Trump condena todos os grupos extremistas (até os “supremacistas brancos”)

Kevin Lamarque / Reuters

Donald Trump

O Presidente dos EUA condena “todas as formas de violência, intolerância e de ódio” e “todos os grupos extremistas”, incluindo os movimentos associados à supremacia branca, esclareceu este domingo a Casa Branca.

“O Presidente afirmou ontem [sábado] de forma vigorosa que condenava todas as formas de violência, intolerância e de ódio. Isso inclui, é claro, os supremacistas brancos, o KKK [Ku Klux Klan, movimento de supremacia branca], os neonazis e todos os grupos extremistas”, declarou um porta-voz da Casa Branca, numa altura em que Trump tem sido criticado pela reação à violência que marcou no sábado uma ação da extrema-direita na cidade norte-americana de Charlottesville.

Incidentes ocorridos naquela cidade do Estado da Virginia fizeram uma vítima mortal, uma mulher de 32 anos, e cerca de 20 feridos. Dois agentes da polícia estadual da Virginia também morreram quando o helicóptero em que viajavam caiu. Os elementos estavam a reforçar a vigilância da cidade por causa da marcha associada ao movimento de supremacia branca.

O mesmo porta-voz referiu ainda que Trump mantém o apelo de uma “unidade nacional de todos os americanos”.

O chefe de Estado norte-americano tem sido alvo de fortes críticas depois de ter condenado, no sábado, “o ódio e o fanatismo” de “múltiplas partes”.

Em declarações no sábado, Trump classificou como “terríveis” os acontecimentos em Charlottesville, mas sem mencionar de forma direta os supremacistas brancos que tinham convocado a marcha, entre eles David Duke, ex-líder do KKK, e vários elementos que exibiam símbolos relacionados com o regime nazi.

A marcha foi convocada para contestar a decisão de Charlottesville de remover a estátua do general Robert E. Lee de um parque no centro da cidade, considerado atualmente um símbolo da defesa da escravatura e do racismo.

As autoridades locais consideraram o protesto ilegal e o governador da Virginia decidiu declarar o estado de emergência, mas milhares de pessoas convergiram para o centro de Charlottesville, a cerca de 160 quilómetros de Washington, e foram registados violentos confrontos entre os apoiantes do protesto nacionalista e contra manifestantes.

Pouco depois, um condutor atropelou de forma intencional um grupo de contra manifestantes. Jaems Fields, de 20 anos e oriundo do Estado do Ohio, foi detido e acusado de vários crimes, incluindo de homicídio em segundo grau.

// Lusa

RESPONDER

Peixes estão a confundir plástico com comida e a introduzi-lo na cadeia alimentar

Um estudo norte americano divulga que várias espécies de peixes estão a "introduzir" na sua cadeia alimentar o plástico, por confundirem com comida. Todos os anos mais de oito milhões de toneladas de resíduos de …

Carrinha atropela várias pessoas nas Ramblas, em Barcelona. Imprensa local avança mais de dez mortes

Uma carrinha atropelou hoje dezenas de pessoas na zona turística das Ramblas, em Barcelona, fazendo vários feridos, anunciou a polícia espanhola. As autoridades já confirmaram que se trata de um atentado terrorista. Uma furgoneta branca atropelou …

Governo declara estado de calamidade pública

O Governo vai declarar o estado de calamidade pública face à "previsão do agravamento" nos próximos dias do risco de incêndio, nos distritos do interior das regiões Centro e Norte e alguns concelhos do distrito …

Cientistas criam teste sanguíneo que deteta cancro a partir de ADN

Investigadores anunciaram terem desenvolvido um teste sanguíneo capaz de detetar precocemente vários tipos de cancro, ao localizar material genético derivado de células tumorais. Investigadores anunciaram ter desenvolvido um teste sanguíneo capaz de detetar precocemente vários tipos …

Marcelo e Costa visitam Pedrógão, PSD quer é saber onde está o dinheiro

Dois meses depois do maior incêndio de Portugal, o Presidente da República e o primeiro ministro visitam o local. A oposição exige, por sua vez, saber "o que tem sido feito com o dinheiro doado". O …

Um ano depois, Rúben aguarda justiça (e nem o dinheiro aliviou a dor)

Um ano depois das agressões em Ponte de Sor, a mãe de Rúben Cavaco diz que o filho ainda espera justiça e que continua sem compreender porque razão os gémeos iraquianos tiveram imunidade diplomática. A mãe …

As bactérias percebem o ambiente como os humanos

As bactérias, assim como os seres humanos, sentem o ambiente, uma descoberta que pode levar ao desenvolvimento de melhores medicamentos contra infecções bacterianas, revelaram cientistas da Universidade do Colorado, em Boulder, nos Estados Unidos. A descoberta, …

Sismo em Lisboa (o mais forte dos últimos 45 anos) não fez feridos

O sismo registado hoje pelas 07:44 em Sobral de Monte Agraço, Lisboa, não provocou danos pessoais ou materiais, e foi "sentido com intensidade máxima III na escala de Mercalli modificada", adiantou o Instituto Português do …

Sem-abrigo "herói de Manchester" acusado de roubar vítimas do atentado

Ficou conhecido como um dos "heróis de Manchester" depois de ter ajudado as vítimas do atentado terrorista que matou 22 pessoas, após um concerto de Ariana Grande, mas, afinal, terá roubado as vítimas do ataque. Chris …

"Dinossauro Frankenstein" pode ser o elo perdido entre herbívoros e carnívoros

Uma equipa de cientistas acredita ter resolvido o mistério sobre o chamado "dinossauro Frankenstein", um esqueleto encontrado no Chile, em 2015, que parecia ser composto por partes de espécies diferentes. Um novo estudo, publicado na Royal …