O turismo de massas está a destruir cidades (e uma delas é o Porto)

As companhias aéreas low cost contribuem cada vez mais para o turismo de massas e a cidade do Porto já está a sentir os efeitos.

Segundo a revista alemã Spiegel, as grandes concentrações de turistas estão a destruir os principais destinos turísticos e a dificultar cada vez mais a vida dos residentes dessas regiões. O Porto é uma das cidades portuguesas mais ameaças pelo turismo de massas.

Portugal está a sentir um enorme crescimento a nível turístico, e a Invicta não foge à regra. Só no ano passado, cerca de 2.5 milhões de turistas visitaram a cidade e metade deles foi à descoberta da Livraria Lello, um ponto turístico obrigatório no Porto. Esta livraria, que recebe um grande número de visitantes por ano, viu-se obrigada a começar cobrar cinco euros de entrada para conseguir manter as portas abertas.

O turismo moderno alterou a forma como encaramos o verbo “viajar”, e as companhias aéreas low cost ajudaram na mudança deste paradigma. Em 1997, foram transportados globalmente 1.45 biliões de passageiros. Vinte anos mais tarde, em 2017, este número tinha subido para 3.98 biliões.

Invariavelmente, têm sido os turistas, e não os residentes locais, a transformar e a moldar a imagem de algumas das mais bonitas e famosas cidades europeias, incluindo o Porto.

O turismo predatório moderno é uma das formas de turismo que tem desgastado as cidades. A maioria destes viajantes permanecem pouco tempo nos locais, mas comportam-se como se a cidade fosse deles, explica a Volta ao Mundo.

Com as infraestruturas locais e as cidades sobrelotadas, quem mais sofre são os residentes locais – e o fenómeno faz-se notar num aspeto em particular: é muito mais rentável alugar um quarto a um turista do que a um habitante local.

Desta forma, a indústria do turismo enfrenta um novo obstáculo: os anfitriões dos alojamentos. O problema originou protestos um pouco por todo o mundo, nomeadamente em Veneza, onde foi proibida a entrada de navios de cruzeiro no porto da cidade.

Turistas vão para casa“, a frase pintada nas paredes, começa a ser uma vista comum em locais com grandes concentrações turísticas.

Portugal é um dos países em que o turismo aumenta a passos largos, e com isso os serviços associados — como a construção de hotéis, a abertura restaurantes e lojas de souvenirs, ou o aluguer de viaturas.

O turismo é bom, o excesso de turismo é prejudicial. A indústria do turismo tem começado a reconhecer este problema, mas, questiona a Spiegel, será possível solucioná-lo com o número de turistas a aumentar cada vez mais?

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

    • A Lello recebe todos os dias a visita de milhares de turistas que entram de nariz no ar só para ver as escadas e passear lá por dentro. Os 5€ são taxa para turista. À saída, quem tiver comprado um livro recebe os 5€ de volta, que são descontados no preço do livro. Parece-me muito bem pensado.

RESPONDER

Os portugueses dormem pouco e mal

Os portugueses estão a descansar poucas horas, dormindo em média menos de seis horas diárias, com reflexos negativos na vida ativa e social, disse esta sexta-feira o presidente da Associação Portuguesa do Sono (APS), Joaquim …

Vaticano destitui ex-cardeal dos Estados Unidos por acusações de abusos sexuais

A Congregação para a Doutrina da Fé expulsou do sacerdócio o ex-cardeal e arcebispo emérito de Washington Theodore McCarrick depois de este ser acusado de abusos sexuais de menores e seminaristas, anunciou o Vaticano. Num comunicado, …

Maré de água suja atingiu a já debilitada Grande Barreira de Coral

Um enorme manto de água poluída oriunda das recentes inundações que se registaram no nordeste da Austrália penetrou em partes da já debilitada Grande Barreira de Coral, o maior recife de coral do mundo. Estas camadas …

É oficial: Pedro Marques é o cabeça-de-lista socialista às europeias

O atual ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, Pedro Marques, é o cabeça de lista dos socialistas às eleições europeias. Era uma notícia já avançada por vários órgãos de comunicação social e hoje António Costa confirmou-a. …

Governo espanhol aprova ordem de exumação de Franco

O Governo espanhol aprovou a ordem para exumar o ditador Francisco Franco do seu atual lugar de enterro, o monumento do Vale dos Caídos, medida à qual a família ainda se opõe. Os familiares de Franco …

Sonda da NASA aperta órbita em preparação para a missão Marte 2020

A missão MAVEN (Mars Atmosphere and Volatile Evolution) da agência espacial norte-americana, já com 4 anos, está a embarcar numa nova campanha para apertar a sua órbita em torno de Marte. A operação vai reduzir …

Trump precisa de oito milhões de dólares para o muro e a Casa Branca explica onde os vai buscar

A Casa Branca identificou esta sexta-feira os fundos federais que serão utilizados pela administração de Donald Trump para conseguir financiar a construção do muro na fronteira com o México. O Presidente norte-americano declarou esta sexta-feira estado …

Desativação de bomba da II Guerra Mundial paralisa e evacua Paris

Mais de mil moradores e trabalhadores evacuados, comboios urbanos, nacionais e internacionais cancelados, estradas fechadas, rotas de autocarro desviadas e pelo menos uma estação de metro encerrada em Paris. Também o bairro de porte de La …

Pouco se sabe sobre a morte de Khashoggi. Mas há um homem que diz ter muito para contar

Neste momento, as informações aparecem a conta-gotas. Foi a estratégia usada pelas autoridades turcas, desde o primeiro momento, para gerir a forma como revelaram informações sobre o assassinato de Jamal Khashoggi. Khashoggi morreu dentro do consulado …

Enfermeiros marcam greve nacional para 8 de março

A Associação Sindical Portuguesa dos Enfermeiros (ASPE) vai decretar greve nacional para dia 8 de março, para permitir a participação dos profissionais numa marcha em homenagem à enfermagem que está programada para Lisboa. O anúncio foi …