Tribunal da Relação reconhece indícios de corrupção contra Sócrates

José Goulão / Flickr

Ex-primeiro ministro e ex-líder do PS, José Sócrates

O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) considera que os indícios recolhidos sobre a eventual prática de atos de corrupção por José Sócrates são suficientemente fortes para justificar a investigação do Ministério Público. 

Diário de Notícias revela o conteúdo um acórdão de novembro, que respondeu a um recurso da defesa do ex-primeiro-ministro enviada em novembro de 2015 ao TRL, onde os juízes desembargadores afirmam que se verifica que “a indiciação feita é suficiente para a integração jurídico-penal dos factos como crime de corrupção.”

O Tribunal dá assim razão ao Ministério Público, considerando que existe um modus operandi que indicia a prática do crime – mesmo que não seja possível estabelecer uma relação causa-efeito.

Em causa está o alegado envolvimento de Sócrates no licenciamento de um empreendimento no Algarve e em concursos públicos a que terá concorrido o Grupo Lena, relacionados com entregas de dinheiro, compra de imóveis, pagamento de férias e compra de exemplares do livro “A Confiança no Mundo”, publicado pelo ex-primeiro-ministro.

No recurso de novembro, Pedro Delille e João Araújo argumentaram que não existiam indícios suficientes para apontar o crime de corrupção a Sócrates – que constitui neste processo “o crime nuclear e o elemento socialmente legitimador da ação penal”.

Os advogados de Sócrates argumentaram que “Ministério Público formula uma imputação absolutamente genérica, não identificando quais os concretos atos venais em causa em que o arguido terá tido intervenção”, alegou a defesa, citada pelo Diário de Notícias.

Para os juízes desembargadores José Simões de Carvalho e Maria Margarida Bacelar, no entanto, “a indiciação feita é suficiente para a integração jurídico-criminal dos factos como crime de corrupção, na medida em que não é necessário estabelecer uma relação sinalagmática [causa-efeito] entre o ato praticado, omitido ou permitido pelo agente público e a vantagem indevida recebida”.

A Relação considera que “o que a soma dos indícios” revela é “um modus operandi que se traduz na montagem de justificativos para que os fundos entrem na esfera do recorrente, seja por entregas de dinheiro, seja por vendas simuladas de imóveis, seja pelo assumir de despesa, seja pela circulação por contas de terceiros, seja pelas entregas de quantias a terceiros”, entendem os juízes.

José Sócrates é suspeito de corrupção passiva, fraude fiscal e branqueamento de capitais no âmbito do processo conhecido como Operação Marquês.

Em março do ano passado, a Relação de Lisboa manteve José Sócrates em prisão preventiva (da qual só saiu em setembro) por considerar que se verificavam “fortes indícios dos crimes imputados e o perigo de perturbação da recolha e da aquisição da prova”.

ZAP

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Que raio de tribunais são estes que em não sei quantos anos não conseguiram arranjar provas consistentes e continuam a “inventar”. Ou julguem-no ou acabem de vez com esta palhaçada.

  2. Indícios é favor! É preciso não esquecer que a operação furacão começo há mais de 10 anos e só agora é que alguns corruptos e ladrões vão começar a ser julgados. Entretanto, muitos pagaram ao Estado milhões para não serem julgados Toda a gente sabe que este é um caso altamente complexo que envolve offshores, contas na Suiça, testemunhas que não vivem em Portugal e têm dupla nacionalidade e os bancos têm sido varridos para se apurar as tramoias que foram feitas. A curja xuxa que aguente os cavais, porque a procissão ainda deve ir só no adro. Mas quando chegar ao calvário vai ser um grande calvários para os corruptos e amigalhaços!!! Entretanto podem ir tomando umas pastilhas Renie!

  3. Ao menos que hajam indícios,..
    É que enquanto houverem indícios e os vão alimentando, continuará a haver ainda uma esperança que a nossa polícia de investigação, os nossos juízes, o nosso Ministério Público a nossa comunicação social , enfim a nossa justiça, não se tenham deixado embalar por ódios e vinganças, e não se tenham tornado em vis trapaceiros e difamadores.
    Só é pena que ainda continuem na fase dos indícios…

    • Acho que o que ele “limpava” não eram só as galinhas… era galinheiro.. redes.. postes.. tijolos.. etc.. não ficava algo que fosse! Algumas penas talvez ficassem.. e uma raposa meia estropiada no lugar das galinhas para assumir a culpa.

