Donald Trump e Kim Jong-un devem reunir-se dentro de “três a quatro semanas”

Gage Skidmore / Flickr

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O Presidente norte-americano, Donal Trump, anunciou este domingo que se reunirá previsivelmente com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, em “três a quatro semanas”, um prazo mais curto do que o avançado anteriormente pela Casa Branca.

Inicialmente, Washington tinha adiantado como data provável para o encontro finais de maio ou inícios de junho.

“Creio que vamos ter um encontro nas próximas três a quatro semanas“, afirmou Trump no seu discurso num comício no Michigan, nos Estados Unidos, considerando que “vai ser um encontro muito importante” onde vai ser discutida “a desnuclearização da península coreana”.

Quando o Presidente norte-americano começou a falar do seu diálogo com a Coreia do Norte, os seus apoiantes começaram a gritar a palavra “Nobel”, o que provocou risos a Trump, que respondeu: “Só quero fazer o trabalho”.

O Comité Nobel norueguês, encarregado de escolher anualmente o prémio da Paz, começou em fevereiro uma investigação sobre uma possível falsa nomeação a este galardão em nome de Trump, o que levou alguns simpatizantes do Presidente norte-americano, incluindo o congressista Luke Messer, a pedir formalmente o Nobel para Trump devido à questão da Coreia do Norte.

A cimeira entre Trump e Kim será a primeira da história entre líderes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte.

Donald Trump afirmou no sábado que o seu governo está a avaliar “dois ou três” lugares para a reunião com Kim Jong-un, tendo descartado a hipótese de entre as localizações em estudo estejam os Estados Unidos.

A Casa Branca tem tentado evitar responder à questão sobre se um dos locais em cima da mesa é a fronteira entre as duas Coreias, onde ocorreu a cimeira entre Kim Jong-un e o seu homólogo sul-coreano, Moon Jae-in.

Mike Pompeo, o novo secretário de Estado norte-americano, que recentemente se reuniu com Kim numa visita a Pyongyang inicialmente mantida em seegredo, afirmou que o líder norte-coreano se manifestou disposto a apresentar um plano que contribua para a desnuclearização da península da Coreia.

As declarações de Mike Pompeo foram feitas numa entrevista à cadeia televisiva ABC News, citada pela France Press, que será transmitida este domingo mas da qual foram já divulgados excertos.

Na entrevista, Mike Pompeo refere uma “boa conversa” mantida com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, no âmbito da sua visita.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting 2-1 Santa Clara | Super-Coates volta a ser herói

Arrancado a ferros… à campeão? O Sporting esteve a poucos segundos de registar o terceiro empate em casa, perante um Santa Clara que não foi em nada inferior aos “leões” e até conseguiu ser superior em …

Os gatos demonstram ser menos leais do que os cães (mas pode haver uma razão)

Ainda existe um estereótipo sobre a diferença entre cães e gatos. Normalmente as pessoas associam os cães a animais amorosos e leais, enquanto os gatos são tidos como distantes e indiferentes. Um novo estudo pode …

O mistério do "lago dos esqueletos" na Índia intriga cientistas há décadas

O Roopkund, localizado na parte indiana dos Himalaias, é um lago glacial com centenas de ossos humanos. E ninguém sabe como foram lá parar. Em 1942, um guarda florestal revelou ao mundo a existência deste lago …

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …