Tomar banho todos os dias pode ser prejudicial

Tomar banho todos os dias é considerado um hábito básico de higiene que devia ser seguido por todas as pessoas, certo? Segundo especialistas americanos, não é bem assim.

Em vez de colaborar para a redução de infeções, banhar-se diariamente pode, na verdade, aumentar esse risco.

De acordo com Elaine Larson, especialista em doenças infeciosas da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, em entrevista ao Daily Mail, banhos excessivos podem reduzir a hidratação da pele, fazendo com que fique seca e rachada, facilitando a entrada de germes causadores de doenças.

Além disso, a chuveirada diária remove os óleos naturais da pele, o que pode reduzir o número de bactérias saudáveis, vírus e outros micro-organismos que vivem dentro do nosso corpo e apoiam o funcionamento do sistema imunológico.

Exemplo dos índios da Amazónia

Baseando-se em observações feitas em índios de aldeias remotas da Amazónia, investigadores da Universidade de Utah, também nos Estados Unidos, descobriram que a população tinha a maior diversidade de bactérias e funções genéticas alguma vez relatadas num grupo humano, já que não se higienizavam todos os dias.

Segundo os resultados do estudo, ao contrário dos aldeões amazónicos, os ocidentais são excessivamente limpos, o que afecta suas populações de micróbios e, consequentemente, sua saúde.

Para evitar a perda desses organismos que executam funções importantes no corpo humano, o dermatologista americano C. Brandon Mitchell dá um conselho radical: banho apenas uma ou duas vezes por semana. “Banhos diários não são necessários”, disse o dermatologista à revista Time.

Contradições

Segundo o ‘Daily Mail’, porém, uma outra pesquisa, realizada no Reino Unido, aconselha a limpeza diária – porque, de acordo com os resultados do estudo, um indivíduo que trabalhe em frente a um computador, por exemplo, pode entrar em contacto com 10 milhões de bactérias, que podem causar doenças como gripes e constipações.

Para efeito de comparação, esse número é 400 vezes maior do que a quantidade média de de bactérias encontradas numa sanita.

Estas bactérias podem ser encontradas em objectos de uso comum, como telemóveis, teclados e ratos. Os especialistas recomendam assim que as pessoas desinfectem o seu posto de trabalho com frequência.

“As bactérias e vírus podem multiplicar-se em superfícies duras, permanecendo infecciosas até 24 horas”, explica Lisa Ackerley, especialista em higiene e professora da Universidade de Salford, em Inglaterra.

Medidas melhores de limpeza e higiene, incluindo banhos diários, também ajudam a reduzir as doenças adquiridas no ambiente de trabalho.

ZAP // Move

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Os animais não tomam banho e andam por aí como sempre andaram à milhares de anos. Talvez a solução para este estudo sejam os banhos de perfume…

RESPONDER

Muco marinho na costa da Turquia ameaça ecossistemas. E é só a ponta do icebergue

Esta semana, a Turquia lançou a maior limpeza marítima da sua história para fazer face à proliferação sem precedentes de muco marinho no Mar de Mármara, um sintoma de um problema ambiental muito maior. Debaixo das …

Fotografia da Rainha Isabel II removida da Universidade de Oxford devido à "história colonial"

Um grupo de estudantes da Universidade de Oxford removeu uma fotografia da Rainha Isabel II da sua área comum devido aos seus laços com a “história colonial”. A atitude gerou uma onda de controvérsia. A imprensa …

Espanha 0-0 Suécia | Muro amarelo trava fúria espanhola

A Espanha e a Suécia empataram hoje 0-0 em jogo da primeira jornada do Grupo E do Euro2020 de futebol, naquela que foi a primeira partida sem golos na competição até ao momento. No estádio La …

Covid-19. Variante indiana causa doença mais grave, dizem médicos chineses

A Delta está a causar doença mais grave e mais rapidamente do que durante a primeira vaga, informaram médicos na zona de Guangzhou, no sudeste da China, onde surgiu um surto recente provocado por esta …

Do café aos brinquedos. Preço do transporte de mercadorias vai atingir a nossa carteira mais cedo do que se pensava

Os preços exorbitantes do transporte de mercadorias pelo mundo poderão atingir a sua carteira mais cedo do que pensa. Mais de 80% de todo o comércio de mercadorias é transportado pela via marítima, mas o alto …

Tal é a qualidade de Portugal, que o treinador da Hungria "podia ser motorista ou roupeiro"

O selecionador da Hungria, o italiano Marco Rossi, afirmou hoje que "até podia ser o motorista ou rapaz dos equipamentos" da seleção portuguesa, tal é a qualidade dos jogadores lusos que vão disputar o Euro2020. “Estamos …

Destroços de avião descobertos no fundo de um lago nos EUA podem pôr fim a um mistério de 56 anos

Trabalhadores que testam equipamentos de investigação subaquática dizem ter encontrado os destroços de um pequeno avião nas profundezas do lago Folsom, na Califórnia. A confirmar-se, podem ter resolvido um mistério com 56 anos. As imagens de …

Norte-americanos envolvidos na fuga de Carlos Ghosn declaram-se culpados

Os dois norte-americanos acusados de ajudarem o ex-presidente da Nissan Carlos Ghosn a fugir do Japão quando aguardava julgamento em liberdade sob fiança declararam-se esta segunda-feira culpados perante a justiça japonesa. De acordo com fontes da …

Enfermeira tentou provar que as vacinas tornam as pessoas magnéticas (mas não correu como previsto)

Na semana passada, a enfermeira negacionista de Ohio Joanna Overholt tentou, durante uma sessão legislativa, provar que as vacinas contra a covid-19 tornam as pessoas magnéticas. Mas não foi bem sucedida. O teste do íman resulta …

Foda e Kostadinov: as recordações à volta do Áustria-Macedónia do Norte

O selecionador da Áustria e um dos jogadores da Macedónia do Norte trouxeram memórias dos anos 90. O jogo entre Áustria e Macedónia do Norte, que terminou com vitória austríaca por 3-1, não estava propriamente na …