Trump conta como decidiu, à sobremesa, atacar… o Iraque

Donald Trump voltou a cometer uma gafe que está a dar que falar. Desta vez, o presidente dos EUA trocou o nome da Síria pelo do Iraque quando contava a uma jornalista como decidiu, durante um jantar, atacar uma base militar síria, na semana passada.

Numa entrevista à Fox News, Donald Trump contou à jornalista que deu a ordem para bombardear a Síria, durante um jantar com o presidente da China, que estava em visita aos EUA, mas trocou o nome daquele país pelo do Iraque.

Estávamos sentados à mesa, tínhamos acabado de jantar e estávamos na sobremesa. Tínhamos o melhor pedaço de bolo de chocolate que já vi. O Presidente Xi estava a gostar! E recebi as mensagens dos generais de que os navios estavam carregados e preparados… O que quer fazer? E decidimos avançar. E aí eu disse, Presidente Xi, acabámos de disparar 59 mísseis a caminho do Iraque“, contou Trump à jornalista da Fox, que se apressou a corrigi-lo.

“A caminho da Síria?”, perguntou ela. Só depois de alguns segundos é que Trump respondeu e disse “Sim, a caminho da Síria“.

A gafe chegou ao Twitter, onde a Fox Business partilha também o curioso momento protagonizado por Trump.

Com ou sem a ajuda da China…

Na entrevista à Fox, o presidente dos EUA também disse que teve uma “grande química” com o presidente chinês, sublinhando, mais do que uma vez, que conta com a ajuda da China para combater a ameaça nuclear da Coreia do Norte.

“Falámos de comércio e posso dizer-lhe que a China se sairá muito melhor no comércio se nos ajudar com a Coreia do Norte”, salientou Trump.

“Expliquei ao presidente da China que um acordo de comércio com os EUA será de longe melhor para eles se resolverem o problema norte-coreano“, tinha escrito Trump no seu perfil do Twitter, antes da entrevista à Fox.

Na mesma rede social, o presidente norte-americano tinha avisado que se a China não se colocar do lado dos EUA na questão da desnuclearização da Coreia do Norte, “nós resolveremos o problema sem eles”, frisando ainda, que os norte-coreanos estão “à procura de sarilhos”.

“Armada muito poderosa” como aviso à Coreia

Na conversa com a jornalista Maria Bartiromo, da Fox News, Trump escusou-se a revelar qual é a estratégia dos EUA para a Coreia do Norte.

Surgiram notícias de que o presidente dos EUA ordenou a preparação de planos para atacar a Península norte-coreana, mas ele limita-se a realçar que “nunca se sabe”.

“Estamos a enviar uma armada. Muito poderosa”, disse a propósito do envio do porta-aviões USS Carl Vinson para o Mar do Japão.

Temos submarinos. Muito poderosos, de longe mais poderosos do que o porta-aviões”, acrescentou.

Comentando a situação na Síria, Trump garantiu, por outro lado, que os EUA não têm intenções de marcar presença militar no país, apesar do bombardeamento da semana passada a uma base aérea.

SV, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Já está a pensar no próximo? Não… uhm…teria dito Coreia… O homem anda baralhado mas nós percebemo-lo…
    Pelo sim, pelo não… alguém que explique ao homem onde é a Europa e a Península Ibérica… não vá ele enganar-se

  2. normalmente nestes almoços bebe-se tudo menos agua e está tudo dito, rssss
    o negocio das armas é mais importante
    por isso é que ele chamou-os para trabalharem com ele
    esta presidencia é tudo sobre negocios (ajudar os amigos magnatas que têm o poder das armas)

RESPONDER

Liderança da bancada do PSD: Negrão quis sair, Rio é "boa solução" a curto prazo

Fernando Negrão, que no último ano e meio liderou a bancada parlamentar do PSD, admitiu esta terça-feira não estava disponível para continuar no cargo. "Não estava disponível [para continuar à frente da bancada] porque foi …

José Maria Ricciardi diz que está disponível para "erguer o Sporting"

José Maria Ricciardi, um dos candidatos nas eleições de setembro de 2018, anunciou através das redes sociais que está disponível para "erguer o Sporting". Na página do Facebook "Ricciardi - Erguer o Sporting", José Maria Ricciardi …

Boris Johnson volta aos Comuns para aprovar Brexit em tempo recorde e sair dia 31 de outubro

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, vai tentar esta terça-feira aprovar a legislação necessária para poder garantir que o Reino Unido sai da União Europeia no dia 31 de outubro quer haja ou não consenso na …

Líbano. Governo corta metade dos salários de políticos em resposta aos protestos

Ao quinto dia de manifestações, o governo libanês respondeu com a aprovação de um pacote de emergência de reformas económicas que deixa cair a introdução de novos impostos e passa pela redução do défice. O primeiro-ministro …

Caso Griezmann. Barcelona paga 15 milhões pelo silêncio do Atlético (e fica com benefício futuro)

Escreve o jornal espanhol El Mundo que Barcelona e Atlético de Madrid já chegaram a acordo no "caso Griezmann". O clube catalão pagou 15 milhões de euros pelo silêncio dos colchoneros, ficando ainda com benefício …

Professor detido depois de ser acusado de agredir aluno “com enorme violência”

Um aluno do 8.º ano da Escola Secundária Rainha Dona Leonor, em Alvalade, em Lisboa, terá sido esta segunda-feira agredido por um professor durante uma aula. Segundo o relato da Associação de Encarregados de Educação dos …

Gabinetes dos novos membros do Governo custam 71 milhões de euros

O novo Governo terá 70 gabinetes no total, que representarão uma despesa anual de, pelo menos, 71 milhões de euros aos cofres públicos, mais sete milhões de euros do que o último. O primeiro-ministro, António Costa, …

Fim do cessar fogo na Síria. Turquia ameaça que milicianos curdos no terreno serão abatidos

O período de cessar-fogo de 120 horas acordado entre a Turquia e os Estados Unidos (EUA) para permitir que as milícias curdas saiam do nordeste da Síria termina esta terça-feira, pelas 19:00 (20:00 em Lisboa), …

Ministro adjunto cabo-verdiano encontrado morto no gabinete

O ministro adjunto do primeiro-ministro de Cabo Verde para a Integração Regional, Júlio Herbert, foi encontrado morto, esta segunda-feira, no seu gabinete, no Palácio do Governo, na Praia, confirmou fonte governamental. Elementos da Polícia Nacional cabo-verdiana …

"Risco de desvio significativo" nas contas do Governo. Bruxelas com reservas sobre esboço do OE2020

A Comissão Europeia (CE) pediu esta terça-feira ao Governo português que apresente uma versão atualizada do projeto orçamental para 2020 “tão cedo quanto possível”, observando que o ‘esboço’ recebido aponta para o risco de um …