Trump condena todos os grupos extremistas (até os “supremacistas brancos”)

Kevin Lamarque / Reuters

Donald Trump

O Presidente dos EUA condena “todas as formas de violência, intolerância e de ódio” e “todos os grupos extremistas”, incluindo os movimentos associados à supremacia branca, esclareceu este domingo a Casa Branca.

“O Presidente afirmou ontem [sábado] de forma vigorosa que condenava todas as formas de violência, intolerância e de ódio. Isso inclui, é claro, os supremacistas brancos, o KKK [Ku Klux Klan, movimento de supremacia branca], os neonazis e todos os grupos extremistas”, declarou um porta-voz da Casa Branca, numa altura em que Trump tem sido criticado pela reação à violência que marcou no sábado uma ação da extrema-direita na cidade norte-americana de Charlottesville.

Incidentes ocorridos naquela cidade do Estado da Virginia fizeram uma vítima mortal, uma mulher de 32 anos, e cerca de 20 feridos. Dois agentes da polícia estadual da Virginia também morreram quando o helicóptero em que viajavam caiu. Os elementos estavam a reforçar a vigilância da cidade por causa da marcha associada ao movimento de supremacia branca.

O mesmo porta-voz referiu ainda que Trump mantém o apelo de uma “unidade nacional de todos os americanos”.

O chefe de Estado norte-americano tem sido alvo de fortes críticas depois de ter condenado, no sábado, “o ódio e o fanatismo” de “múltiplas partes”.

Em declarações no sábado, Trump classificou como “terríveis” os acontecimentos em Charlottesville, mas sem mencionar de forma direta os supremacistas brancos que tinham convocado a marcha, entre eles David Duke, ex-líder do KKK, e vários elementos que exibiam símbolos relacionados com o regime nazi.

A marcha foi convocada para contestar a decisão de Charlottesville de remover a estátua do general Robert E. Lee de um parque no centro da cidade, considerado atualmente um símbolo da defesa da escravatura e do racismo.

As autoridades locais consideraram o protesto ilegal e o governador da Virginia decidiu declarar o estado de emergência, mas milhares de pessoas convergiram para o centro de Charlottesville, a cerca de 160 quilómetros de Washington, e foram registados violentos confrontos entre os apoiantes do protesto nacionalista e contra manifestantes.

Pouco depois, um condutor atropelou de forma intencional um grupo de contra manifestantes. Jaems Fields, de 20 anos e oriundo do Estado do Ohio, foi detido e acusado de vários crimes, incluindo de homicídio em segundo grau.

// Lusa

RESPONDER

Morrem por dia 15 mil crianças com menos de 5 anos

Um novo relatório revela que 15 mil crianças morreram por dia em 2016 antes de completarem o quinto aniversário. Pelo menos 46% delas, ou 7 mil, não sobreviveram aos primeiros 28 dias após o nascimento. Quando …

Presidente da Proteção Civil demite-se

O presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil, Joaquim Leitão, demitiu-se esta quarta-feira, informou hoje à Lusa fonte do Governo. A mesma fonte adiantou que Joaquim Leitão entregou na quarta-feira uma carta de demissão dirigida …

A vidente que afinal não é filha de Dalí vai ter que pagar os custos da exumação

Pilar Abel, a espanhola que a 20 de julho obrigou a que o corpo do pintor surrealista Salvador Dalí fosse exumado, após alegações de que seria sua filha, foi condenada a pagar os custos judiciais …

Milhares de comunistas indonésios foram massacrados em 1966 com apoio dos EUA

Documentos desclassificados revelam novos detalhes sobre o massacre indonésio contra comunistas. De acordo com os documentos, Washington estava a par e apoiava a tomada do poder pelos militares e a perseguição dos opositores comunistas. Segundo a …

Pedro Siza Vieira admite que entra num "Governo fragilizado"

O novo Ministro Adjunto e amigo próximo do primeiro-ministro admite que o "Estado falhou" e que o Governo "está fragilizado" mas assegura estar motivado para o novo desafio. Em declarações ao jornal ECO, Pedro Siza Vieira, sócio …

May promete facilitar permanência de cidadãos europeus no Reino Unido

A primeira-ministra britânica prometeu, esta quinta-feira, "facilitar" a estadia dos cidadãos europeus no Reino Unido depois do Brexit, ao mesmo tempo que garantiu que o consenso com a União Europeia nesta matéria está "muito perto". Theresa …

Bruxelas deve considerar despesas dos incêndios como “excecionais”

O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, defendeu esta quinta-feira que as despesas públicas resultantes dos devastadores incêndios em Portugal sejam consideradas como "circunstâncias excecionais", sem consequências na avaliação orçamental a fazer por Bruxelas. "Parece-me …

Creme anticelulite tem ingrediente proibido

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) pediu ao Infarmed a retirada do mercado do creme 'Depuralina Celulite', por conter um ingrediente proibido em cosméticos, na União Europeia, desde 2015. De acordo com um …

Benfica recebe o V. Setúbal, FC Porto o Portimonense e Sporting o Famalicão

O sorteio realizado, esta quinta-feira, na Cidade do Futebol, em Oeiras, ditou que os três grandes vão jogar em casa. Benfica e FC Porto jogam com outras duas equipas da I Liga, enquanto que o …

Líder neonazi britânico declara-se homossexual, revela ser judeu e abandona movimento

Um proeminente líder neonazi da Frente Nacional (NF) britânica deixou o movimento depois de se declarar homossexual e revelar a sua herança judaica. O líder fez as revelações sobre o seu passado violento enquanto renunciava …