Tiroteio na sede do Youtube faz 4 feridos. Atiradora suicidou-se

John G. Mabanglo / EPA

A sede do Youtube, na Califórnia, foi palco de um tiroteio esta terça-feira. A atiradora, de 39 anos, que fez quatro feridos, suicidou-se depois do ataque.

A polícia identificou a autora dos disparos como Nasim Najafi Aghdam, de 39 anos, residente em San Diego, californiana de ascendência iraniana que publicava vídeos no site, descreve a BBC.

Na origem do conflito terá estado a “forma discriminatória” como a gigante tecnológica “filtrava” os seus conteúdos. Nasim chegou mesmo a fazer um vídeo em janeiro no qual culpava a plataforma pela perda de visualizações, a sua principal fonte de rendimento. “Não há oportunidades iguais de crescimento no YouTube”, acusou.

A conta de Nasim já foi entretanto encerrada pelo Youtube “devido a violações repetidas ou graves” da sua política, lê-se.

O pai de Nasim Aghdam confirmou que a youtuber se sentia traída pela rede social, que utilizava há anos, e admitiu que sabia que a filha tinha ido à sede do Youtube na terça-feira, apesar de não saber que tinha estado envolvida naquele incidente.

Na manhã de terça-feira, a mulher tinha sido encontrada a dormir dentro de um carro num parque de estacionamento em San Bruno, Califórnia, o local onde fica a sede do Youtube.

A polícia não identificou nenhum sinal suspeito, segundo o Observador. “Em nenhum momento no nosso contacto com a mulher, ela indicou ser uma ameaça para si própria ou para outros”, disse um porta-voz da polícia.

Durante duas horas o espaço onde se localiza a sede do Youtube foi palco de cenas de caos e pânico para os funcionários que lá trabalham. De acordo com a gigante, são cerca de 1100 pessoas, entre engenheiros, equipas de vendas, marketing e conteúdo.

Vadim Lavrusik, funcionário da empresa, relatou em direto no twitter que esteve barricado dentro de uma sala com alguns colegas mas já está a salvo. Uma outra funcionária disse que quando ouviu os tiros estava numa reunião e ligou ao seu superior que a terá informado da existência de pelo menos um ferido no pátio que serve de refeitório.

Depois de abrir fogo, a atiradora suicidou-se, referem as autoridades. A polícia acrescentou ainda que a atacante “conhecia alguém” no local, pelo que a hipótese de divergência pessoal ou familiar não está posta de lado, segundo o Diário de Notícias.

O porta-voz do hospital Zuckerberg General de São Francisco, Brent Andrew, informou que, entre os feridos, há uma mulher de 32 anos e um homem de 36, ambos em estado grave, assim como uma mulher de 27 anos em condição estável.

Inicialmente, as autoridades deram conta de quatro “vítimas de balas”, mas o chefe de policia de San Bruno, Ed Barberini, já esclareceu que uma das pessoas sofreu apenas “lesões no tornozelo“.

Este novo tiroteio acontece enquanto o debate sobre as armas de fogo nos Estados Unidos continua a dividir fortemente a opinião pública, sobretudo depois da tragédia num liceu de Parkland, na Florida, onde morreram 17 pessoas, a 14 de fevereiro.

Mais de 1,5 milhões de pessoas participaram, a 24 de março, nos Estados Unidos, numa marcha a exigir um maior controlo das armas de fogo, numa das mais importantes manifestações no país em menos de duas décadas.

Autoria dos disparos

O episódio chama atenção pela suposta autoria dos disparos: segundo um estudo recente do FBI, de 160 tiroteios similares registados entre 2000 e 2013, apenas 6 foram conduzidos por mulheres, revela a BBC.

Extremamente raros, os casos de atiradoras mulheres representam 3,8% do total, segundo o órgão de investigação americano.

“Encontramos uma pessoa morta no prédio com um disparo contra si mesma”, disse o chefe da polícia de San Bruno, Ed Barberini, em conferência de imprensa. “É uma mulher, mas a investigação ainda está em andamento”, explicou.

As forças de segurança de San Bruno evacuaram o local minutos após receberem “dezenas de chamadas” sobre o incidente.

Parte dos feridos foram levados para o Zuckerberg Hospital, inaugurado em 2016 após uma doação de 75 milhões de dólares do dono do Facebook, Mark Zuckerberg, e sua esposa, a pediatra Priscilla Chan.

O hospital da Universidade de Stanford informou que recebeu “quatro ou cinco pacientes” vindos da sede da empresa. A Google, dona do YouTube, informou que está a apoiar as investigações da polícia e a situação dos enviados para hospitais.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Cientista descobre espécie extinta de ganso através de uma pintura egípcia

Uma famosa pintura que estava originalmente no túmulo do príncipe egípcio Nefermaat levou um cientista a descobrir uma espécie de ganso já extinta. A cena "gansos de Meidum", originalmente pintada no túmulo do príncipe Nefermaat, encontra-se …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Hong Qin, do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA, criou um algoritmo de Inteligência Artificial que pode provar que a realidade é, na verdade, uma simulação. O algoritmo …

Quase 10 anos depois, avião de Gaddafi continua parado num aeródromo em França

Quase uma década depois de ter aterrado em solo francês, o avião presidencial do ex-ditador líbio continua parado num aeródromo no sul do país, estando no meio de vários processos judiciais que parecem não ter …

Governo recebeu 1.600 ideias para a bazuca. Costa agradece mobilização

Durante a fase de discussão pública, o Plano de Recuperação e Resiliência recebeu mais de 1.600 contribuições e mais de 65 mil consultas. O primeiro-ministro António Costa disse que, durante a fase de discussão pública, …

"Honjok" é o nome do movimento sul-coreano que reivindica a solidão

A solidão tornou-se um tema recorrente devido à pandemia de covid-19. Na Coreia do Sul, existe um movimento chamado "honjok", que promove um estilo de vida solitário. O isolamento imposto pela pandemia de covid-19 está a …

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Em Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …

Abel Ferreira tentou levar jogador do Benfica para o Palmeiras

O treinador português Abel Ferreira, no comando técnico dos brasileiros do Palmeiras, pediu a contratação de Franco Cervi, que alinha pelo Benfica, mas acabou por ver a sua proposta recusada pelo jogador argentino. A notícia …