Turista multado em 300 euros em Itália. Estava a dormir a sesta numa rede

Itália parece continuar a sua “guerra” contra os turistas. Depois de uma casal de alemães ter sido multado em 950 euros por fazer café na rua, agora foi a vez de um austríaco ser obrigado a pagar 300 euros por dormir a sesta numa rede.

O homem, de 52 anos, foi multado em 300 euros depois de ser apanhado a dormir a sesta numa cama de rede na cidade de Trieste, no nordeste de Itália, noticia a Deutsche Welle.

“O homem instalou uma rede bloqueando parte de uma passagem para pedestres na orla marítima de Trieste. Estamos a falar de uma avenida onde as pessoas fazem passeios de lazer. [O turista] bloqueou o caminho e tirou uma sesta”, revelou o porta-voz da polícia italiana em declarações à DW.

De acordo com a mesma fonte, este tipo de intervenções está previsto na regulamentação municipal para os espaços verdes da cidade. “É uma regulamentação que diz respeito a todos os patrimónios públicos e espaços verdes da cidade”, sublinhou.

Não é normal que alguém vá para a rua e instale uma rede, mesmo que haja árvores”.

O austríaco pendurou uma cama de rede entre duas árvores no bairro marítimo de Barcola, conhecido pela sua floresta de pinheiros e praias, sendo depois interrompido pelas autoridades que receberam queixas de pessoas que por lá passavam.

O antigo presidente da cidade de Trieste, Roberto Cosolini, recorreu à sua página de Facebook e, com alguma ironia à mistura, criticou a situação, sugerindo que a cidade deve, antes de multar turistas, informá-los sobre o que podem ou não fazer.

“Felizmente, a minha paixão pelo México e pelas suas redes levou-me a instalar uma confortável rede de Yucatán em casa”, escreveu no seu mural.

“Posso relaxar com uma cerveja ou daiquiri sem correr nenhum risco. Brincadeiras à parte, talvez possamos começar por explicar, principalmente aos turistas estrangeiros numa cidade acolhedora, sobre as regras e convidá-los a respeitá-las”, pode ler-se.

Veneza aprovou recentemente uma legislação para tentar controlar os comportamentos dos 30 milhões de turistas que todos os anos visitam a cidade lagunar. A nova lei, aprovada em maio, estabelece regras de decência, limpeza e segurança.

São proibidos piqueniques em determinados locais, tomar banho em fontes e não usar camisola em espaços públicos, podendo os infratores serem multados.

Em dezembro passado, a cidade ganhou aprovação para introduzir uma taxa de entrada de até 10 euros para turistas de curta duração.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Portugueses estão menos preocupados com a pandemia, mas apreensivos com a economia

O grau de preocupação com a pandemia diminuiu de 80,9% durante o estado de emergência para 76,2% no estado de calamidade, mas os portugueses estão mais alerta quanto ao impacto na economia, conclui um inquérito …

Nova morte, saqueamentos e protestos. Minneapolis vive caos após homicídio de George Floyd

Um homem foi encontrado morto a tiro, na madrugada de hoje, suspeito de ter sido vítima dos protestos, em Minneapolis, contra a morte de um homem negro sob custódia policial. Durante a noite de quarta-feira, milhares …

Filho de Deeney tem problemas respiratórios. Jogador foi alvo de abusos por recusar treinar

O futebolista Troy Deeney, capitão do Watford, revelou que tem sido alvo de abusos e comentários depreciativos, por ter recusado voltar aos treinos, face aos problemas respiratórios do seu filho. “Vi comentários em relação ao meu …

Parlamento aprova alargamento de apoios a todos os sócios-gerentes afetados pela pandemia

O parlamento aprovou hoje, em votação final global, um texto final que alarga os apoios no âmbito do `layoff´ aos sócios-gerentes das micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia covid-19, independentemente do volume de faturação. Com …

Pandemia de covid-19 alimenta corrupção na América Latina

A propagação da Covid-19 na América Latina está a alimentar a corrupção nos vários países que a integram, que vai desde a inflação dos preços a situações de aproveitamento económico e de ligações entre políticos …

Mais de 500 católicos portugueses contra proibição de comunhão na boca

Mais de 500 católicos portugueses, entre leigos e sacerdotes, apelaram à Conferência Episcopal Portuguesa para revogar a proibição de os fiéis receberem a comunhão na boca, por causa da pandemia de covid-19, informou na quarta-feira …

Adeptos recusam devolução dos bilhetes. Bayern distribui dinheiro por clubes amadores

Os adeptos do Bayern renunciaram ao direito de serem reembolsados pelos bilhetes comprados para os jogos até ao final da temporada. O clube decidiu distribuir o dinheiro pelos emblemas amadores da região da Baviera. Tal como …

Trabalhadores acusam TAP de pagar abaixo do salário mínimo a tripulantes em lay-off

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) acusou hoje a TAP de não estar a pagar o previsto na lei do ‘lay-off’, indicando vários casos em que a remuneração é inferior …

Tesla baixa preço de quase todos os modelos nos Estados Unidos

A empresa de carros elétricos Tesla baixou o preço dos Modelos 3, S e X no mercado norte-americano, visando estimular as vendas que estão em declínio durante a pandemia, avança a agência Reuters. O semanário …

Assessor de Boris cometeu infração ao confinamento, conclui polícia

A polícia britânica concluiu que Dominic Cummings, assessor do primeiro-ministro, Boris Johnson, cometeu uma violação "menor" das regras de confinamento introduzidas para combater o novo coronavírus, mas não pretende abrir um processo. Cummings admitiu ter conduzido …