Michel Temer usa a palavra “golpe” para falar da destituição de Dilma Rousseff

Beto Barata / PR

Michel Temer

“Nunca apoiei o golpe e nem fiz nada para que isso acontecesse”, disse Michel Temer – que chegou ao poder em 2016, após o processo de destituição de Dilma Rousseff – numa entrevista à emissora TV Cultura.

Reconhecido como um influente parlamentar de centro-direita durante várias décadas, Michel Temer, de 78 anos, foi vice-presidente de Dilma Rousseff de 2011 a 2016, mas substituiu-a no cargo de chefe de Estado após a sua controversa destituição pelo Congresso, por irregularidades fiscais, noticiou a agência Lusa.

Durante todo o período em que Michel Temer ocupou a presidência do Brasil, a oposição de esquerda sempre o apelidou de “golpista”.

O facto de o antigo presidente brasileiro ter usado a palavra “golpe” para se referir à destituição de Dilma Rousseff e, consequentemente, à sua chegada ao poder desencadeou inúmeras reações nas redes sociais. O nome “Temer” surgiu de imediato nos principais tópicos do Twitter, seguido de perto pela palavra por “golpe”.

“O Temer já reconheceu que foi golpe. E você?”, questionou a ex-deputada comunista Manuela D’Avila, candidata a vice-presidente do Brasil nas eleições do ano passado, ao lado do cabeça de lista do Partido dos Trabalhadores (PT), Fernando Haddad, derrotados pelo atual chefe de Estado, Jair Bolsonaro.

Visado em graves acusações de corrupção durante o seu mandato, Michel Temer foi detido provisoriamente por duas vezes após deixar o poder, em março e maio últimos, acabando por ser libertado alguns dias depois.

Durante a entrevista de segunda-feira, o ex-chefe de Estado garantiu que “nunca mirou [desejou]” a presidência.

“Recentemente, o jornal Folha de S. Paulo citou um telefonema que recebi do ex-presidente Lula [antecessor de Dilma Rousseff], pedindo-me para convencer o PMDB [Partido do Movimento Democrático Brasileiro, partido de Michel Temer] a votar contra o ‘impeachment’ [processo de destituição] e eu tentei”, revelou.

“O telefonema do ex-presidente Lula revela, exata e precisamente, que eu não era, digamos, adepto do golpe. (…) Mas, naquela época, a pressão popular era forte demais e as partes já haviam pensado na destituição, mas até ao último momento, eu não era a favor do golpe”, frisou.

Na terça-feira, diante da repercussão desencadeada pelas suas declarações, Michel Temer tentou recuar no uso da expressão “golpe”, numa entrevista à Rádio Gaúcha. “Quando digo que não sou a favor do golpe, é porque as pessoas o chamam de golpe”, afirmou o ex-presidente, referindo que “só seria golpe se a Constituição fosse golpista”.

TP, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Presidente do Chile decreta estado de emergência e diz que país está "em guerra" contra grupos de "criminosos"

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, afirmou que o país está "em guerra" contra os "criminosos" responsáveis pelos protestos violentos que causaram vítimas mortais e que levaram o Governo a decretar o estado de emergência …

Federação Nacional dos Médicos quer menos horas de trabalho em urgência

Este domingo, a Federação Nacional dos Médicos (FNAM) aprovou, em congresso, uma grelha salarial com base num horário de 35 horas, e a diminuição do trabalho em urgência de 18 para 12 horas semanais no …

Reclamação do PSD sobre contagem dos votos. Nulidade da eleição afastada

O Tribunal Constitucional começa esta segunda-feira a analisar o recurso do PSD que, na quinta-feira passada, pediu a revisão da contagem de votos dos círculos da emigração. Em causa, no protesto do PSD, está o facto …

Jesus "superstar" vence dérbi Fla-Flu, mas sonha regressar a Portugal

Por estes dias, Jorge Jesus continua o seu caminho como superstar no campeonato brasileiro de futebol: o técnico português, que comanda o Flamengo, venceu, este domingo, o dérbi frente ao Fluminense por 2-0, em jogo …

Cientistas encontraram sinais precoces de doença cardíaca em múmias com 4.000 anos

Múmias com quatro mil anos mostraram ter acumulação de colesterol nas artérias, sugerindo que as doenças cardíacas eram provavelmente mais comuns nos tempos antigos do que se pensava. Mohammad Madjid, professor assistente de medicina cardiovascular na …

Donald Trump desiste de realizar o G7 no seu clube de golfe em Miami

A decisão de Donald Trump, a braços com um processo de impeachment, de usar um dos seus resorts levantou dúvidas sobre conflito de interesses. O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, abandonou a ideia de realizar …

Costa vai a Belém apresentar secretários de Estado. Patrícia Gaspar e Antero Luís na lista

O primeiro-ministro indigitado, António Costa, vai esta segunda-feira a Belém apresentar ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, os nomes dos secretários de Estado que vão integrar o próximo Governo. O encontro, marcado para as 11 …

Chernobyl transforma-se num santuário para uma rara espécie de cavalos

Chernobyl tem sido o inesperado lar de uma espécie de cavalos em vias de extinção. Dezenas de cavalos de Przewalski foram observados em edifícios abandonados na zona radioativa da cidade ucraniana. Surpreendentemente, uma espécie de cavalos …

Sánchez desloca-se a Barcelona para “visitar agentes feridos” e lembra obrigações de Torra

O presidente do governo espanhol, em funções, Pedro Sánchez, desloca-se esta segunda-feira a Barcelona, após ter criticado o presidente do governo regional da Catalunha por não ter condenado com firmeza os atos de violência dos …

Governo de Hong Kong pede desculpas após polícia pulverizar mesquita

O Governo de Hong Kong pediu esta segunda-feira desculpas a líderes muçulmanos, depois da polícia antimotim ter pulverizado um portão da mesquita e algumas pessoas com um canhão de água, quando as autoridades tentavam dispersar …