/

Traficantes de droga estão a ser raptados e torturados em cidade do Reino Unido

5

Uma cidade nos arredores de Manchester está a ser assombrada por uma onda de crimes perversos. As vítimas são traficantes de droga que têm vindo a ser raptados e torturados por grupos com a mesma ocupação com o objetivo de arrecadarem resgates chorudos.

Nos últimos anos, a cidade de Manchester, em Inglaterra, tem testemunhado um aumento da violência, sendo que as vítimas são frequentemente agredidas, queimadas e afogadas.

Clive (nome fictício) é traficante de droga e foi umas das vítimas. Enquanto passeava por uma das ruas da cidade foi abordado por um grupo suspeito, que, de seguida, o direcionou até uma carrinha, sob ameaça de ser baleado, e o levou para um local deserto e longe de qualquer ajuda.

Chegado ao local, depois de ouvir a frase: “Nós sabemos o que fizeste“, Clive foi queimado com um maçarico e os seus testículos foram eletrocutados. Algumas horas após continuar a ser intensamente torturado, o gangue acabou por telefonar para o seu cunhado a pedir o resgate.

Apesar das horas de pesadelo, a história de Clive acabou por ter um final sorridente, uma vez que a polícia acabou por conseguir localizar o grupo e salvá-lo.

Tudo neste cenário pode parecer saído da cena de um filme, mas a verdade é que o caso não é um ato isolado. Este foi apenas um dos muitos sequestros que ocorreram em Grande Manchester nos últimos anos.

O especialista em crimes relacionados a gangues, John Pitts, disse à VICE que o aumento  de sequestros violentos se deve, em parte, ao impacto que o novo coronavírus teve no abastecimento de drogas.

Pitts explica que a quebra de rendimentos neste setor, tem feito com que muitos traficantes sequestrem quem trabalha no mesmo mundo. Isto porque têm conhecimento que, normalmente, estas pessoas têm capacidade financeira para responder aos seus pedidos.

Robin (nome fictício) é um criminoso que também se envolveu em sequestros violentos e explica que a principal motivação dos grupos é quase sempre dinheiro, garantindo que ninguém “vai sequestrar uma pessoa aleatória da rua”.

Ao encontro do que disse Pitts, o criminoso admite que os traficantes são mais visados ​​porque normalmente têm muito dinheiro para pagar o resgate.

De acordo com a sua experiência, Robin revelou à VICE que um dos fatores que faz com que os traficantes sejam os escolhidos por estes grupos, tem a ver com o facto de depois não terem coragem para fazer denúncias à polícia porque também estão envolvidos em negócios ilícitos.

Por outro lado, segundo a detetive Julie Connor, os sequestradores costumam estudar bem a vida das suas vítimas, ficando a saber, antes de os raptar, onde vivem e quais são as pessoas que os rodeiam.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Neste sentido, muitas das pessoas que são raptadas também não apresentam queixa às autoridades porque receiam quais sejam as repercussões para as suas famílias e amigos.

Há ainda vítimas que preferem esquecer o assunto, devido aos danos mentais e físicos em que se encontram após os ataques.

É o caso de Clint (nome fictício), um traficante que foi sequestrado na rua por traficantes rivais, levado para uma garagem e espancado com um martelo. A vítima conta que a sua vida mudou e que as suas pernas e ombros não serão mais os mesmos.

Apesar da experiência horrível, Clint aceita que ser sequestrado e espancado é um risco ocupacional. “É parte do risco”, explicou.

  Ana Isabel Moura, ZAP //

5 Comments

  1. Fantástico em como se consegue descrever um traficante de droga como uma pobre vítima.

    Não estou de acordo com os raptores, nem mesmo se fosse por justiça ou defesa dos mais fracos, mas daí a passar um traficante de droga como uma pobre vítima … é esticar a corda.
    Seria como relatar a história de dois assassinos que se envolvem num tiroteio entre eles e chamar de vítima ao que acaba morto… os dois eram assassinos e os dois eram criminais, apenas um teve mais sorte que outro

  2. Paulo L, 100% de acordo com o que diz. O mal é que ultimamente há uma grande tendência para se transformar facínoras em coitadinhos…

  3. Traficantes de droga, o mundo só terá paz e segurança nesse aspecto quando só sobrar apenas um e em prisão perpétua!

  4. Só pode ser bom, assim acabam por se dizimar uns aos outros, depois os bons acabam com o resto dos maus, e pronto final feliz.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.