Theresa May vence moção de censura

Tom Evans / Crown Copyright

Theresa May, primeira-ministra britânica

A primeira-ministra britânica venceu a votação por 200 votos contra 117 e continua na liderança do Partido Conservador e do governo. A moção foi apresentada por membros do seu próprio partido, insatisfeitos com o acordo do Brexit.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, ganhou esta quarta-feira uma moção de censura do próprio Partido Conservador por 200 votos contra 117. A votação foi secreta.

Com a vitória, May permanece na liderança do Partido Conservador e mantém-se no cargo de primeira-ministra, não podendo agora, durante os próximos 12 meses, ser sijeuta a nova moção.

Antes da votação, a governante tinha anunciado aos deputados do Partido Conservador que pretende abandonar o cargo antes das eleições legislativas de 2022, de acordo com vários testemunhos de correligionários.

“O resultado da votação desta noite significa que o grupo parlamentar tem confiança em Theresa May”, anunciou Graham Brady, presidente do Comitê 1922, que reúne os parlamentares do Partido Conservador.

A moção de censura foi apresentada por deputados conservadores insatisfeitos com o acordo sobre o Brexit que May negociou com a União Europeia. A saída do Reino Unido da UE está prevista para 29 de março.

O principal ponto de descontentamento dos deputados do partido da primeira-ministra é a solução para evitar uma fronteira fechada entre a Irlanda do Norte, que faz parte do Reino Unido, e a República da Irlanda, país-membro da União Europeia.

May adiou uma votação do acordo do Brexit prevista para terça-feira porque dezenas de seus correligionários prometiam votar contra o governo. Agora, a primeira-ministra tenta conseguir novas concessões da UE para facilitar a aprovação do texto na Câmara dos Comuns.

Theresa May procura garantias que satisfaçam os descontentes com o mecanismo de salvaguarda para evitaruma fronteira entre Irlanda e Irlanda do Norte após o Brexit.

Após a votação, a deputada Nicky Morgan afirmou que a “razão prevaleceu”. Por outro lado, Jacob Rees-Moog, um dos líderes da ala contrária à União Europeia do Partido Conservador, considerou que os 117 votos representam um “resultado terrível” para a primeira-ministra.

PARTILHAR

RESPONDER

UE em rota de colisão com a Polónia. Em causa estão os crimes de ódio

A relação entre a União Europeia e a Polónia está cada vez mais comprometida. As duas partes têm chocado no que toca à discussão dos crimes de ódio. No seu primeiro discurso sobre o estado de …

Leixões nega ter colocado adeptos na bancada a ver um jogo

Episódio aconteceu numa partida de voleibol em Gondomar. Presidente garante que jovens pertencem aos órgãos sociais do clube, Federação não confirma a identidade à entrada. A Supertaça de voleibol começou, no Grupo B, com o duelo …

Ventura quer ser Sá Carneiro do século XXI e ter juventude partidária

O presidente do Chega vai apresentar-se este fim de semana em Évora para a II Convenção Nacional do partido populista de direita como “o principal continuador em Portugal” de Sá Carneiro, o falecido líder fundador …

Alemanha tem provas materiais de que Maddie está morta

As autoridades alemãs têm provas materiais de que Madeleine McCann está morta, garante o porta-voz da Procuradoria de Braunschweig, Hans Christian Wolters, à RTP. Apenas está por provar o envolvimento de Christian Brueckner no homicídio …

BE quer que direito das grávidas a acompanhante seja respeitado

O Bloco de Esquerda (BE) quer que as normas da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre gravidez e parto no âmbito da covid-19 sejam revistas para que o direito das mulheres grávidas a estarem acompanhadas seja …

Proposta do PCP para passar Novo Banco para esfera pública foi chumbada

A recomendação ao Governo proposta pelo PCP para reverter da venda do Novo Banco, transferindo-o para a esfera pública, foi hoje chumbada no parlamento com os votos contra de PS, PSD, CDS-PP, PAN, Iniciativa Liberal …

Trump ataca voto por correspondência. Resultados podem não ser "determinados de forma precisa"

O Presidente dos EUA, Donald Trump, reforçou na quinta-feira no Twitter os ataques ao voto por correspondência nas eleições de novembro, ao que a rede social reagiu ligando duas das suas mensagens a informação verificada …

Quatro candidatos disputarão sucessão de Santana no Aliança

O novo líder do Aliança, que sucederá ao fundador do partido, Pedro Santana Lopes, vai ser escolhido entre quatro candidatos no próximo congresso nacional, agendado para 26 e 27 de setembro em Torres Vedras. Segundo noticiou esta …

Recomendação do PS para tarifa social de Internet sem oposição (mas partidos querem mais)

A recomendação do PS ao Governo para que crie uma tarifa social de acesso à Internet não mereceu esta quinta-feira oposição de nenhuma bancada, mas foram vários os partidos que defenderam a necessidade de “ir …

Ex-deputado PS acusado de uso abusivo de viaturas da Câmara de Barcelos

O Ministério Público acusou de peculato e abuso de poderes o ex-deputado socialista Domingos Pereira, pela alegada utilização de viaturas do município de Barcelos para deslocações de e para a Assembleia da República. Segundo nota publicada …