Trump e Biden unem forças para criticar a China e querem uma economia “made in America”

Brainstorm Health, Gage Skidmore / Flickr

Joe Biden, Donald Trump

O clima entre o atual presidente dos EUA e o candidato democrata tem sido tenso nos últimos tempos, ou não fossem eles rivais na corrida às presidenciais. Agora Trump e Biden unem forças para criticar a China, que é oponente económico, tecnológico e geopolítico dos Estados Unidos.

Durante o seu discurso, Joe Biden não mostrou intenção de criar vínculos com o país asiático, assinalando no seu programa económico o regime chinês como um rival. Apesar de frequentemente discordar do seu adversário, Donald Trump partilha agora da mesma opinião, e pretende reduzir ao mínimo os acordos bilaterais que unem atualmente as economias das duas potências.

O atual presidente dos EUA pretende enaltecer a economia e a tecnologia americana, mostrando que o país é capaz de ser uma potência independente, realça o Expresso.

“Fabricaremos as nossos abastecimentos cruciais nos Estados Unidos, criaremos créditos fiscais para a economia made in America, traremos os nossos postos de trabalho de volta para os EUA e vamos impor deveres às empresas que deixem os Estados Unidos para criar empregos na China e noutros países”, garante Trump durante o seu discurso.

O discurso anti-China inclui “pôr fim à nossa dependência da China, porque não podemos depender deles e não quero que construam a força militar que estão a construir com o nosso dinheiro”, acrescentou o Presidente norte-americano.

Surpreendentemente, Joe Biden concordou com as palavras de Trump, e diz que está consciente das perdas significativas que a classe média trabalhadora dos Estados Unidos têm tido, devido à desindustrialização no país.

Na corrida à Casa Branca, o candidato democrata promete “mão dura” contra os “abusos comerciais” do gigante asiático e revela a importância dos EUA “recuperarem as cadeias de fornecimento essenciais”. Desta forma o país não deverá depender da Pequim “ou de nenhum outro para a produção de bens essenciais em tempos de crise”.

De acordo com o Expresso, as declarações de Biden distanciam-se muito daquilo que foi dito em 2001 por si, após ter visitado a China, “Os Estados Unidos dão as boas-vindas à emergência de uma China próspera e integrada no cenário global. Esperamos que esta seja uma China que joga de acordo com as regras”. Passados quase 20 anos, a opinião do democrata mudou drasticamente.

Joe Biden descreve agora Xi Jiping como “um tipo” sem “um único osso democrático no seu corpo” – remata o Expresso.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vila Nova de Milfontes vai ter praia para cães

A praia pet friendly, que fica próxima de Furnas-Rio, vai funcionar já esta época balnear de forma experimental. Uma praia concessionada que também admite cães vai funcionar, nesta época balnear, de forma experimental, em Vila Nova …

Podia ser um quadro de Dalí, mas é só o degelo glacial na Islândia

Na Islândia, o degelo glacial criou uma paisagem deslumbrante que o fotógrafo espanhol Manuel Ismael Gómez de Almería não deixou passar em branco. Faz lembrar a arte surrealista de Salvador Dalí, mas é uma versão ampliada …

Digby, o cão dos bombeiros, ajudou a salvar uma mulher do suicídio

O cão Digby desempenhou um importante papel ao salvar uma mulher que estava a ponderar pôr fim à sua própria vida no Reino Unido. Digby é um cão terapeuta que ajuda as pessoas a lidar com …

Seca pode ser a "próxima pandemia e não há vacinas que a curem", alerta a ONU

A seca e a escassez de água podem afetar o planeta de forma sistémica se não forem tomadas medidas urgentes sobre a gestão da água e dos solos, alertou a Organização das Nações Unidas (ONU) …

Três portugueses morrem em desabamento de escola na Bélgica

O desabamento de uma escola em construção em Antuérpia, na Bélgica, provocou, esta sexta-feira, a morte de três portugueses. As circunstâncias em que o desabamento ocorreu ainda não são conhecidas. Fonte consular portuguesa confirmou à RTP …

António Oliveira desiste de candidatura à Câmara de Gaia

Esta sexta-feira, numa reunião de emergência, António Oliveira, candidato à Câmara de Vila Nova de Gaia, anunciou ao líder do PSD, Rui Rio, a sua desistência da corrida eleitoral. António Oliveira tinha sido a escolha de …

Elemento da comitiva olímpica portuguesa recusou vacina

Todas as outras pessoas que estarão em Tóquio, a representar Portugal, já foram vacinados contra a COVID-19. Quase todos os membros da comitiva olímpica portuguesa, que vão estar nos Jogos Olímpicos de Tóquio, foram vacinados contra …

Os balões incendiários são a mais recente arma nas tensões Israel-Hamas

Durante a noite, forças israelitas voltaram a quebrar o cessar-fogo e lançaram um ataque aéreo na Faixa de Gaza em resposta a balões incendiários lançados pelo Hamas. Ativistas palestinianos lançaram dezenas de balões incendiários por cima …

Croácia 1-1 República Checa | Perisic empata e ninguém se chateia

A República Checa empatou hoje a um golo com a Croácia, em encontro da segunda jornada do Grupo D do Euro2020 de futebol, disputado em Glasgow, colocando-se em boa posição para chegar aos oitavos de …

Rio Ave não vai admitir adeptos nos jogos

Federação confirmou que o público pode voltar ao futebol mas o clube de Vila do Conde considera que a medida anunciada é injusta e tardia. Algumas competições organizadas pela Federação Portuguesa de Futebol estão autorizadas a …