Trump veta proibição de venda de armas à Arábia Saudita

Jim Lo Scalzo / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O Presidente norte-americano, Donald Trump, vetou esta quinta-feira as resoluções do Congresso que bloqueavam a venda de armas à Arábia Saudita e a outros aliados dos Estados Unidos.

Estas resoluções, adotadas na semana passada, “iriam enfraquecer a competitividade da América no mundo e prejudicariam importantes relações” que o país tem com os “aliados e parceiros”, escreveu Donald Trump numa carta enviada ao Senado. “Por estes motivos, é meu dever reenviar [estas resoluções] ao Senado sem a minha aprovação”, acrescentou.

Segundo a SIC Notícias, a Casa Branca alega que a ameaça do Irão é razão para aprovar a venda de 8 milhões de dólares em armas para os aliados dos Estados Unidos.

Na semana passada, a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos condicionou a vendas de armas à Arábia Saudita à autorização do Congresso, depois de o Senado ter votado no mesmo sentido em junho. A decisão significou um revés para o Presidente norte-americano, que podia exercer, no entanto, o seu direito de veto.

Apesar do apoio da Câmara dos Representantes e do Senado, era necessária a assinatura de Donald Trump para que a legislação entrasse em vigor e era previsível que o Presidente usasse o poder de veto.

No total, a câmara baixa do Congresso aprovou três resoluções, que já tinham sido aprovadas na câmara alta, que pretendiam impedir que Trump vendesse armas sem autorização do Congresso, designadamente à Arábia Saudita, Espanha, Reino Unido, Itália, Emirados Árabes Unidos e Jordânia.

Os contratos de armamento, estimados em 8 mil milhões de dólares (7,1 mil milhões de euros), incluem milhares de munições teleguiadas, outras bombas e munições, e apoio à manutenção de aeronaves.

Devido à morte de civis no Iémen, os representantes tinham aprovado uma resolução na qual se pedia a suspensão do apoio militar à Arábia Saudita nesse conflito, a menos que fosse para combater diretamente a Al-Qaeda, o que Trump vetou imediatamente.

Os congressistas também têm sido muito críticos com as autoridades sauditas, pelo seu alegado envolvimento no assassínio do jornalista Jamal Khashoggi.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pais da bebé Matilde ajudaram Tomás a tratar cancro nos ossos

Tomás Leal, de 5 anos, tal como a irmã, Marta, de 9 anos, sofre de cancro nos ossos. Os pais recorreram à Clínica Universidad de Navarra, em Espanha, para uma solução médica que evite …

Já é conhecido o novo Governo. Há mais mulheres e cinco novos ministros

António Costa levou esta tarde os nomes do novo Governo que foram validados pelo Presidente da República. Costa quis deixar o assunto encerrado antes de partir para o Conselho Europeu de quinta e sexta-feira. A …

Relação de Lisboa reconhece insónias como motivo para indemnização

Uma empresa foi obrigada a indemnizar três funcionários que tinham sido despedidos e a reintegrá-los. A Relação de Lisboa considerou que os trabalhadores "passaram a andar deprimidos e ansiosos, dormindo mal" e por esse motivo …

Incêndio no Pinhal de Leiria terá originado de dois reacendimentos

O incêndio na Mata Nacional de Leiria, no dia 15 de outubro de 2017, resultou de dois reacendimentos de um incêndio após uma queimada e outro de um possível fogo posto, refere o despacho de …

Peste suína leva China a proibir carne de Timor-Leste

A China interditou a entrada de carne de porco proveniente de Timor-Leste devido ao surto de peste suína africana detetado no arquipélago. Segundo um edital publicado esta terça-feira pela Administração Geral da Alfândega da China, mas …

Lisboa está entre as cem cidades com os melhores hospitais do mundo

Lisboa figura na lista das cidades com os melhores hospitais do mundo segundo o estudo "Best Hospital Cities Ranking 2019", realizado pela primeira vez pela tecnológica da área da saúde Medbelle, uma startup baseada em …

Gaudêncio demite-se da liderança do PSD/Açores e pede eleições internas antecipadas

O líder do PSD/Açores, Alexandre Gaudêncio, demitiu-se esta terça-feira do cargo e vai pedir eleições internas diretas, não adiantando se se irá recandidatar ao cargo que assumiu há um ano. Alexandre Gaudêncio anunciou esta terça-feira, em …

Mortes causadas por agentes da polícia crescem 4,3% com Bolsonaro no poder

Agentes da polícia no Brasil causaram a morte de pelo menos 2.886 pessoas nos primeiros seis meses deste ano, mais 4,3% que os 2.766 registados no mesmo período do ano passado. Segundo um levantamento divulgado na …

Duarte Cordeiro, Alexandra Leitão e Ricardo Serrão Santos. Costa e Marcelo reunidos para falar sobre novo governo

O primeiro-ministro indigitado está esta tarde reunido com o Presidente da República, na habitual reunião semanal, que foi antecipada e que servirá para António Costa entregar a composição do novo governo a Marcelo Rebelo de …

FMI. Portugal vai crescer acima da zona euro em 2019 e 2020

Com a revisão em alta de 0,2 pontos percentuais para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2019, o FMI posiciona as suas previsões alinhadas com as do Governo, mas mantêm-se menos otimista para 2020 do …