O turismo de massas está a destruir cidades (e uma delas é o Porto)

As companhias aéreas low cost contribuem cada vez mais para o turismo de massas e a cidade do Porto já está a sentir os efeitos.

Segundo a revista alemã Spiegel, as grandes concentrações de turistas estão a destruir os principais destinos turísticos e a dificultar cada vez mais a vida dos residentes dessas regiões. O Porto é uma das cidades portuguesas mais ameaças pelo turismo de massas.

Portugal está a sentir um enorme crescimento a nível turístico, e a Invicta não foge à regra. Só no ano passado, cerca de 2.5 milhões de turistas visitaram a cidade e metade deles foi à descoberta da Livraria Lello, um ponto turístico obrigatório no Porto. Esta livraria, que recebe um grande número de visitantes por ano, viu-se obrigada a começar cobrar cinco euros de entrada para conseguir manter as portas abertas.

O turismo moderno alterou a forma como encaramos o verbo “viajar”, e as companhias aéreas low cost ajudaram na mudança deste paradigma. Em 1997, foram transportados globalmente 1.45 biliões de passageiros. Vinte anos mais tarde, em 2017, este número tinha subido para 3.98 biliões.

Invariavelmente, têm sido os turistas, e não os residentes locais, a transformar e a moldar a imagem de algumas das mais bonitas e famosas cidades europeias, incluindo o Porto.

O turismo predatório moderno é uma das formas de turismo que tem desgastado as cidades. A maioria destes viajantes permanecem pouco tempo nos locais, mas comportam-se como se a cidade fosse deles, explica a Volta ao Mundo.

Com as infraestruturas locais e as cidades sobrelotadas, quem mais sofre são os residentes locais – e o fenómeno faz-se notar num aspeto em particular: é muito mais rentável alugar um quarto a um turista do que a um habitante local.

Desta forma, a indústria do turismo enfrenta um novo obstáculo: os anfitriões dos alojamentos. O problema originou protestos um pouco por todo o mundo, nomeadamente em Veneza, onde foi proibida a entrada de navios de cruzeiro no porto da cidade.

Turistas vão para casa“, a frase pintada nas paredes, começa a ser uma vista comum em locais com grandes concentrações turísticas.

Portugal é um dos países em que o turismo aumenta a passos largos, e com isso os serviços associados — como a construção de hotéis, a abertura restaurantes e lojas de souvenirs, ou o aluguer de viaturas.

O turismo é bom, o excesso de turismo é prejudicial. A indústria do turismo tem começado a reconhecer este problema, mas, questiona a Spiegel, será possível solucioná-lo com o número de turistas a aumentar cada vez mais?

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

    • A Lello recebe todos os dias a visita de milhares de turistas que entram de nariz no ar só para ver as escadas e passear lá por dentro. Os 5€ são taxa para turista. À saída, quem tiver comprado um livro recebe os 5€ de volta, que são descontados no preço do livro. Parece-me muito bem pensado.

RESPONDER

Bebé nos EUA nasceu sem pele (e ainda não se sabe porquê)

Um bebé no Texas, nos EUA, nasceu sem pele na maior parte do seu corpo. Ja'bari Gray nasceu a 1 de janeiro e pesava apenas 1,4 quilogramas. O menino não tem pele na maior parte do …

Os donos de cães são mais felizes que os donos de gatos

O mundo está dividido em dois: amantes de cães e amantes de gatos. Um estudo acaba de revelar que os donos de cães são mais felizes do que os donos de felinos. Será que os donos …

Estávamos quase a perder um osso do joelho (mas afinal está de volta)

Algumas pessoas têm um osso extra no joelho, conhecido como fabela. Ninguém identificou um propósito para o osso, que até aumenta o risco de artrite. Não era uma surpresa que o osso estivesse a tornar-se cada …

Explosões em hotéis e igrejas no Sri Lanka fazem 200 mortos. Há um português entre as vítimas

Uma série de oito explosões simultâneas em quatro hotéis, um complexo de casas e três igrejas no Sri Lanka deixou pelo menos 207 mortos, entre os quais nove estrangeiros, e 469 pessoas feridas. Um dos …

Os ratos (também) têm sentimentos

Cientistas detetaram “neurónios-espelho” nos ratos. Quando um rato sofre, as células que o seu cérebro ativa são as mesmas do que quando vê um outro rato sofrer. A dor é partilhada e transversal, exatamente como …

Milhares de peregrinos vão a Shingo em busca de Jesus (que, diz a lenda, ali está enterrado)

Jesus não morreu aos 33 anos, mas aos 109. Casou e teve três filhas. Quem foi crucificado em Jerusalém foi o seu irmão. Estas são as crenças de um pequeno grupo de cristãos que vivem …

Os Simpsons fazem 30 anos a celebrar o seu dia internacional

A série sobre uma das famílias mais queridas da televisão mundial "Os Simpsons" vai fazer em dezembro 30 anos desde a sua estreia neste formato, mas as comemorações começam já esta sexta-feira com direito a …

Só as mulheres podem parar o Apocalipse nuclear

O aumento da participação feminina no setor nuclear ajudaria a reduzir a ameaça de um Apocalipse, afirmou recentemente a analista Xanthe Scharf. O conflito nuclear continua a ser a maior ameaça imediata à segurança global. Os …

Esqueleto que caiu de um penhasco pode ter pertencido a uma princesa

Há mais de um século, um tronco esculpido que continha o antigo esqueleto de uma mulher caiu de um penhasco à beira-mar na pequena vila costeira polaca de Bagicz. Agora, os investigadores determinaram que a mulher …

Apanhado no Facetime. Prisão perpétua para português por violação e agressão em Inglaterra

Um português a residir em Inglaterra foi condenado a prisão perpétua por violação e agressão a uma jovem de 19 anos, tendo uma captura de ecrã durante uma chamada de FaceTime sido um elemento chave. Samuel …