Turistas podem circular entre concelhos apesar das restrições

Apenas os turistas estão autorizados a circular entre concelhos, apesar das restrições que vigoram entre 30 de outubro e 3 de novembro, indicou a AHRESP, citando um esclarecimento do Executivo.

Segundo o esclarecimento enviado pelo gabinete da secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, à Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), as restrições de circulação entre concelhos, no período compreendido entre as 00h00 de 30 de outubro e as 06h00 de 03 de novembro, não se aplicam a “turistas estrangeiros, bem como os cidadãos nacionais residentes nas regiões autónomas e fora de Portugal” para locais como empreendimentos turísticos e alojamento local.

Num comunicado anterior, a AHRESP tinha apontado que, no seu entendimento, a proibição em causa não se aplicava às reservas de alojamento previamente efetuadas.

Na leitura que faz do diploma, a AHRESP entende que as reservas previamente concretizadas, quer no domínio do Alojamento Turismo, quer no domínio dos eventos familiares e corporativos, “se encontram acomodadas” na parte da resolução que indica que esta restrição não se aplica “às deslocações de cidadãos não residentes para locais de permanência comprovada”.

Porém, na altura, a associação ressalvou que ia pedir uma clarificação à tutela.

No início desta semana, a Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) apelou para que a proibição de deslocações entre concelhos exclua as reservas em estabelecimentos hoteleiros feitas antes do anúncio da medida.

Esta medida foi aprovada na reunião do Conselho de Ministros, realizada a 22 de outubro, notando a AHP que causou “imensa perturbação e cancelamentos” junto de alguns estabelecimentos hoteleiros, nas “reservas previstas de pequenos grupos, nacionais e estrangeiros”.

Pouco mais de uma semana após o Conselho de Ministros ter anunciado o regresso do estado de calamidade, foi aprovada, a 22 de outubro, a proibição de circulação entre concelhos do continente, durante o fim-de-semana correspondente ao Dia de Finados, estando previstas medidas semelhantes às da Páscoa.

Chega interpôs providência cautelar

Segundo o jornal Público, o Chega interpôs uma providência cautelar contra a Presidência do Conselho de Ministros e o Estado, pedindo ao tribunal administrativo que suspenda a ordem de proibição de circulação entre concelhos no fim-de-semana.

De acordo com a providência cautelar, a que o jornal teve acesso, o partido de André Ventura alega que esta proibição é uma “gritante limitação ao exercício de direitos, liberdades e garantias dos cidadãos constitucionalmente protegidos”.

A providência cautelar cita ainda a Constituição para especificar que é garantido aos cidadãos o “direito fundamental de se deslocarem livremente em qualquer parte do território nacional” e para alegar que a suspensão deste direito “apenas pode ocorrer numa de duas situações: em estado de sítio ou de emergência”.

O partido argumenta também que “não há qualquer evidência técnica e/ou científica” de que a deslocação para visita ao cemitério “leve necessariamente à propagação desta ou de outra qualquer doença”, notando que são espaços ao ar livre e cujo número de visitantes “pode e deve” ser controlado pelas autarquias.

“A dualidade de critérios para a realização de grandes eventos, como foi o da Fórmula 1 em Portimão, que implicam mobilizações/deslocações massivas e os que fundamentam a limitação que ora se impugna, é repugnante para o que os cidadãos portugueses têm sofrido nos últimos meses, quer social quer economicamente”, defende o Chega.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Empresa a operar em Espanha e Portugal investigada por má gestão de resíduos da covid

Uma empresa multinacional está a ser investigada pela Guardia Civil espanhola, em estreita colaboração com a Guarda Nacional Republicana (GNR), devido a uma alegada má gestão de resíduos sanitários da covid-19. A Guarda Civil espanhola, em estreita …

"Eu não quero dizer adeus." Mosteiro torna-se símbolo da tensão em Nagorno-Karabakh

O mosteiro de Dadivank, na vila de Karvachar, está a tornar-se um símbolo da tensão que existe entre arménios e azeris na disputa por Nagorno-Karabakh. O mosteiro de Dadivank foi fundado no I Século por um …

ARS do Norte atribui origem do surto de legionella às torres da Longa Vida

Desde que as torres da fábrica Longa Vida, em Matosinhos, foram suspensas, verificou-se uma "diminuição acentuada de casos de legionella". A Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte atribuiu a origem do surto de legionella na …

Exército norte-americano está a desenvolver uma tecnologia que lê a mente dos soldados

A tecnologia ao serviço da Defesa dos Estados Unidos da América. O Exército norte-americano está a investir em pesquisas neurocientíficas, numa tentativa de descodificar o significado por trás de diferentes sinais cerebrais. O Exército dos Estados …

Jerónimo de Sousa reeleito secretário-geral do PCP

Este sábado à noite, o novo Comité Central comunista escolheu Jerónimo de Sousa para continuar enquanto secretário-geral. João Ferreira, candidato presidencial do partido, entra para a Comissão Política do Comité Central. Jerónimo de Sousa foi eleito …

Popularidade de Marcelo e Costa aumenta (e o principal rosto da oposição é Rui Rio)

Rui Rio é apontado como principal figura da oposição na sondagem TSF/JN. O primeiro-ministro, o Governo, a oposição e o Presidente da República sobem a nota. De acordo com o barómetro de novembro da Aximage para …

Morreu David Prowse, o Darth Vader de "Star Wars"

Conhecido por interpretar Darth Vader na saga Star Wars – Guerra das Estrelas, o ator David Prowse morreu este sábado aos 85 anos. Morreu David Prowse, o ator atrás da máscara de Darth Vader na trilogia …

PJ detém hacker que atacou tribunal eleitoral brasileiro

Este sábado, a Polícia Judiciária (PJ) deteve um hacker português, de 19 anos, suspeito de ter feito ataques ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do Brasil registados este mês durante a primeira volta das eleições autárquicas. …

Caso Novo Banco não é inconstitucional, mas é um "número de circo", avisa jurista

Para Rogério Fernandes Ferreira, ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, anular a transferência de 476 milhões de euros para o Novo Banco não é inconstitucional, mas gerará responsabilidade civil. A anulação da transferência de 476 milhões …

Canibalismo é observado pela primeira vez em espécie de macacos

Uma equipa de investigadores observou um caso de canibalismo em macacos-prego selvagens de cara branca. No estudo, os especialistas descrevem um incidente no qual membros desta espécie consumiram restos mortais de uma cria de 10 …