Trump tentou despedir chefe das investigações à Rússia

The White House / Wikimedia

O Procurador Especial do Departamento da Justiça dos EUA, Robert Mueller

Em junho, Donald Trump terá dado ordens para despedir Robert Mueler, quando este foi nomeado para apurar se houve conluio entre a equipa do Presidente e o Kremlin. Só não o fez porque o seu principal advogado ameaçou despedir-se.

O Expresso avança que o chefe da equipa legal da Casa Branca ameaçou despedir-se depois de Donald Trump ter dado ordens para o despedimento de Robert Mueller, nomeado para a apurar a alegada ingerência russa nas presidenciais norte-americanas.

Segundo as fontes citadas pelo New York Times, o antigo diretor do FBI soube desta tentativa de Trump recentemente, quando a sua equipa começou a contactar atuais e ex-funcionários da administração para perceber se o Presidente cometeu crimes de obstrução à Justiça.

Foi após as primeiras notícias que davam conta de que o conselheiro especial tinha intenção de examinar se houve obstrução à Justiça da parte do Presidente, a começar pelo despedimento de Comey dias depois de este ter recusado suspender os inquéritos deste caso e passando pelo facto de ter ajudado o seu filho mais velho, Donald Trump Jr., a mentir sobre uma reunião com uma advogada do Kremlin que queria “ajudar” Trump pai a derrotar Hillary Clinton, que Trump considerou despedir Mueller.

Na altura, o Presidente argumentou que Mueller não devia investigá-lo por causa de conflitos de interesse e alegou ainda que o chefe das investigações não podia ser imparcial porque tinha trabalhado recentemente para uma sociedade de advogados que, em tempos, representou o seu genro, Jared Kushner.

Finalmente, apresentou como justificação o facto de Mueller ter sido entrevistado para voltar a chefiar o FBI dias antes de o vice-procurador-geral dos EUA, Rod Rosenstein, o ter escolhido para liderar as investigações à ingerência russa e ao conluio.

Quando recebeu a ordem do Presidente, o principal advogado da Casa Branca, Donald F. McGahn, recusou passar o pedido para o Departamento de Justiça, ameaçando despedir-se se tivesse de o fazer. Segundo as quatro fontes, McGahn não concordou com os argumentos de Trump e disse a membros da administração que despedir Mueller teria um efeito catastrófico na presidência do empresário.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Quim Torra perde mandato de deputado. Catalunha arrisca ficar sem Governo

O presidente independentista da Catalunha perdeu o seu mandato como deputado regional, esta segunda-feira, o que levanta dúvidas sobre a sua continuação à frente do Governo regional. Quim Torra, do partido Juntos pela Catalunha de Carles …

Herdeiros e casais têm até hoje para pedir alteração no Adicional ao IMI

Os casais e os beneficiários de heranças indivisas têm até esta terça-feira para entregar no Portal das Finanças o pedido de alteração à forma como foram tributados no Adicional ao Imposto Municipal sobre os Imóveis …

Tribunal de Contas trava medicamento "essencial" no Hospital de Guimarães

O Tribunal de Contas (TdC) recusou o visto a um contrato, no valor de 2,9 milhões de euros, celebrado pelo Hospital de Guimarães para aquisição de um medicamento considerado “essencial” para a prestação de cuidados …

Francisco Rodrigues dos Santos não se quer eternizar "na cadeira de presidente do CDS"

"À medida que as pessoas se vão eternizando nos lugares, começam a confundir o interesse público com o interesse particular". Por isso, Francisco Rodrigues dos Santos não se quer eternizar no CDS-PP. Em entrevista à TVI, …

Menos 115 deputados. Itália realiza referendo para reduzir Parlamento

A Itália organiza em 29 de março um referendo sobre a alteração da Constituição e a redução do número de deputados, uma data esta proposta pelo Governo de coligação entre o Movimento Cinco Estrelas (M5S) …

Flamengo chega a acordo com o Inter por Gabigol

Flamengo e Inter de Milão já chegaram a acordo para a transferência definitiva de Gabigol, jogador que esteve durante a última temporada na equipa brasileira por empréstimo. Segundo o portal brasileiro Globo Esporte, os dirigentes do …

Espanha quer "assaltar" o lugar de Centeno no Eurogrupo

Nadia Calviño, a número dois do Governo Espanhol, assume-se como favorita para assumir a presidência do Eurogrupo, caso o ministro das Finanças português, Mário Centeno, decida não entrar na corrida. A notícia é avançada esta terça-feira …

Dívidas de hospital de Lisboa travam compra de dois medicamentos para cancro

As dívidas do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte, que inclui os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, levaram o Tribunal de Contas (TdC) a chumbar a compra de dois medicamentos para um cancro …

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões da Sonangol para uma empresa de Isabel dos Santos

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões das contas da petrolífera estatal Sonangol no private banking do Eurobic, em Lisboa, para uma empresa de Isabel dos Santos, avança o Correio da Manhã esta terça-feira. …

Livro de John Bolton pode prolongar julgamento de Donald Trump

  Ao segundo dia de defesa dos advogados da Casa Branca no julgamento do impeachment de Donald Trump, caiu uma "bomba" no Senado. O livro escrito por John Bolton, ex-conselheiro de segurança nacional do Presidente dos …