Trump prepara ordem executiva contra redes sociais. Quer reduzir proteções legais das empresas

Jason Szenes / EPA

O Presidente norte-americano, Donald Trump, vai assinar esta quinta-feira uma ordem executiva sobre as redes sociais, anunciou a Casa Branca, dois dias depois de o Twitter ter assinalado mensagens de Donald Trump com alertas de verificação de factos.

A porta-voz da Casa Branca, Kayleigh McEnany, comunicou aos jornalistas as intenções do Presidente, sem no entanto precisar o conteúdo daquela ordem.

No entanto, de acordo com a agência Reuters, que teve acesso a uma versão inicial da ordem executiva, Trump pretende reduzir as proteções legais que as empresas usufrem e que as escudam de responsabilidade por declarações falsas ou ofensivas que possam ser publicadas nas suas plataformas.

Neste versão, é pedido que a Comissão Federal de Comunicações analise as políticas usadas pelas redes sociais para moderar o conteúdo publicado e é reestabelecida uma ferramenta para ajudar os cidadãos a reportarem o que consideram ser casos de censura online.

Trump propõe ainda que sejam criados grupos de trabalho para regular as empresas, monitorizar utilizadores e rever o orçamento público gasto em publicidade online.

De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, esta revisão da lei pode facilitar aos reguladores a penalização das redes sociais por censura.

Na terça-feira, a rede social Twitter assinalou pela primeira vez dois tweets do Presidente dos Estados Unidos com um link de “verificação de factos” no rodapé das mensagens em questão, por considerar “infundadas” e “potencialmente enganosas” as afirmações de Trump relacionadas com o voto por correspondência no país.

Este procedimento nunca tinha sido aplicado ao chefe de Estado norte-americano, que conta com mais de 80 milhões de seguidores no Twitter.

O alerta do Twitter ocorreu depois de Trump ter difundido afirmações em que assegurava que o voto por correspondência nas presidenciais de novembro nos Estados Unidos pode ter consequências fraudulentas.

Trump falava depois de o governador da Califórnia, o democrata Gavin Newsom, ter decidido enviar boletins de voto por correspondência a todos os eleitores registados no estado, como medida excecional para a votação no contexto da atual epidemia da covid-19.

Em reação à decisão da rede social, Trump rejeitou, ainda na terça-feira, a interferência do Twitter na “liberdade de expressão”, acusando a plataforma de interferir nas eleições presidenciais agendadas para novembro deste ano. “O Twitter está a reprimir por completo a liberdade de expressão e eu, como Presidente, não o vou permitir”, declarou.

Na quarta-feira, Trump ameaçou mesmo regular ou fechar as redes sociais. “Os republicanos sentem que as plataformas de redes sociais censuram totalmente as vozes conservadoras. Vamos regulamentá-las severamente, ou fechá-las, para evitar que isso aconteça”, escreveu o chefe de Estado norte-americano naquela rede social.

O Twitter é a rede social mais utilizada por Trump para comunicar diretamente com apoiantes os seus simpatizantes, sem passar pelo filtro do jornalismo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. E o idiota volta a atacar.

    O que me surpreende nem é esta desculpa de ser humano fazer este tipo de coisa quando contrariado. É apenas ‘ele’ a ser ‘ele’.

    O que me surpreende (e preocupa) verdadeiramente, é a quantidade de apoios que este personagem, mesmo assim, vai tendo dentro e fora de portas. Inacreditável!!

RESPONDER

Lufthansa vai cortar mil empregos administrativos (e reduzir novas aeronaves a metade)

Esta terça-feira, a Lufthansa anunciou novas medidas do seu plano de reestruturação que incluem uma redução de mil postos de trabalho nos serviços administrativos. A companhia aérea alemã Lufthansa anunciou, esta terça-feira, que irá reduzir o …

Bloco deixa recado ao PS: voto do Suplementar não estará garantido para o OE2021

Depois de o PCP ter rompido o espírito de acordos à esquerda, foi a vez de o Bloco de Esquerda deixar avisos para 2021. Em entrevista ao portal esquerda.net, divulgada esta terça-feira, Mariana Mortágua deixa claro …

Ferrari vai enfrentar problemas no Mundial de F1 "sem chorar"

O diretor-geral da Ferrari elogiu o talento de Leclerc e mostrou-se preocupado com os problemas que afetaram Sebastian Vettel. O diretor-geral da Ferrari, Louis Camilleri, reiterou esta terça-feira a confiança na equipa e assegurou que a …

Governo russo exige 1,8 mil milhões de euros a empresa mineira por poluição no Ártico

A agência russa de defesa do ambiente exigiu uma indemnização de 147,8 mil milhões de rublos (1,8 mil milhões de euros) ao conglomerado mineiro Norilsk Nickel, pela grave poluição do Ártico com hidrocarbonetos. Em comunicado, a …

Perda de habitat pode aumentar doenças que passam de animais para humanos, prevê ONU

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que podem surgir mais doenças que passam de animais para humanos, como a covid-19, à medida que os habitats são devastados pela exploração da vida …

Rússia ameaça retaliar face às sanções "hostis" do Reino Unido

A Rússia ameaçou responder às sanções "hostis" anunciadas por Londres contra 59 pessoas e entidades, 25 delas russas. A Rússia vai responder às sanções "hostis" anunciadas pelo Governo britânico contra 49 pessoas e organizações, 25 das …

Ministério dispensa quase todos os alunos da renovação de matrículas (após ataques informáticos e o desespero dos pais)

As matrículas online são agora obrigatórias apenas para os alunos que no próximo ano lectivo vão iniciar os 5.º, 7.º e 10.º anos de escolaridade. O anúncio é feito pelo Ministério da Educação depois das …

"Estavam prontos para bater". Atleta Ricardo dos Santos vai processar polícia londrina

O atleta português Ricardo dos Santos disse na segunda-feira que não demorou mais de 20 segundos a parar o carro, quando lhe foi pedido pelas autoridades em Londres, e garantiu que vai processar a polícia …

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …