EUA. Troca de embriões leva mulher a dar à luz gémeos que não lhe pertencem e a ter de os entregar aos pais

Depois de seis anos a tentar engravidar e de um processo de fecundação in vitro numa clínica em Los Angeles, nos Estados Unidos (EUA), em março uma mulher deu à luz a um casal de gémeos. Mas algo não estava bem: o casal esperava dois rapazes quando era suposto terem duas meninas.

Segundo noticiou o Expresso, citando a BBC, depois de testes de ADN, o casal ficou a saber que os dois bebés não tinham qualquer relação com a mãe, com o pai ou sequer entre si, pertencendo a outros dadores, resultado de uma troca de embriões por parte da clínica CHA Fertility, que agora enfrenta um processo legal. Mas o caso de AP e YZ (como o casal quis ser identificado), não é o único.

Em simultâneo, Anni e Ashot Manukyan travavam a mesma batalha, queriam dar um irmão à filha que já tinham. Em agosto, contou a CNN, a clínica transferiu dois embriões para o útero de Anni. A gravidez nunca chegou e, mais tarde, os Manukyan haveriam de descobrir que os embriões que Anni transportara nem sequer eram os seus. Por erro da clínica, o seu bebé biológico nascera no último dia de março, era um dos gémeos de AP e YZ.

“A CHA roubou-me a possibilidade de transportar o meu filho, de estar com ele nos seus primeiros momentos, cuidar dele, de estar pele com pele com ele. Simplesmente de ser uma mãe para ele”, atirou Anni Manukyan, que acusa a clínica de ter “brincado com três famílias”. O caso seguiu para tribunal.

Decidido ficou que AP e YZ teriam de entregar os gémeos aos pais biológicos, algo que já aconteceu. Cumpridos os nove meses da gravidez, o casal ficava sem qualquer filho, que eventualmente estaria num dos úteros das outras mulheres que não conseguiram engravidar, como foi o caso de Anni.

Há alguns dias, AP e YZ apresentaram um processo contra a clínica, referiu o Guardian. AP, a mulher que viveu este pesadelo, está ainda a receber apoio psicológico.

“Quem quer conhecer o seu filho num lobby de um hotel? Foi de partir o coração, foi terrível”, desabafou Anni Manukyan após reencontro com a criança. “E como fica a outra mulher? O que estará a passar? Graças a Deus temos o nosso filho de volta mas ela acabou sem qualquer filho. (…) Estou eternamente grata por ter transportado o meu bebé e tomado conta dele, até depois do nascimento. É uma mulher maravilhosa e rezo por ela todos os dias. Deus vai dar-lhe os seus bonitos bebés um dia. Ela merece isso”.

Anni Manukyan informou ainda que a clínica não sabe o paradeiro, digamos assim, do seu segundo embrião, temendo que possa desenvolver-se e nascer num corpo de outra mulher.

A CHA Fertility ainda não reagiu publicamente ao caso que envolve estas três famílias.

Taísa Pagno TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Estado de Emergência vai ter de manter-se até à Páscoa", diz Marques Mendes

O comentador Luís Marques Mendes indicou no domingo, durante o seu comentário habitual na SIC, que o estado de emergência se deve manter até à Páscoa, para que este período "não tenha as mesmas consequências …

Vermes predadores gigantes viviam no fundo do mar há 5,3 milhões de anos

Uma equipa de investigadores encontrou um novo registo fóssil de vermes predadores gigantes em sedimentos do Mioceno, entre 23 e 5,3 milhões de anos atrás. Estas misteriosas criaturas, possíveis predecessoras da espécie Eunice aphroditois, tinham aproximadamente …

Este foi o sábado mais movimentado de 2021. Quatro milhões saíram à rua

O sol e a subida de temperaturas que se fizeram sentir este fim de semana convidaram milhões de pessoas por todo o país a sair de casa. O último sábado, dia 27 de fevereiro, foi …

"Só há um responsável, que sou eu", assume Luís Filipe Vieira

O presidente do Benfica assumiu, este domingo, a responsabilidade pela crise de resultados e garantiu que Jorge Jesus irá cumprir até ao fim o contrato que o liga ao clube até 2022. Numa entrevista exclusiva à …

Governo reservou 1.251 milhões para acesso à habitação. 25 câmaras captaram mais de metade do apoio

O Governo reservou no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) 1.251 milhões de euros em subvenções para executar o programa de apoio ao acesso à habitação. Até agora, acordos com 25 câmaras já captaram mais …

Cientistas encontraram 70 mil vírus nunca antes vistos no intestino humano

Cientistas identificaram mais de 70 mil vírus, até então desconhecidos, que vivem no nosso intestino e infetam as bactérias que lá vivem (como afetam o nosso corpo é ainda um mistério). No novo estudo, conta o …

Direita ultrapassa PS com subida da Iniciativa Liberal. Chega cai

Uma sondagem da Aximage para o Diário de Notícias, Jornal de Notícias e TSF revela que o PS está a perder peso nas intenções de voto, tendo sido ultrapassado pela direita. Segundo a sondagem, divulgada pelo …

Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas, "muito mais" do que as necessárias

Em entrevista à agência Lusa, Marta Temido anunciou que Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas contra a covid-19. Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas contra a covid-19, “muito mais” do …

Governo ainda está a tempo de "reverter" venda de barragens da EDP

A coordenadora do Bloco de Esquerda disse este domingo que o Governo ainda está tempo de reverter o negócio das venda de seis transmontanas, que terá permitido à EDP poupar 110 milhões em imposto de …

Cientistas encontraram abelha australiana que não era vista há 98 anos

Uma espécie de abelha nativa das florestas tropicais do leste da Austrália foi encontrada pela primeira vez em 98 anos. De acordo com o site IFLScience, trata-se da espécie Pharohylaeus lactiferus, abelha nativa do leste da …