Susan Sarandon e mais de 570 mulheres detidas em protesto contra Trump

John G. Mabanglo / EPA

Mais de 570 manifestantes foram detidas, na quinta-feira, em Washington, durante um protesto contra as políticas de tolerância zero de imigração do Presidente norte-americano.

Susan Sarandon foi uma das mais de 570 mulheres detidas durante um protesto, na quinta-feira, contra as políticas de “tolerância zero” de imigração do Presidente dos EUA, Donald Trump, em Washington.

Segundo o The Guardian, a atriz de 71 anos e o resto das manifestantes foram vestidas de branco – e algumas embrulhadas em mantas térmicas aluminizadas – em direção ao Senado Hart Senate Office, próximo do Capitólio.

No local do protesto, as mulheres entoaram cânticos como “O que queremos? Famílias livres!” e mostraram mensagens como “We Care” (“nós preocupamo-nos” em tradução para português), numa alusão ao casaco usado pela Primeira-Dama, Melania Trump, que usou um casaco com a mensagem “I really don’t care. Do u?” (“Eu não quero saber. E tu?”) durante uma visita aos centros de detenção de filhos de imigrantes.

De acordo com o Diário de Notícias, entre as manifestantes detidas está também a congressista democrata Pramila Jayapal, de 52 anos. A senadora do mesmo partido Kirsten Gillibrand também participou no protesto, mas não se sabe se foi presa.

Durante todo o dia, a atriz vencedora de um Óscar recorreu às redes sociais para documentar os protestos até que, num deles, anunciou a prisão, adianta o Expresso.

“Fui presa. Mantenham-se fortes. Continuem a luta. #AsMulheresDesobedecem”, escreveu a atriz norte-americana, que é também uma forte ativista, no Twitter.

As autoridades tinham avisado sobre a possibilidade de prender as manifestantes, caso não abandonassem o edifício, uma vez que se tratava de um protesto ilegal. A detenção massiva acabou mesmo por acontecer.

A polícia começou a dividir as manifestantes em grupos, encostando-as em linha contra a parede, identificando-as e confiscando as mantas e os cartazes. Pouco tempo depois, as mulheres que participaram nesta ação acabaram por ser libertadas.

Este sábado, estão previstas novas manifestações.

A pressão sobre a Casa Branca para voltar a reunir os milhares de crianças imigrantes que foram separadas dos pais na fronteira tem aumentado nos últimos dias, na sequência da política de “tolerância zero” aos imigrantes ilegais.

Trump já anunciou que iria suspender esta medida, no entanto, parece ser apenas uma decisão temporária, tendo em conta as declarações do comissário da Proteção das Fronteiras e Alfândegas, Kevin McAleenan, que esta semana reconheceu que as autoridades tinham abandonado, “por agora”, a medida.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Os misteriosos relâmpagos azuis podem ser mais comuns do que pensávamos

Além de ser um dos fenómenos mais espetaculares, o relâmpago é também um dos mais misteriosos. Apesar de as tempestades não serem assim tão raras, os cientistas ainda não entendem completamente estas descargas elétricas geradas …

Presidenciais. Grandes vencedores e (poucos) derrotados

Num ato eleitoral marcado pela pandemia de covid-19, que chegou a trazer incerteza aos prognósticos precoces que há meses se alinhavavam, Marcelo Rebelo de Sousa, reeleito à primeira volta, é o grande vencedor da noite. …

A inclinação de Saturno é provocada pelas suas luas (e vai aumentar)

Uma equipa de cientistas concluiu que a influência dos satélites de Saturno pode explicar a inclinação do eixo de rotação do planeta. Dois cientistas do CNRS (Centre National de la Recherche Scientifique) e da Universidade Sorbonne, …

Marcelo. O que os portugueses querem (e o que não querem)

Num discurso de vitória após as eleições presidenciais deste domingo, Marcelo Rebelo de Sousa assumiu uma postura de estado e começou por recordar as vítimas da pandemia de Covid-19 no seu pior dia de sempre …

Entre o "contributo singular" de João Ferreira e a "onda liberal" de Mayan, Marisa Matias assume derrota

Marisa Matias foi uma das grandes derrotadas da noite de eleições presidenciais, ficando-se pelo quinto lugar, atrás de João Ferreira, o candidato do PCP. Já Tiago Mayan Gonçalves ficou no sexto lugar, à frente de …

Ana Gomes aponta o dedo a Costa e à esquerda e diz que travou Ventura sozinha

Ana Gomes considera que a sua candidatura conseguiu travar "a progressão da extrema direita" quando os partidos de esquerda se preocuparam apenas com as suas "agendas políticas". No rescaldo da reeleição de Marcelo Rebelo de …

De diferentes cidades, mas com o mesmo nome. Quatro estranhos chamados Paul O'Sullivan formaram uma banda

A banda Paul O'Sullivan apresenta Paul O'Sullivan no baixo, guitarra, bateria e voz. Porém, não é uma banda de um homem só. Cada membro é um músico diferente com o mesmo nome: Paul O'Sullivan. "Uma noite, …

Ventura celebrou "noite histórica", demitiu-se do Chega e avisou o PSD

André Ventura começou por assinalar a "noite histórica" face aos resultados que obteve nas eleições presidenciais 2021. Mas como ficou em 3º lugar, atrás de Ana Gomes, anunciou a demissão do Chega. "Fiquei aquém dos 15% …

Região italiana da Lombardia esteve confinada durante uma semana por engano

A Lombardia, coração económico do norte de Itália, foi confinada e classificada como zona vermelha por engano durante uma semana, devido a estatísticas erradas sobre covid-19, e só ontem um decreto governamental retificou a situação. Devido …

Rio destaca "esmagamento da esquerda" e pede a Marcelo para ser "um bocadinho mais exigente"

"A marca mais forte" destas eleições presidenciais é "a derrota do PS". A análise é de Rui Rio, presidente do PSD, que fala do "esmagamento da esquerda" e da "vitória do candidato do centro", apelando …