Tomar café ativa os intestinos (e já sabemos porquê)

Apesar de os efeitos laxativos do café serem bem conhecidos, não está claro por que motivo isso acontece. Para desvendar o mistério, uma equipa de cientistas decidiu dar café a ratos de laboratório.

Amado por milhões de pessoas em todo o mundo, o café é uma bebida indispensável no quotidiano. Uns apreciam o facto de o café os despertar, outros elogiam a capacidade de esta bebida acordar um intestino preguiçoso. No entanto, a Ciência nunca conseguiu explicar o porquê deste efeito laxante. Até hoje.

Segundo o TechExplorist, uma equipa de investigadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, resolveram investigar esta questão e, em busca de uma resposta apropriada para desvendar o mistério, os cientistas decidiram usar roedores como cobaias.

Os resultados parecem demonstrar que a habilidade do café de nos fazer ir à casa de banho nada tem a ver com a cafeína. “Quando os ratos beberam café durante três dias, a capacidade dos músculos do intestino delgado de contrair aumentou”, disse o cientista Xuan-Zheng Shi. “Curiosamente, estes efeitos são independentes da cafeína, uma vez que o café sem cafeína teve efeitos similares.”

Os dados, apresentados no Digestive Disease Week, são preliminares e foram baseados em modelos estudados em animais. No entanto, os especialistas analisaram estudos anteriores que sugerem que o café descafeinado também tem um efeito laxante em humanos.

Os cientistas observaram os resultados em ratos vivos e em tecidos musculares de intestino que foram expostos diretamente ao café em laboratório. Em ambos os casos, a bebida “empurrou” o conteúdo do intestino mais rápido. Já na década de 1990, análises tinham descoberto que o café poderia induzir movimentos no cólon de quem consume café em grandes quantidades.

Na prática, o estudo foi claro ao concluir que os músculos do intestino delgado e grosso têm maior facilidade de contração após a ingestão de café, o que significa que os alimentos podem mover-se mais rapidamente ao longo do intestino.

A equipa analisou também fezes de ratos e descobriu que havia menos bactérias nas fezes dos que tinham bebido café em comparação com o que não tinham ingerido a bebida.

Por sua vez, quando expuseram as fezes a uma solução com 1,5% de café numa placa de Petri, as bactérias cresceram a uma menor velocidade. O mesmo efeito, mas mais forte, foi observado quando foram expostas a um a solução com o dobro da concentração de café (3%). Tal como na experiência anterior, o café descafeinado produziu resultados semelhantes.

“Isto significa que o café pode ser um ótimo agente antibacteriano”, disse Shi. “Mas precisamos de estudar mais a questão, uma vez que o café pode ter esse efeito de supressão no microbioma.”

Para já, é ainda muito cedo para afirmar que o café afeta o ecossistema microbiano, conhecido como microbioma intestinal. Se o café estiver mesmo a retardar o crescimento de bactérias saudáveis, é um caso preocupante que merece investigação. Mas uma outra pesquisa sugeriu que o café pode afetar positivamente a saúde geral do cólon e diminuir o risco de cancro do cólon.

Apesar de outros estudos terem sugerido uma associação entre o microbioma intestinal e um intestino saudável, não está totalmente claro de que forma o primeiro afeta o segundo. A equipa da mais recente investigação também não afirma que os efeitos do café no intestino interferem no microbioma, apenas que encontraram uma relação interessante para continuar esta pesquisa.

Além disso, afirmam que vale a pena explorar se o café deve ser usado como uma forma relativamente fácil e barata de ajudar pessoas com prisão de ventre ou obstrução intestinal, duas complicações que podem acontecer após algumas cirurgias.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A frase está errada
    “… mover-se mais rápido ao longo do intestino.”
    deveria ser:
    mover-se mais rapidamente ao longo do intestino.
    ou
    mover-se mais depressa ao longo do intestino.

RESPONDER

Pandemia aumentou o preço dos carros usados. Venda de veículos novos caiu a pique

A procura por usados aumentou com a pandemia. Com menos carros novos a saírem dos concessionários, também por causa da crise dos chips, a oferta de usados é escassa, levando os preços a subirem. Um choque …

Jogos Olímpicos: três polémicas de arbitragem em 24 horas

Depois da pontuação controversa no surf, uma decisão que quase ninguém entendeu, no basquetebol e no judo. A arbitragem não é, ou não é suposto ser, o foco de qualquer edição dos Jogos Olímpicos. E não …

Rui Vitória quer levar Manafá para o Spartak Moscovo

O Spartak Moscovo, treinado por Rui Vitória, desistiu da contratação de Gabriel e apresentou agora uma proposta por Wilson Manafá. Desde que chegou a Moscovo para treinar o Spartak, Rui Vitória tem sondado alguns jogadores que …

Centro de Migrantes de Caxias seria pago pelo SEF com carros apreendidos e obras eram feitas por presos

As obras feitas para a construção de um Centro de Migrantes no complexo prisional de Caxias terão sido pagas pelo SEF com carros apreendidos. O Centro de Instalação Temporária de migrantes no complexo prisional de Caxias …

Afinal, declaração de pertença à maçonaria ou Opus Dei não será obrigatória

A obrigatoriedade de os políticos e altos cargos públicos declararem a sua pertença e funções em associações como as desportivas, políticas e de carácter secreto foi aprovada no Parlamento este mês. Jorge Lacão esclareceu que a …

Futebol: Alemanha já está fora dos Jogos Olímpicos

Alemães chegaram à final em 2016 mas, desta vez, nem passaram da fase de grupos. Campeão Brasil continua no torneio masculino. Brasil e Alemanha foram as seleções finalistas da edição anterior dos Jogos Olímpicos, em 2016. …

Portugal perto de surpresa no andebol e Ana Catarina Monteiro faz história na natação

No andebol, a equipa olímpica portuguesa esteve muito perto de surpreender a vice-campeã mundial Suécia. Na natação, Ana Catarina Monteiro teve um resultado histórico. A seleção portuguesa de andebol perdeu por 29-28 frente à vice-campeã mundial …

Portugal nunca teve tantos migrantes a obter nacionalidade portuguesa. Maioria são do Brasil e Israel

Em 2020, mais de 149 mil migrantes passaram a ter o cartão cidadão nacional. Só este ano já há registo de 56 mil. O aumento do número de pessoas a pedir nacionalidade portuguesa deve-se à …

Patrões, UGT e Governo assinam acordo de Concertação, num "sinal de desagravamento" das tensões

Esta quarta-feira, será assinado o acordo de formação profissional, denominado Um Desígnio Estratégico para as Pessoas, para as Empresas e para o País, alcançado na concertação social. Carlos Silva, secretário geral da UGT, encara a assinatura …

Navio e cemitério egípcios encontrados em cidade submersa há mais de 1.000 anos

Uma equipa de arqueólogos descobriu os destroços de um antigo navio egípcio que naufragou após ser atingido por blocos gigantes do famoso templo de Amon. Também foi encontrado um cemitério. O naufrágio ocorreu há cerca de …