavirus19”, utilizada para espalhar a teoria, através da qual tinham sido publicados 303 tweets durante o período do estudo, antes de ser desativada pelo Twitter. A conta fazia parte de um “cluster” que incluía 408 outras contas.

Os investigadores analisaram igualmente uma amostra de 10% dos tweets sobre o coronavírus e o 5G. Verificou-se que 35% dos tweets apoiavam a teoria da conspiração, sugerindo que um número razoável de pessoas acredita na mesma. Em 33% dos tweets não havia qualquer opinião pessoal e 32% denunciavam-na ativamente.

Com base nos números recolhidos, os autores acreditam que as publicações contra a teoria estavam, mesmo sem querer, a acrescentar combustível à discussão e a tornar o tópico numa tendência. “Quando os utilizadores ingressaram na discussão para dissipar ou ridicularizar, o tópico foi elevado e teve maior visibilidade”, indicaram.

À PsyPost, Ahmed disse que espera que estes resultados mostrem “que uma das melhores maneiras de combater a desinformação da covid-19 no Twitter (ou noutras plataformas sociais) é denunciar o conteúdo ao invés de o partilhar e/ou se envolver com ele”.

A equipa sugere que as autoridades de saúde aconselhem o público a não se envolver com informações falsas, direcionando os utilizadores a denunciar esse tipo de publicação. Sugerem ainda que devem ser aumentados os esforços para encerrar as contas de propaganda, que espalham informações incorretas.

“O nosso foco estava numa única teoria da conspiração. O nosso trabalho futuro passa por examinar outras teorias da conspiração partilhadas em torno da covid-19”, referiu Ahmed.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A Família Real inglesa vai ter um novo membro (e será já no início de 2021)

A Rainha Isabel II vai ter mais um bisneto. A princesa Eugénia anunciou hoje, através das redes sociais, que está à espera do seu primeiro filho. Também a Casa real já se pronunciou sobre a …

Google Maps vai localizar e mapear áreas de contágio de covid-19

O Google Maps, 'website' e aplicação de cartografia da gigante norte-americana Google, vai poder revelar nos mapas, consultados por utilizadores, as áreas de infeção da covid-19. “Ao abrir o Google Maps, clique na guia à direita …

Cabra com mais de 400 anos encontrada mumificada numa montanha de gelo

Uma cabra morta há mais de 400 anos foi descoberta por um esquiador, em Val Aurina, em Itália. Hermann Oberlechner, alpinista e campeão de esqui, estava a caminhar quando encontrou algo invulgar e inesperado no …

Norte-americano morre após overdose de guloseimas

Um homem de 54 anos morreu na sequência de uma paragem cardíaca causada por hipocaliemia severa. A ingestão de alcaçuz preto em altas quantidades é apontada como a causa da morte. Um norte-americano de 54 anos, …

Cidade brasileira de Manaus pode já ter atingido a imunidade de grupo

Um estudo liderado pela Universidade de São Paulo, no Brasil, sugere que a cidade brasileira de Manaus, a capital do estado do Amazonas, pode já ter atingido a imunidade de grupo para o novo coronavírus …

Segunda vaga da covid-19 aumenta fosso entre ricos e os pobres em Madrid

A capital de Espanha foi a mais atingida da Europa ao nível de contágios e mortes por covid-19, situação que levou a presidente da Comunidade de Madrid, Isabel Díaz Ayuso, a decretar o bloqueio parcial …

Sobrinho de Pablo Escobar terá encontrado 18 milhões escondidos na parede do apartamento do traficante

Um sobrinho do traficante colombiano Pablo Escobar disse que encontrou 18 milhões de dólares em dinheiro escondidos dentro de uma parede de um dos apartamento do seu tio. De acordo com o jornal britânico The Independent, …

Bebé nasce durante voo (e companhia aérea oferece-lhe "passagem vitalícia")

Foi durante uma viagem de avião que uma menina resolveu vir ao mundo A mãe da bebé viajava num voo da Egyptair quando entrou em trabalho de parto e teve direito a um presente inesperado. …

Pelo menos 22 mortos em queda de avião militar na Ucrânia

Pelo menos 22 pessoas morreram, esta sexta-feira, na queda de um avião militar no este da Ucrânia, entre as quais estudantes de uma escola militar, havendo ainda registo de dois feridos graves. "Vinte mortos e dois …

Empresas espanholas terão de pagar despesas dos funcionários em teletrabalho

A lei não se aplicará se o teletrabalho tiver sido forçado pela pandemia de covid-19, mas a empresa terá de assumir, porém, as despesas dos funcionários que estejam a trabalhar à distância. De acordo com o …