  4. Este país, afinal, ainda tem muitos anormais estupidos, que só dizem baboseiras
    e quando não gostam de alguém, transmitem o ódio, com palavras sem sentido entretem-se a dizer mentiras e calúnias e assim se brinca estupidamente com a dignidade das pessoas. Só por ódio e ressabiamento. Mas dos cangalheiros que desgovernaram o país durante quatro anos, deram fim a tudo o que o povo ainda tinha de bom, venderam (ou deram a amigos) puseram Portugal mais pobre, fizeram buracos de milhões e milhões, mandaram os nossos jovens lá para fora. Não fizeram uma única obra, aumentaram a divida, para quase o dobro, puseram milhões roubados ao povo lá fora em paraísos fiscais.Enfim a História vai fazer-se.

RESPONDER

Descoberto sistema de túneis da I Guerra onde estarão enterrados dezenas de soldados

A Agência do Património da Bélgica anunciou esta semana a descoberta de um sistema de túneis alemão da I Guerra Mundial, onde estarão, muito provavelmente, dezenas de soldados enterrados. Em comunicado, citado pela Russia Today, …

Cinco funcionários da Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia

Cinco funcionários da produtora automóvel Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia, avança o The Washington Post. De acordo com o jornal norte-americano, foram cinco os colaboradores dispensados da …

"Qual o lugar mais seguro?". Costa compara infetados no Reino Unido e Algarve

O primeiro-ministro apresentou hoje uma tabela que mostra o Reino Unido muito acima do Algarve em número de infetados com covid-19 por cem mil habitantes e pergunta qual o lugar mais seguro para umas férias …

Azul anuncia venda de 6% da TAP ao Estado por 10 milhões de euros

A companhia aérea brasileira Azul, de David Neeleman, anunciou hoje a venda de 6% da TAP, no âmbito do acordo anunciado esta quinta-feira entre o Estado e os acionistas privados, que “garante a continuação” da …

NASA cria dispositivo que o avisa para não tocar no rosto (e pode ser reproduzido em casa)

A pensar na pandemia, a NASA desenvolveu o PULSE, um colar vibratório que nos alerta se formos tocar no rosto com as nossas mãos. A pandemia de covid-19 alastrou pelo mundo e, enquanto não chega um …

Há mais 11 mortes e 374 novos casos de infecção (300 são na Grande Lisboa)

Portugal regista hoje mais 11 mortos devido à doença covid-19 do que na quinta-feira e mais 374 infectados, dos quais 300 na Região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim da Direcção-Geral da …

Gestão da pandemia: PGR francesa vai abrir investigação judicial a PM e ministros

Em causa estão 90 queixas contra o anterior chefe do Governo Edouard Philippe, e os ministros Olivier Véran e Agnès Buzyn, tendo 53 delas sido examinadas e nove consideradas admissíveis para seguirem eventualmente para tribunal. O …

Benfica perto de garantir Taremi e Helton Leite para a próxima época

O SL Benfica está perto de assegurar as contratações do avançado do Rio Ave, Mehdi Taremi, e do guarda-redes do Boavista, Helton Leite, para a próxima temporada. Mehdi Taremi e Helton Leite deverão ser reforços do …

Operação Marquês. Ivo Rosa não marca data de início do julgamento

O juiz de instrução Ivo Rosa optou por não marcar data de início do julgamento dada a complexidade do processo da Operação Marquês. O anúncio foi feito no final do debate instrutório, esta sexta-feira. "É manifesta …

Bolsonaro veta obrigatoriedade do uso de máscaras em lojas e igrejas

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, vetou hoje parte de uma lei que estipulava o uso obrigatório de máscaras em órgãos públicos, lojas, indústrias, templos religiosos e locais fechados em que haja concentrações de pessoas. O …