Tomar banho todos os dias pode ser prejudicial

Tomar banho todos os dias é considerado um hábito básico de higiene que devia ser seguido por todas as pessoas, certo? Segundo especialistas americanos, não é bem assim.

Em vez de colaborar para a redução de infeções, banhar-se diariamente pode, na verdade, aumentar esse risco.

De acordo com Elaine Larson, especialista em doenças infeciosas da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, em entrevista ao Daily Mail, banhos excessivos podem reduzir a hidratação da pele, fazendo com que fique seca e rachada, facilitando a entrada de germes causadores de doenças.

Além disso, a chuveirada diária remove os óleos naturais da pele, o que pode reduzir o número de bactérias saudáveis, vírus e outros micro-organismos que vivem dentro do nosso corpo e apoiam o funcionamento do sistema imunológico.

Exemplo dos índios da Amazónia

Baseando-se em observações feitas em índios de aldeias remotas da Amazónia, investigadores da Universidade de Utah, também nos Estados Unidos, descobriram que a população tinha a maior diversidade de bactérias e funções genéticas alguma vez relatadas num grupo humano, já que não se higienizavam todos os dias.

Segundo os resultados do estudo, ao contrário dos aldeões amazónicos, os ocidentais são excessivamente limpos, o que afecta suas populações de micróbios e, consequentemente, sua saúde.

Para evitar a perda desses organismos que executam funções importantes no corpo humano, o dermatologista americano C. Brandon Mitchell dá um conselho radical: banho apenas uma ou duas vezes por semana. “Banhos diários não são necessários”, disse o dermatologista à revista Time.

Contradições

Segundo o ‘Daily Mail’, porém, uma outra pesquisa, realizada no Reino Unido, aconselha a limpeza diária – porque, de acordo com os resultados do estudo, um indivíduo que trabalhe em frente a um computador, por exemplo, pode entrar em contacto com 10 milhões de bactérias, que podem causar doenças como gripes e constipações.

Para efeito de comparação, esse número é 400 vezes maior do que a quantidade média de de bactérias encontradas numa sanita.

Estas bactérias podem ser encontradas em objectos de uso comum, como telemóveis, teclados e ratos. Os especialistas recomendam assim que as pessoas desinfectem o seu posto de trabalho com frequência.

“As bactérias e vírus podem multiplicar-se em superfícies duras, permanecendo infecciosas até 24 horas”, explica Lisa Ackerley, especialista em higiene e professora da Universidade de Salford, em Inglaterra.

Medidas melhores de limpeza e higiene, incluindo banhos diários, também ajudam a reduzir as doenças adquiridas no ambiente de trabalho.

ZAP // Move

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Os animais não tomam banho e andam por aí como sempre andaram à milhares de anos. Talvez a solução para este estudo sejam os banhos de perfume…

Responder a Joca Cancelar resposta

Professor detido por violar aluna menor dentro de escola em Faro

Um professor de 55 anos foi detido, nesta quarta-feira, por suspeitas de ter violado uma aluna de 14 anos no interior de uma escola do concelho de Vila Real de Santo António, no distrito de …

Governo vira-se para Rio para mudar a lei e garantir o novo aeroporto

O Governo está a preparar uma alteração à Lei para evitar que o projecto do novo aeroporto do Montijo seja chumbado. Uma medida que passará, necessariamente, pela necessidade de um entendimento entre PS e PSD …

"Entretenimento saudável". Santa Casa desvaloriza estudo sobre raspadinhas

O Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa desvalorizou a investigação da Universidade do Minho que aponta para o vício das raspadinhas. Esta sexta-feira, um artigo científico publicado na The Lancet alertou para …

"Diga-lhe para ligar ao FBI". Autocarro com a cara do príncipe André circula em Londres

Um autocarro escolar, com a cara do príncipe André, andou a circular por Londres, esta sexta-feira, numa campanha da advogada Gloria Allred para pressionar o filho da Rainha a falar com o FBI. Esta sexta-feira, um autocarro …

Suspeito de terrorismo ouvido em tribunal (com o juiz a recusar ver os seus vídeos por não ter Internet)

O arguido Rómulo Costa, um dos oito portugueses acusados por financiamento ao terrorismo e recrutamento, adesão e apoio ao Estado Islâmico, foi interrogado, esta sexta-feira, na fase de instrução do processo que vai decorrer no …

FC Porto recorre do castigo de um jogo à porta fechada

O FC Porto vai recorrer do castigo de um jogo à porta fechada, aplicado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) por ofensa a um agente desportivo. "O FC Porto vai recorrer …

Moita Flores investigado por corrupção. Antigo PJ fala em "coincidência" com empréstimo aos filhos

Francisco Moita Flores, antigo inspector da Polícia Judiciária e ex-presidente da Câmara de Santarém, está a ser investigado por suspeitas de corrupção. Há transferências de dinheiro de uma construtora para empresas a que esteve ligado …

SOS Animal vai constituir-se assistente no processo contra João Moura

A SOS Animal anunciou, esta sexta-feira, que se vai constituir assistente no processo criminal contra o cavaleiro tauromáquico detido, na quarta-feira, por suspeitas de maus-tratos a cães em Monforte, no distrito de Portalegre. Em comunicado, a SOS …

SMS de Rangel revelam teia de corrupção na Relação de Lisboa. Juiz Vaz das Neves tem empresa contra a lei

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, Luís Vaz das Neves, que foi constituído arguido na Operação Lex, tem uma empresa que se dedica à arbitragem extrajudicial de conflitos, o que constitui uma violação …

Presidente da PwC esteve em Lisboa para controlar danos do Luanda Leaks

O presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC) esteve em Lisboa, há duas semanas, para controlar os danos provocados pelo caso Luanda Leaks. Bob Moritz, presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC), esteve em Lisboa, há duas semanas, para perceber até …