Não há acordo. Trump acaba com última esperança dos dreamers

David Maxwell / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Donald Trump afirmou este domingo que não há acordo sobre a legalização dos jovens imigrantes abrangidos pelo antigo programa DACA, Deferred Action for Childhood Arrivals, e deu por terminadas as negociações com os democratas.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou este domingo que não vai haver acordo para regularizar a situação dos jovens imigrantes ilegais protegidos da deportação pelo DACA, e pediu aos congressistas republicanos para usarem a maioria no Congresso para aprovar leis migratórias mais duras.

As declarações de Trump representam uma mudança de postura do presidente em relação ao DACA. Até então, ele afirmava querer solucionar o problema dos dreamers, os jovens imigrantes conhecidos como “sonhadores”, e tinha culpado os democratas pelo bloqueio das negociações sobre o assunto.

Hoje, porém, Trump pediu aos correligionários que usem a chamada “opção nuclear” para mudar o regimento do Senado e aprovar uma lei de imigração sem contemplar uma solução para o DACA. “Os republicanos devem usar a opção nuclear para aprovar leis duras. Não mais acordos com o DACA“, disse Trump no Twitter.

A “opção nuclear” faz com que os projetos sejam aprovados por maioria simples (51 votos) e não com 60, como normalmente ocorre. Quem pode convocar a medida é o líder do Senado, o republicano Mitch McConnell.

Congressistas dos dois partidos apresentaram várias propostas para dar uma solução definitiva para a situação dos “sonhadores”, mas Trump não aceitou nenhuma delas por não garantirem dinheiro suficiente para o muro com o México ou porque não acabavam com o atual sistema de reagrupamento familiar.

No Twitter, Trump também criticou o México e voltou a ameaçar acabar com o NAFTA, Tratado de Livre-Comércio da América do Norte, que os EUA estão a renegociar com mexicanos e canadianos.

O México está a fazer muito pouco, quase nada, para evitar que as pessoas cheguem ao país através da sua fronteira sul e, depois, aos Estados Unidos. Riem das nossas leis tolas de imigração. Eles têm que acabar com as drogas e o fluxo de gente, ou vou acabar com o NAFTA. Precisamos de um muro!”, disse Trump.

ZAP // EFE

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Por este andar, a America vai ficar deserta ou apenas com os índios, se é que não os exterminaram já todos. São todos emigrantes ou filhos deles…

      • Exato.
        E só para relembrar mentes mais esquecidas, quando o Clinton começou a construir o muro, ninguém se lembrou de o chamar de racista… A campanha suja dos democratas continua.

RESPONDER

Mexia não vai deixar que chineses interfiram no plano estratégico da EDP

O presidente da EDP, António Mexia, garantiu que não vai deixar que nenhum acionista impeça o desenvolvimento do plano estratégico da empresa, deixando o aviso à China Three Gorges. Em entrevista concedida ao Jornal Económico, António …

Impostos indiretos subiram com Governo de Costa e são já 55% da carga fiscal

Os impostos indiretos têm vindo a aumentar em Portugal. Dados da Direção-Geral do Orçamento mostram que o peso da tributação indireta no total da receita fiscal do subsector Estado, em 2018, ascendeu a 55,4%, o …

Espanha pode ficar isenta de cumprir caudais do rio Tejo por causa da falta de chuva

Os caudais do Tejo podem ficar ainda mais baixos dentro de semanas. Com a falta de chuva, Espanha deverá invocar a exceção prevista na Convenção de Albufeira para não libertar os valores mínimos de água …

Haaland tem cinco namoradas e meio mundo atrás dele (mas pode seguir o caminho da Red Bull)

Apesar do interesse de grandes clubes do futebol mundial, Haaland pode seguir o trilho da Red Bull e transferir-se para do Salzburg para o Leipzig. O norueguês é uma das maiores jovens promessas da atualidade. Erling …

PSD pondera propor fim dos debates quinzenais e torná-los mensais

O PSD está a ponderar apresentar uma proposta para acabar com os debates quinzenais com o primeiro-ministro e torná-los mensais. A proposta passa também pela substituição de um desses "duelos" atuais por um debate temático …

Segunda vítima mortal nos protestos de Hong Kong. Xi Jinping condena manifestações

O quarto dia consecutivo de protestos ficou marcado pela morte de um homem de 70 anos. Esta é a segunda vítima mortal desde o início das manifestações em Hong Kong. De acordo com a imprensa internacional, …

Governo prepara dois novos escalões de IRS para a classe média

O primeiro-ministro afirmou esta quinta-feira que o objetivo do Governo no próximo Orçamento é dar “um primeiro passo” para conferir uma maior progressividade no IRS e diminuir o peso deste imposto sobre os vencimentos da …

Dois procuradores do caso Tancos vão sair do DCIAP

Os procuradores Vítor Magalhães e João Valente, da equipa que investigou o caso Tancos, vão sair do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) no âmbito do movimento de magistrados do Ministério Público (MP), …

Cerca de 40% dos hospitais têm ruturas diárias de medicamentos

Os preços "excessivamente baixos dos medicamentos genéricos" são a causa mais importante identificada pelos hospitais para as ruturas de fornecimento. Quase 40% dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) indicam ter diariamente ruturas no fornecimento …

Secretário de Estado: despenalizações como a que absolveu o Benfica vão terminar. "Será inapelável"

João Paulo Rebelo assegurou que a entrada em vigor da lei de combate à violência no desporto evitará situações como a que levou à recente anulação do castigo imposto ao Benfica. O secretário de Estado da …