Depois de “The Office”, “Friends” é a próxima série a sair do catálogo da Netflix

DR Warner Bros

A Netflix continua a perder algumas das séries mais vistas. Friends, série de culto para milhões de fãs, vai deixar de estar no catálogo norte-americano do serviço a partir da próxima primavera, para integrar de forma exclusiva o portefólio da nova aplicação de streaming da WarnerMedia, que se vai chamar HBO Max.

Segundo revelou o Wall Street Journal, citado pelo ECO, a decisão não afeta todos os mercados. Já depois da publicação deste artigo, a Netflix Portugal recorreu ao Instagram para garantir que a série vai continuar no catálogo do serviço em Portugal.

“Não. Friends não vai sair do meu serviço! Estamos numa relação (muito) séria”, lê-se numa publicação. Um porta-voz da empresa disse também ao ECO que o anúncio da saída de Friends do catálogo da Netflix referiu-se apenas aos Estados Unidos (EUA).

View this post on Instagram

Não. Friends não vai sair do meu serviço! Estamos numa relação (muito) séria. 😅❤️

A post shared by Netflix Portugal. (@netflixpt) on

A WarnerMedia, detida pela AT&T, é proprietária de Friends e só este ano a Netflix já pagou 80 milhões de dólares pelos direitos exclusivos da série. Porém, o facto de a empresa decidir prescindir desta receita adicional nos EUA mostra bem o quão a sério é a guerra do streaming de conteúdos, vista como a nova era do entretenimento audiovisual.

Para a Netflix nos EUA, a decisão é uma dupla perda. Por um lado, Friends tem sido sucessivamente um dos títulos mais vistos e aclamados da sua plataforma. Por outro, prepara-se para ver entrar mais um serviço concorrente no mercado, com pré-lançamento marcado já para o final deste ano e disponibilização ao público na primavera de 2020.

Com a saída, a Netflix deverá investir o extra cash em conteúdo original, pelo que não se antecipa uma saída em massa de subscritores da plataforma. Mas essa também é a ideia por detrás da HBO Max, estando já garantido conteúdos com a presença de estrelas como Nicole Kidman, Reese Witherspoon e Anna Kendrick, de acordo com o mesmo jornal.

O serviço HBO Max vai ter, assim, o catálogo de conteúdos originais do universo Warner. Será diferente do HBO Now – plataforma de streaming com conteúdos originais e outros licenciados – e também do HBO Go – serviço de conteúdos disponível para os clientes de TV da HBO nos EUA. Para já, não é claro se o HBO Max chegará a Portugal nem que diferenças terá em relação à plataforma já disponível no mercado.

Friends não é a primeira série a sair da Netflix. A plataforma vai também perder The Office, detida pela NBCUniversal, que vai fazer parte de uma plataforma de streaming que está a ser desenvolvida pela própria empresa que detém os direitos.

De acordo com a CBS News, Pretty Little Liars, The Fresh Prince of Bel Air são outras das séries exclusivas da HBO Max. A plataforma assinou igualmente um acordo de exclusividade com o produtor Greg Berlanti. As séries originais alinhadas para o lançamento incluem Tokyo Vice, The Flight Attendant e Love Life.

Mas as novidades continuam. O Vox já tinha anunciado que todas as propriedades da Disney – incluindo a Marvel, o Star Wars e os Simpsons – tornar-se-ão exclusivas da Disney +, que será lançada a 12 de novembro.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Netflix retira imagens de suicídio de "13 Reasons Why"

A Netflix modificou o episódio da série "13 Reasons Why" onde apareciam imagens do suicídio da protagonista Hannah Baker (Katherine Langford), passando agora essa parte da ação a ocorrer de forma totalmente oculta para os …

Belinda Sharpe é a primeira árbitra do râguebi australiano em 111 anos

Belinda Sharpe vai tornar-se na primeira árbitra de campo na história de 111 anos da liga profissional de râguebi na Austrália, quando dirigir um jogo do campeonato agendado para quinta-feira. A Liga Nacional de Râguebi (NRL) …

Os chimpanzés não têm noção de justiça e aceitam desigualdades

Os chimpanzés carecem da noção de justiça e aceitam a desigualdade na repartição de comida ou materiais, segundo a investigadora Nereida Bueno. A cientista, da Universidade Pontificia de Camillas, que participou num estudo publicado esta semana …

Descartar drogas pelo esgoto pode criar "meta-caimões" nos Estados Unidos

O Departamento da Polícia de Loretto, no estado norte-americano do Tennessee, alertou este sábado para os perigos associados à eliminação de narcóticos através das canalizações das casas de banho. Numa publicação na página oficial de Facebook, …

Descoberta nova via terapêutica para tratar o Alzheimer

Um grupo de cientistas descobriu uma nova via terapêutica para tratamento do Alzheimer, que segundo os investigadores cria “alguma esperança” para travar o desenvolvimento da doença em estágios mais iniciais. O projeto, cujas conclusões foram publicadas …

Exército de carraças está a dizimar vacas (e pode chegar aos humanos)

Uma espécie invasiva de carraças já dizimou um quinto da população de vacas na Carolina do Norte. Os cientistas temem que o próximo alvo podem ser os humanos. A espécie de carraça Haemaphysalis longicornis tem feito …

Ucrânia aprova castração química para pedófilos

Na Ucrânia, será administrada uma injeção que reduz o libido aos pedófilos. A legislação vai aplicar-se a homens com idades entre os 18 e os 65 anos que forem considerados culpados de violação ou abuso …

Em vez de desaparecer, ilhas do Pacífico poderão mudar de forma

Países insulares como Tuvalu, Toquelau e Kiribati passam o nível do mar em poucos metros. Estes são Estados considerados vulneráveis ao aquecimento climático do planeta e as populações acreditam que podem desaparecer com a subida …

Morreu o pugilista Pernell Whitaker. O campeão olímpico foi vítima de atropelamento

O pugilista norte-americano Pernell Whitaker morreu atropelado este domingo em Virginia Beach, aos 55 anos. O atleta foi atingido mortalmente quando atravessava a estrada num cruzamento, durante a noite. Num comunicado enviado ao Guardian, o Departamento …

Eis a primeira aterragem autónoma de um avião tripulado

Uma equipa de cientistas alemã criou um sistema que permite à aeronave aterrar autonomamente em qualquer pista, sem nenhum tipo de apoio humano. Enquanto a indústria automóvel tem andado léguas no que toca a inovação em …