Só três hospitais não pioraram contas em 2017

Dados oficiais revelam que apenas um hospital do Serviço Nacional de Saúde apresentava contas positivas até outubro de 2017, e apenas três conseguiram melhores EBITDA.

Em 30 hospitais ou centros hospitalares, apenas três conseguiram melhores EBITDA – sigla inglesa para resultados antes de juros, impostos, depreciação e amortização – em relação ao ano anterior: Amadora-Sintra, Setúbal e Santa Maria Maior, de Barcelos.

No entanto, se nos centrarmos apenas nas unidades que tinham as contas em terreno positivo, o universos restringe-se apenas a um hospital do SNS – o da Figueira da Foz, com saldo de 0,2 milhões.

As contas são do Diário de Notícias, que se baseou no EBITDA acumulado até ao mês de outubro, o último com dados publicados na monitorização mensagem e no benchmarking da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), para o qual são apresentados números do período homólogo.

Na semana passada, o ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes anunciou a criação da unidade de missão que vai controlar as contas do setor.

Em relação aos pagamentos vencidos a fornecedores externos, no ano passado, apenas três instituições hospitalares reduziram as suas dívidas a mais de 90 dias até outubro: Lisboa Central, Santarém e Cova da Beira.

De acordo com os dados da ACSS, no total, a dívida vencida situava-se nos 1,4 milhões de euros, ou seja, mais 30% do que em igual período de 2016. Esta situação levou o Governo a transferir mais de 500 milhões para reduzir estes números, cerca de 65 milhões dos quais para Unidades Locais de Saúde.

Adalberto Campos Fernandes disse que é preciso “ajudar aqueles que têm pior desempenho a aproximar-se das melhores práticas”, reconhecendo também que “em nenhuma parte do mundo civilizado se viu a questão da sustentabilidade definitiva e duradoura ter sido resolvida”, isto porque há variáveis que “não controlamos“, como a inovação terapêutica ou a transição demográfica.

Já os gestores recusam que o ónus recaia sobre as administrações. O presidente da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares disse ao DN que muito do desperdício é causado pelas regras a que as unidades estão sujeitas.

“Os hospitais têm de pedir autorização caso a caso para contratar, o que pode gerar situações em que a falta de profissionais leva ao adiamento de procedimentos, o que gera desperdício”, explicou Alexandre Lourenço.

“Quando temos de fazer uma compra, o processo demora meses e muitas vezes recorre-se a ajustes diretos, que também não é o método mais eficiente”, concluiu.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Grande tempestade de areia pode ter ditado o fim de um império da Mesopotâmia

O Império Acádio da Mesopotâmia entrou em colapso devido a uma enorme tempestade de areia, sugeriu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Hokkaido, no Japão. Em comunicado, os especialistas explicam …

Encontrado templo milenar usado em rituais pagãos de veneração da água

O local tem 3.000 anos, onde investigadores encontraram 21 sepulturas, bem como várias peças de cerâmica e anéis de cobre. O templo era usado em rituais pagãos de veneração da água. Uma equipa de arqueólogos encontrou …

Elon Musk diz que inovações da Neuralink vão conseguir curar o autismo

Musk disse que a sua empresa Neuralink iria "solucionar uma série de doenças neurológicas", entre as quais o autismo. Contudo, o autismo não é uma doença relacionada com o cérebro, mas sim uma perturbação do …

"Indivíduos desconhecidos" terão obrigado Marinha a apagar vídeo do incidente do USS Nimitz com um OVNI

Vários membros da Marinha que testemunharam o famoso Incidente do USS Nimitiz, em 2004, disseram que "indivíduos desconhecidos" apareceram depois do acontecimento e obrigaram-nos a apagar as gravações de vídeo. Em novembro de 2004, um porta-aviões …

Coreia do Norte detonou bomba atómica equivalente a 17 "Hiroshimas"

Dados de um satélite japonês revelam que a explosão de um teste nuclear na Coreia do Norte, em 2017, terá sido 17 vezes mais poderosa do que a bomba de Hiroshima. A Coreia do Norte estimou que …

Invenção financiada por Bill Gates pode invisivelmente resolver a malnutrição

Uma invenção financiada por Bill e Melinda Gates pode ser a solução para resolver o problema da malnutrição a nível mundial. O próximo passo é conseguir o apoio dos Governos locais. A malnutrição é um problema …

Com a ajuda de um radar, cientistas revelaram pegadas de mamutes e humanos pré-históricos

Espalhados pelo Monumento Nacional de White Sands, nos Estados Unidos, encontram-se os "rastos fantasma" de mamutes mortos há milhares de anos. Agora, investigadores conseguiram revelar pegadas de humanos. De acordo com o Science Alert, esta descoberta, …

A desertificação está progredir na Índia. Mas a solução pode estar no conhecimento tradicional

Quase 45% da área de Maharashtra está a transformar-se em deserto, assim como uma grande parte da Índia. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o ritmo da desertificação no país é agora …

Um dos videojogos mais famosos do mundo é acusado de propaganda anti-Rússia

Call of Duty é uma das franquias de maior sucesso na história dos videojogos, mas atualmente existem pedidos para boicotar o seu último lançamento devido à descrição de conflitos militares do jogo. Call of Duty: Modern …

Nova aplicação rastreia todos os seus passos em troca de descontos

Todas as pessoas gostam de aproveitar descontos, negócios e saldos. A Miles é uma nova aplicação que lhe oferece isso em troca de algo: a sua privacidade. A app rastreia todos os seus movimentos, disponibilizando descontos …