Trump quer os professores armados nas escolas para acabar com os tiroteios

Shawn Thew / EPA

Donald Trump, estudantes, professores, vítimas Parkland

Donald Trump encontrou-se com estudantes, professores e familiares das vítimas de Parkland

O Presidente dos Estados Unidos recebeu na Casa Branca professores, estudantes e familiares das vítimas do tiroteio da Florida.

Donald Trump sugeriu esta quarta-feira que armar professores poderia ser a solução no que toca a prevenir massacres como o de quarta-feira da semana passada quando, numa escola secundária da Florida, um rapaz de 19 anos, Nikolas Cruz, entrou armado e fez um saldo de 17 mortes.

Depois de se reunir com os sobreviventes do tiroteio, o Presidente disse: “Se tivéssemos um professor especialista em armas de fogo, o ataque poderia terminar muito rapidamente”. Donald Trump admitiu saber que a ideia seria controversa, segundo a Reuters.

Em semicírculo, no restaurante Estatal da Casa Branca, o Presidente dos Estados Unidos ouviu professores, familiares das vítimas e estudantes que exigem mudanças para que novos massacres não voltem a acontecer.

Trump comprometeu-se a tomar medidas para melhorar a verificação de antecedentes de quem adquire armas, avança a RT.

Na reunião participaram seis estudantes de Parkland, a escola que foi tomada de assalto por Nikolas Cruz que, com uma semi-automática AR-15, matou indiscriminadamente quem aparecia à sua frente.

Por fim, o Presidente assegurou a todos os participantes da reunião que a sua Administração trataria de fazer um “finca-pé” para melhorar as comprovações dos antecedentes e da saúde mental dos alunos num esforço para tornar as escolas mais seguras.

Este tiroteio foi o 18º numa escola dos Estados Unidos, só este ano, e o segundo mais mortífero, desde o de Sandy Hook, que aconteceu em 2012 e fez 26 mortos.

De acordo com a Everytown Research, que contabiliza tiroteios em escolas e universidades desde 2013, 291 tiroteios tiveram lugar em escolas dos EUA desde 2013, ou seja, uma média de um por semana.

Trump usou cábula para se lembrar de mostrar empatia com vítimas de tiroteio

Durante a reunião, Donald Trump segurou uma folha que acabou por ser fotografada pelos jornalistas presentes. A folha tinha 5 pontos, como “O que gostariam que soubesse sobre a vossa experiência?”, “O que podemos fazer para vos ajudar a sentirem-se seguros?”.

O ponto três e quatro são impercetíveis, mas o que está a captar a atenção é o ponto cinco. “I hear you“, lê-se no último ponto, que traduzido à letra, seria “eu ouço-vos”, mas a expressão poderá ser traduzida como “Compreendo-vos”.

De acordo com o Jornal de Notícias, vários meios de comunicação norte-americanos e utilizadores de redes sociais criticaram o Presidente por, aparentemente, precisar de ser lembrado de mostrar empatia para com as vítimas.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Brilhante!…
    Mas, o que se podia esperar do Trampa?!…
    Controlar/diminuir o numero de armas?! Não; vender ainda mais!…
    É que está mais que “provado” que quantas mais armas existirem, menor é a probabilidade de haver tiroteios – not!!…
    Daqui a pouco está armar os médicos nos hospitais, o carteiros nas ruas, os bombeiros, etc, etc…
    Está-se mesmo a ver que é assim que aos EUA vão deixar de ser o país com maior numero de mortos por armas de fogo… ou não!…

  2. Fica a dúvida se este gajo é estúpido ou burro mesmo. Colocar professores armados nas escolas para acabar com os tiroteios, é como pôr as raparigas da escola a vender sexo para acabar com as violações.

  3. Eu acho que falta um detalhe nesta ideia! Então que tal armar os alunos (todos)? Que melhor proposta do que esta para evitar estes massacres?
    O paspalhaço que está na Casa Branca é o espelho da sociedade que representa! O Far West na sua plenitude!
    Lamentável!

  4. Este Trump na prática é apenas mais um dos muitos milhões de americanos defensores da utilização de armas por qualquer cidadão com a agravante que ele é o presidente dessa cambada de loucos que ainda não conseguiram entender que vão no caminho errado!.

RESPONDER

Detido proprietário de jornal de Hong Kong ao abrigo da lei de segurança nacional

A polícia de Hong Kong fez buscas, esta segunda-feira, ao grupo de comunicação social Next Media, considerado pró-democracia, pouco depois da detenção do seu proprietário, ao abrigo da lei de segurança nacional. Dezenas de agentes das …

Detetado surto de covid-19 em lar do Barreiro. Há pelo menos 47 infetados

Um surto de covid-19 no Lar São José, no Barreiro, contabiliza 47 casos positivos e dois internamentos de idosos, mas a "situação está controlada", disse, este domingo, o delegado de saúde adjunto regional de Lisboa …

Índia regista recorde diário de mortes. Reino Unido atinge marca negra

O novo coronavírus continua a alastrar-se um pouco por todo o mundo. Enquanto alguns países estão a conseguir lidar com a pandemia de covid-19, outros estão a fracassar nessa tarefa. Este domingo, no total, registaram-se 6.106 …

"Um disparate". Presidente nega envolvimento na vinda de Juan Carlos para Cascais

O Presidente da República afirmou que “qualquer pessoa minimamente inteligente e sensata” perceberia que o chefe de Estado não se poderia envolver na questão do rei emérito de Espanha, classificando essa ideia como um "disparate". Em …

Plano do hidrogénio vai sair "muito caro" aos portugueses

Os fundadores da Tertúlia Energia defendem que o plano do hidrogénio do Governo tem várias lacunas e vai custar "muito caro" aos consumidores portugueses. Num artigo publicado no jonal ECO, os fundadores da Tertúlia Energia, Abel …

Governo vai lançar plano para salvar empresas viáveis em dificuldades (e perdoar juros ao Fisco)

O Governo vai lançar um plano para salvar empresas viáveis que será um novo mecanismo temporário para ajudar empresas que se encontrem em situação económica difícil ou em insolvência devido à pandemia. O plano, que se …

Fábio Silva a prazo no Dragão. Avançado deverá sair por 40 milhões

Fábio Silva deverá abandonar o FC Porto dentro dos próximos dias. O jovem avançado permitirá um encaixe de 40 milhões de euros para os cofres portistas. A saída de Fábio Silva do FC Porto parece praticamente …

"Há filhos e enteados?". Marques Mendes arrasa decisão "inacreditável" de realizar festa do Avante

Luís Marques Mendes criticou este domingo a realização da festa do Avante, considerando "inacreditável" que a habitual festa comunista seja realizada no atual contexto da pandemia de covid-19 em Portugal. No seu habitual espaço de …

Varandas só tem espaço para 24 jogadores. Metade será de Alcochete

Com o intuito de reduzir custos, o presidente sportinguista, Frederico Varandas, diz que quer um plantel com 24 jogadores para a próxima época. Cerca de metade são produtos de Alcochete. Frederico Varandas pretende encurtar o plantel …

Duas demissões no Governo do Líbano. Beirute ficou com cratera de 43 metros de profundidade

Duas demissões no Governo do Líbano foram anunciadas nas últimas horas depois da explosão no porto de Beirute que provocou pelo menos pelo menos 158 mortos, 6.000 feridos e dezenas de desaparecidos. A ministra da …