Michel Temer usa a palavra “golpe” para falar da destituição de Dilma Rousseff

Beto Barata / PR

Michel Temer

“Nunca apoiei o golpe e nem fiz nada para que isso acontecesse”, disse Michel Temer – que chegou ao poder em 2016, após o processo de destituição de Dilma Rousseff – numa entrevista à emissora TV Cultura.

Reconhecido como um influente parlamentar de centro-direita durante várias décadas, Michel Temer, de 78 anos, foi vice-presidente de Dilma Rousseff de 2011 a 2016, mas substituiu-a no cargo de chefe de Estado após a sua controversa destituição pelo Congresso, por irregularidades fiscais, noticiou a agência Lusa.

Durante todo o período em que Michel Temer ocupou a presidência do Brasil, a oposição de esquerda sempre o apelidou de “golpista”.

O facto de o antigo presidente brasileiro ter usado a palavra “golpe” para se referir à destituição de Dilma Rousseff e, consequentemente, à sua chegada ao poder desencadeou inúmeras reações nas redes sociais. O nome “Temer” surgiu de imediato nos principais tópicos do Twitter, seguido de perto pela palavra por “golpe”.

“O Temer já reconheceu que foi golpe. E você?”, questionou a ex-deputada comunista Manuela D’Avila, candidata a vice-presidente do Brasil nas eleições do ano passado, ao lado do cabeça de lista do Partido dos Trabalhadores (PT), Fernando Haddad, derrotados pelo atual chefe de Estado, Jair Bolsonaro.

Visado em graves acusações de corrupção durante o seu mandato, Michel Temer foi detido provisoriamente por duas vezes após deixar o poder, em março e maio últimos, acabando por ser libertado alguns dias depois.

Durante a entrevista de segunda-feira, o ex-chefe de Estado garantiu que “nunca mirou [desejou]” a presidência.

“Recentemente, o jornal Folha de S. Paulo citou um telefonema que recebi do ex-presidente Lula [antecessor de Dilma Rousseff], pedindo-me para convencer o PMDB [Partido do Movimento Democrático Brasileiro, partido de Michel Temer] a votar contra o ‘impeachment’ [processo de destituição] e eu tentei”, revelou.

“O telefonema do ex-presidente Lula revela, exata e precisamente, que eu não era, digamos, adepto do golpe. (…) Mas, naquela época, a pressão popular era forte demais e as partes já haviam pensado na destituição, mas até ao último momento, eu não era a favor do golpe”, frisou.

Na terça-feira, diante da repercussão desencadeada pelas suas declarações, Michel Temer tentou recuar no uso da expressão “golpe”, numa entrevista à Rádio Gaúcha. “Quando digo que não sou a favor do golpe, é porque as pessoas o chamam de golpe”, afirmou o ex-presidente, referindo que “só seria golpe se a Constituição fosse golpista”.

TP, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cientistas reverteram principal sintoma da esquizofrenia em camundongos

Um medicamento que está atualmente a ser desenvolvido para tratar a leucemia reverteu (em camundongos) um sintoma de esquizofrenia anteriormente intratável: o enfraquecimento da memória de trabalho. A memória de trabalho é um processo cerebral fundamental usado …

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …

Cientistas observaram pela primeira vez porcos a usar ferramentas

Uma equipa de cientistas registou pela primeira vez uma família de javalis das Visayas, num jardim zoológico em Paris, a usar paus para cavar e construir ninhos. Os porcos não gostam só de chafurdar na lama …

Transição verde: o mundo tem muito a aprender com uma pequena cidade na Islândia

Uma pequena cidade no norte da Islândia tornou-se quase neutra em dióxido de carbono (CO2). Uma equipa de cientistas viajou até ao país insular nórdico para descobrir como podemos aprender com esta cidade. Atualmente, as cidades …

Adolfo Mesquita Nunes não será candidato à liderança do CDS

Adolfo Mesquita Nunes anunciou este domingo que não será candidato à liderança do CDS. A garantia foi deixada pelo próprio, na sua página pessoal de Facebook, depois de ter sido desafiado por António Pires de …

Afastado desde a noite eleitoral, Rui Rio volta para lançar suspeitas sobre a RTP

Afastado dos holofotes desde a noite eleitoral e sem dizer se se vai recandidatar à liderança do PSD, Rui Rio recorreu ao Twitter para comentar as suas suspeitas sobre a RTP. O líder social-democrata recorreu às …