Trump concede perdão a Michael Flynn, ex-conselheiro investigado no processo da ingerência russa

Jim Lo Scalzo / EPA

Donald Trump concedeu um indulto a Michael Flynn, o seu antigo conselheiro de segurança nacional que tinha admitido ter mentido duas vezes ao FBI.

O Presidente cessante dos Estados Unidos, Donald Trump, perdoou o antigo conselheiro de segurança nacional Michael Flynn, que confessou em 2017 que tinha mentido ao FBI sobre os contactos que tinha tido com um diplomata russo.

“É minha grande honra anunciar que foi concedido ao general Michael T. Flynn o perdão total. Parabéns para Michael Flynn e a sua fantástica família, sei que terão agora um Dia de Ação de Graças verdadeiramente fantástico”, escreveu o republicano Donald Trump no Twitter, ao início da noite desta quarta-feira.

Flynn era uma das peças mais importantes na investigação do Departamento Federal de Investigação (FBI) sobre suspeitas de acordo entre a candidatura de Trump e Moscovo, aquando das eleições presidenciais de 2016, que o republicano venceu. A investigação dominou os primeiros dois anos do mandato de Trump, mas acabou sem apresentar evidências de conluio.

O general Michael Flynn participou na campanha de Trump e depois das eleições manteve contactos confidenciais com o embaixador russo em Washington, Sergei Kisliak, em dezembro de 2016.

Nomeado assessor para a segurança nacional do país, Flynn foi interrogado em 24 de janeiro de 2017 pelo FBI, mas ocultou que tivesse mantido quaisquer contactos com Moscovo. Acabou por renunciar porque também mentiu ao vice-presidente cessante, Mike Pence, sobre estes contactos.

Nesse ano, Flynn declarou-se culpado de perjúrio e concordou em cooperar com a investigação sobre a ingerência russa.

Contudo, o general, que mudou, entretanto, de advogado, alterou a estratégia em 2019 e alegou que estava a ser vítima de manipulação, razão pela qual pediu o cancelamento da investigação.

Em maio, o Departamento da Justiça, liderado por Bill Barr – um dos maiores apoiantes de Donald Trump – decidiu retirar as acusações contra Flynn, uma decisão inédita e que foi fortemente contestada uma vez que o general já se tinha declarado culpado.

A investigação, no entanto, poderia ter sido reaberta pela administração de Biden, que deverá chegar à Casa Branca em 20 de janeiro (dia da tomada de posse), mas o perdão de Trump encerra definitivamente o assunto.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas encontram galáxias massivas primitivas "sem combustível"

As primeiras galáxias massivas - aquelas que se formaram nos três mil milhões de anos após o Big Bang - deveriam conter grandes quantidades de gás hidrogénio frio, o combustível necessário para fabricar estrelas. Contudo, os …

Cientistas criam frango impresso em 3D (e que é cozinhado através de lasers)

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Columbia mostrou que diferentes tipos de lasers podem ser usados ​​para cozinhar frango impresso em 3D. De acordo com um comunicado de imprensa, o frango impresso a 3D passou …

"Contra tudo e contra todos". Moedas fez história em Lisboa

O cabeça de lista da coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM/Aliança à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, afirmou hoje ter vencido “contra tudo e contra todos”, porque “a democracia não tem dono”, agradeceu o “voto de confiança” e comprometeu-se …

Ventura admite que “vitória não foi total” ao falhar objetivo de ficar em terceiro

O líder do Chega admitiu hoje que a “vitória não foi total” nas autárquicas de domingo, ao falhar o objetivo de ser a terceira força política, mas defendeu que se “fez história” em Portugal, recusando …

Liveblog Autárquicas. Carlos Moedas ganha Lisboa

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Contra a "vigarice" das sondagens, "o PSD teve um excelente resultado"

O PSD conseguiu todos os objectivos a que se propôs nestas eleições autárquicas, segundo Rui Rio. O presidente do PSD considera que o partido teve "um excelente resultado" contra a "vigarice" das sondagens e "contra …

Medina assume derrota em Lisboa. "É uma indiscutível vitória de Carlos Moedas"

Fernando Medina acaba de assumir a derrota nas eleições autárquicas, felicitando Carlos Moedas pela vitória na Câmara de Lisboa. "É uma indiscutível vitória pessoal e política de Carlos Moedas", sublinha Medina. "Foi um privilégio servir esta …

Costa: "PS continua a ser o maior partido autárquico nacional"

António Costa canta vitória nas eleições autárquicas, apesar de ainda não se conhecerem os resultados finais de Lisboa, Sintra e Loures. Para o secretário-geral socialista, não há dúvida de que o "PS continua a ser …

O "primeiro amarelo" para Costa e o "CDS superou todos os objectivos"

"O CDS superou todos os objectivos a que se propôs nestas autárquicas". É assim que Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, canta vitória, considerando que António Costa "viu o seu primeiro cartão amarelo". Na reacção …

Pegadas provam que as Américas foram povoadas milhares de anos antes do que pensávamos

Investigadores descobriram evidências da presença de humanos nas Américas: pegadas com, pelo menos, cerca de 23.000 anos. A nossa espécie começou a migrar para fora de África há cerca de 100.000 anos. Além da Antártida, as …