Touro morre com forcão no Sabugal. ANIMAL já apresentou queixa

Um touro morreu no sábado passado no Soito, concelho do Sabugal, durante uma capeia arraiana, denuncia a associação ANIMAL nas redes sociais, dando conta que já apresentou queixa junto da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC).

O jornal Público explica que a capeia arraiana é uma técnica tauromáquica que consiste num grupo de pessoas que enfrentam um touro com um forcão em madeira, de vários metros, que funciona como uma espécie de escudo protetor.

“Pelo segundo ano consecutivo (que tenhamos imagens, porque, seguramente, este tipo de tragédia não se limitou a estes dois anos) morre um touro no Soito, Sabugal. Espantem-se, falamos de uma atividade registada como Património Cultural Imaterial no Inventário Nacional do Instituto dos Museus e da Conservação”, denuncia a ANIMAL no Facebook.

No vídeo que circulou nas redes sociais, publicado pela ANIMAL e que entretanto ficou indisponível nas mesmas plataformas, mostra o a correr diretamente contra a estrutura de madeira e a cair de imediato no chão da arena, após embater no forcão.

Na mesma publicação no Facebook, a associação não diz já ter apresentado queixa à Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) relativamente à morte do animal.

A ANIMAL escreveu ainda que “continua o seu trabalho de quase 25 anos contra a tauromaquia” e que continuará sempre a denunciar situações deste tipo. “A tauromaquia não passa de um exercício de violência pura. Aficionados dirão [que] “acidentes acontecem”, nós dizemos [que] “há acidentes que podem ser evitados se atividades macabras de barbarização de animais não existirem”, pode ler-se.

A capa arraiana é uma tradição do Sabugal reconhecida como Património Cultura Imaterial de Interesse Municipal desde 2010, grau que lhe confere um regime de exceção.

“A realização de qualquer espetáculo com touros de morte é excecionalmente autorizada no caso de tradições locais que se tenham mantido de forma ininterrupta, pelo menos, nos 50 anos anteriores à entrada em vigor do presente diploma, como expressão de cultura popular, nos dias em que o evento histórico se realize”, aponta a legislação, citada pelo Público.

ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Em imagens ancestrais, a matança do touro (ou boi) aparece associada ao fim da “Era de Touro”. Era uma imagem simbólica que representava ou assinalava o fim de uma Era, e, por sequência lógica, o início da Era seguinte…
    Depois da Era de Touro já aconteceu a Era de Carneiro, estamos em transição da Era de Peixes para a Era de Aquário e ainda há tanto neurónio congelado na imagem usada para indicar o fim de uma Era Astrológica???
    Verifico com tristeza que há muita mente em Sabugal – e não só!!! – congelada no tempo…. é que a Era de Touro já terminou cerca do ano 2.300 a.C.!!!!!! Acorda, meu POVO!!!!!!!!!!!

  2. Se for uma pessoa que morre num hospital por falta de medicamentos ou de médicos para a tratar estes “ANIMAi(L)s” não protestam, mas se for um cão, um gato ou um touro cai o Carmo e a Trindade e tudo merece ir preso. Temos o país que merecemos com as leis onde se troca o fundamental pelo acessório e todos andam alegremente cantando.

    • Considero-te totalmente “acessório”, na comunidade onde te encontras. Comparação sem nexo, digna de um desmiolado. Qualquer acto de violência e negligencia au encontro de um ser humano ou animal é evidentemente condenável!…… há pessoas que primeiro pensam no que dizem e outras que não pensam no que afirmam, fazes parte desta ultima categoria !

    • A crueldade existe porque há pessoas que pensam como o senhor Renato, todas as formas de vida são acessórias excepto a espécie a que pertence o Sr pertence. Concluímos que só o Homem tem direito a viver……

  3. O título desta notícia acaba por ser “demasiado irónico para um assunto tão séro”!” Foi o ANIMAL, ou seja o Touro, que apresentou queixa”? Claro que ao ler a notícia dá para perceber que foi a Associação ANIMAL…

    • Caro Lusitano,
      Não nos passaria pela cabeça ironizar num assunto, concordamos totalmente, tão sério.
      Se o quiséssemos fazer, teríamos escrito “Animal” em vez de “ANIMAL”, que nos parece perfeitamente claro ser a sigla da associação.
      Mas se o assunto não fosse tão sério, até lhe diríamos como os italianos: “se non è vero, è ben trovato”.

    • Muito Obrigado pelo esclarecimento. A palavra é a mesma: Animal ou ANIMAL e eu desconhecia a existência dessa associação…Obrigado!

  4. Zbraitlin,
    pode citar o Gandhi à vontade, mas num país onde quase 50% da população vive com menos de um dólar por dia não vamos encontrar modelos, Disso pode ter a certeza.
    Dito isto, só me resta informar que sou contra as touradas e, para mim, quem gosta de assistir, e as defende, são uma cambada de ignorantes armados em bétos e gente bem.
    Vão todos pró C@r@lh@! (sou do Norte pá, estas coisas saem-me sem dar conta)

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …