Cientistas inventam tecnologia capaz de imprimir mensagem invisíveis

Uma equipa de cientistas criou uma tecnologia reutilizável que consegue imprimir mensagens invisíveis que apenas conseguem ser vistas com luz ultravioleta.

Não é magia. As mensagens são imprimidos com água num papel revestido com produtos químicos com manganésio. O conteúdo da mensagem fica invisível a olho nu, conseguindo apenas ser visto com recurso a uma luz ultravioleta. É também possível apagá-la, usando apenas um simples secador de cabelo durante 15 segundos.

Num ambiente natural, a mensagem aguenta três meses até desaparecer. “As fugas de informação tornaram-se um problema global com consequências terríveis, incluindo guerras e graves problemas económicos e sociais”, lê-se no estudo publicado esta quarta-feira na revista científica Matter.

Na opinião dos investigadores chineses, é crucial encontrar novas maneiras de enviar com segurança mensagens imprimidas. “Embora os media eletrónicos se tenham tornado indispensáveis nas nossas vidas, o papel ainda é o meio mais difundido para o armazenamento de informações, e muitos documentos importantes ainda estão em papel”, explicam, citados pelo The Guardian.

Uma alternativa semelhante a esta invenção é imprimir mensagens com tinta fluorescente — que também só podem ser vistas com luz ultravioleta. Contudo, o único problema é que estas não podem ser apagadas e o papel não pode ser reutilizado da mesma forma que a tecnologia dos chineses permite.

Até ao momento, os cientistas conseguiram reutilizar o papel 30 vezes até que este se tornasse inutilizável. Os especialistas acreditam que se conseguirem encontrar um bom substituto para o papel de filtro, conseguem aumentar o número de reimpressões. O preço é também uma mais valia, já que cada impressão fica pelo preço de uns meros cêntimos.

A equipa foi mais longe ainda e desenvolveu uma abordagem ainda mais sofisticada que permite codificar mensagens. O processo envolve imprimir uma série de números com tintas diferentes de manganésio. Cada uma destas tintas emite luz durante um período distinto após ser iluminada. Isto permite codificar uma ordem de acordo com a altura em que o número é revelado pela luz.

“Este método de descriptografar informações possui um nível de segurança extremamente alto e pode ser promissor nos domínios militar e económico“, disse a equipa.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal tem o segundo melhor ataque do Euro. E a terceira pior defesa

Fechada a segunda jornada da fase de Grupos do Euro 2020, a seleção nacional tem o segundo melhor ataque da prova, com 5 golos marcados, atrás apenas da Itália. Mas tem também a terceira pior …

Espanha 1-1 Itália | Hino ao desperdício trama La Roja

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, empatou hoje a um golo com a Espanha, em Sevilha, em encontro da segunda jornada do Grupo E do Euro2020, mantendo-se ambas sem vitórias. A formação espanhola, que …

Já pode ajudar a NASA a batizar o manequim que vai até à Lua

A agência espacial norte-americana está a pedir ajuda para batizar o "Moonikin", o manequim que vai a bordo da nave Orion, durante a missão lunar Artemis I, ainda este ano. Quando a nave espacial Orion, da …

Portugal em Europeus: as últimas três derrotas foram (todas) contra a Alemanha

Em 90 minutos, Portugal não era derrotado numa fase final de um Europeu desde a estreia no Europeu 2012. Recorde as seleções que bateram Portugal, até agora. "Já não posso ver os franceses à frente". Esta …

Spotify lança Greenroom (e abre concorrência ao Clubhouse)

O Spotify lançou na quarta-feira, dia 16 de junho, uma app de conversas por áudio em direto chamada Greenroom, uma resposta do gigante sueco de streaming de música à popular plataforma Clubhouse. O Greenroom permite que …

"Médicos de árvores" em Singapura ajudam a preservar os seus pacientes gigantes

Arboristas como Eric Ong são responsáveis pelo bem-estar das milhares de árvores em Singapura. O seu trabalho é essencial para a preservação da natureza. A Singapura é uma cidade-estado insular situada ao sul da Malásia, com …

Novo primeiro-ministro de Israel dá 14 dias a Netanyahu para deixar residência oficial

O novo primeiro-ministro de Israel, Naftali Benet, deu duas semanas ao antecessor Benjamin Netanyahu para abandonar a residência oficial do chefe de Governo, em Jerusalém, segundo adianta hoje a imprensa local. Benet terá enviado na sexta-feira …

Ponte inca com mais de 500 anos é reconstruída após cair durante a pandemia

Peruanos da comunidade Huinchiri, localizada na região de Cusco, estão a reconstruir uma ponte inca com 500 anos. Esta foi feita a partir de técnicas tradicionais de tecelagem para criar uma passagem sob o Rio …

Portugal 2-4 Alemanha | Reality check ao plano do engenheiro

A seleção portuguesa de futebol, campeã em título, caiu hoje para o terceiro lugar do Grupo F do Euro2020, ao perder por 4-2 com a Alemanha, em encontro da segunda jornada, disputado no Allianz Arena, …

Pandemia mostrou “falta de proteção das mulheres”

A pandemia de covid-19 mostrou “a vulnerabilidade e a falta de proteção das mulheres e quão pouco as sociedades se preocupam realmente em proteger elementos-chave em matéria de segurança”, considera Edit Schlaffer, diretora-executiva da Women …