Trump e Biden unem forças para criticar a China e querem uma economia “made in America”

Brainstorm Health, Gage Skidmore / Flickr

Joe Biden, Donald Trump

O clima entre o atual presidente dos EUA e o candidato democrata tem sido tenso nos últimos tempos, ou não fossem eles rivais na corrida às presidenciais. Agora Trump e Biden unem forças para criticar a China, que é oponente económico, tecnológico e geopolítico dos Estados Unidos.

Durante o seu discurso, Joe Biden não mostrou intenção de criar vínculos com o país asiático, assinalando no seu programa económico o regime chinês como um rival. Apesar de frequentemente discordar do seu adversário, Donald Trump partilha agora da mesma opinião, e pretende reduzir ao mínimo os acordos bilaterais que unem atualmente as economias das duas potências.

O atual presidente dos EUA pretende enaltecer a economia e a tecnologia americana, mostrando que o país é capaz de ser uma potência independente, realça o Expresso.

“Fabricaremos as nossos abastecimentos cruciais nos Estados Unidos, criaremos créditos fiscais para a economia made in America, traremos os nossos postos de trabalho de volta para os EUA e vamos impor deveres às empresas que deixem os Estados Unidos para criar empregos na China e noutros países”, garante Trump durante o seu discurso.

O discurso anti-China inclui “pôr fim à nossa dependência da China, porque não podemos depender deles e não quero que construam a força militar que estão a construir com o nosso dinheiro”, acrescentou o Presidente norte-americano.

Surpreendentemente, Joe Biden concordou com as palavras de Trump, e diz que está consciente das perdas significativas que a classe média trabalhadora dos Estados Unidos têm tido, devido à desindustrialização no país.

Na corrida à Casa Branca, o candidato democrata promete “mão dura” contra os “abusos comerciais” do gigante asiático e revela a importância dos EUA “recuperarem as cadeias de fornecimento essenciais”. Desta forma o país não deverá depender da Pequim “ou de nenhum outro para a produção de bens essenciais em tempos de crise”.

De acordo com o Expresso, as declarações de Biden distanciam-se muito daquilo que foi dito em 2001 por si, após ter visitado a China, “Os Estados Unidos dão as boas-vindas à emergência de uma China próspera e integrada no cenário global. Esperamos que esta seja uma China que joga de acordo com as regras”. Passados quase 20 anos, a opinião do democrata mudou drasticamente.

Joe Biden descreve agora Xi Jiping como “um tipo” sem “um único osso democrático no seu corpo” – remata o Expresso.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Perdoar o passado, celebrar o renascimento e cumprir tradições. A primavera traz o Nowruz, o ano novo persa

Assim que as flores começam a desabrochar e os dias ficam mais longos, fica claro que o Nowruz está prestes a chegar. A celebração do ano novo iraniano é secular, com raízes que remontam a …

“Mostrámos que sabemos governar”. Bloco apresenta candidata a Lisboa (e abre a porta a acordo com PS)

O Bloco de Esquerda apresentou a candidatura de Beatriz Gomes Dias à Câmara Municipal de Lisboa, pediu “mais força” para determinar a governação da cidade e abriu a porta a novos entendimentos com o PS …

Fé nos números. Foi o voto não religioso que Donald Trump perdeu em 2020 

Em novembro de 2020, Joe Biden foi eleito Presidente dos Estados Unidos da América. Uma análise revelou recentemente que a derrota de Donald Trump dependeu daqueles que não se identificam com nenhuma religião. Ryan Burge, professor …

Chega apresenta oito candidatos para o distrito do Porto. Ventura acredita que vai ter "grande resultado"

O líder do Chega anunciou este sábado oito candidatos às próximas eleições autárquicas no distrito do Porto, onde André Ventura acredita que o partido vai ter "um grande resultado". "Fizemos esta deslocação ao Porto para anunciar …

"A política ama traição, mas despreza o traidor". Sócrates acusa PS de "ataque injusto" (e diz-se alvo de "vingança" da direita)

"A política ama a traição, mas despreza o traidor". No livro "Só Agora Começou", que será publicado nos próximos dias, José Sócrates acusa a atual direção do PS de traição. De acordo com o Diário de …

"Novas dificuldades e entropias". Autarcas independentes exigem extinção imediata da CNE

Os presidentes de Câmara e representantes de movimentos independentes decidiram este sábado dar um novo prazo aos partidos para que estes possam alterar a lei eleitoral autárquica. Porém, exigem a extinção imediata da Comissão Nacional …

Estudo mostra que as ovelhas preferem acasalar com machos subordinados

Um novo estudo descobriu que, ao contrário do que se podia pensar, as ovelhas preferem acasalar com machos que estão mais abaixo na hierarquia. Atualmente, a vida sexual da maioria das ovelhas é controlada pela indústria …

“Vamos iniciar uma nova etapa". Madeira vai testar toda a população (gratuitamente)

O Governo da Madeira vai desencadear uma campanha de testagem massiva da população da região, ainda sem data, que será gratuita, para aferir da evolução da pandemia da covid-19 no arquipélago, anunciou este sábado o …

O armazenamento de energia "sem massa" está a chegar

Uma equipa de cientistas da Chalmers University of Technology, na Suécia, produziu uma bateria estrutural com um desempenho dez vezes melhor do que todas as versões anteriores. A descoberta abre caminho ao armazenamento de energia …

Ataque terrorista a cidade na Nigéria atinge organizações humanitárias e instalações da ONU

Jihadistas alegadamente ligados ao Estado Islâmico atacaram este sábado as instalações de várias organizações humanitárias e das Nações Unidas na cidade nigeriana de Damasak, e ainda estão no local, afirmaram fontes das organizações não-governamentais (ONG). O …