Supertufão Meranti chega à China depois de paralisar Taiwan

Ritchie B. Tongo / EPA

Destroços por cima de um carro depois da passagem do Supertufão Meranti por Taiwan

Destroços por cima de um carro depois da passagem do Supertufão Meranti por Taiwan

O supertufão Meranti chegou esta quinta-feira à costa oriental da China após a sua passagem por Taiwan, onde deixou nove feridos, três desaparecidos e um rasto de devastação, segundo indicou o Centro de Resposta de Emergências da ilha.

O Meranti, o tufão mais forte a atingir Taiwan nos últimos 21 anos, chegou à cidade de Xiamen, na província chinesa de Fujian, em frente à Ilha Formosa, às 3h05 (20h05 em Lisboa), de acordo com a agência oficial chinesa Xinhua.

Ao entrar na China, o Meranti perdeu força, com a intensidade do vento a diminuir para 118,8 quilómetros por hora e rajadas de até 154,8, enquanto na quarta-feira chegaram a atingir os 263 quilómetros por hora em Taiwan, indicou o Serviço Meteorológico da ilha.

Pelo menos 825 casas sofreram cortes no abastecimento de eletricidade, segundo dados da elétrica Taipower.

Como medida preventiva, por causa do impacto do tufão, os reatores nucleares em Hengchun, no sul da China, foram desligados, segundo um comunicado da mesma empresa.

A terceira central nuclear de Taiwan, que alberga dois reatores, foi atingida por rajadas de vento de até 191 quilómetros por hora, o que estabelece um recorde em 120 anos, dando a ideia da força do Meranti.

Graças a evacuações e outras medidas de prevenção, incluindo o uso de dezenas de milhares de sacos de terra para impedir inundações em edifícios, os danos causados pelo Meranti em Taiwan, ainda que significativos, não foram tão elevados como seria de esperar atendendo à força do tufão.

Voos com partida de Hong Kong e Macau com destino a Taiwan sofreram cancelamentos e atrasos na quarta-feira.

As duas regiões administrativas especiais chinesas içaram o sinal 1 de tufão – o mais baixo numa escala até dez – hoje levantado. O sinal 1 significa em Macau que o centro de uma tempestade tropical está a menos de 800 quilómetros da região, podendo vir a afetá-la.

Inundações, danos e sul de Taiwan paralisado

Esta terça-feira, o supertufão Meranti, com ventos até 263 quilómetros por hora, paralisou o sul de Taiwan e causou inundações e danos em edifícios e infraestruturas, provocando cortes de energia em mais de 180 mil habitações.

Apesar de o Meranti não ter tocado terra, trouxe chuvas e ventos fortes ao leste e sul de Taiwan.

Foram mobilizados cerca de 20 mil soldados e retiradas 20.629 pessoas de duas ilhas e do leste de Taiwan, escreve a agência Efe.

Até à manhã de ontem, mais de 20 mil lares continuavam sem água nem eletricidade, tendo-se registado inundações e quedas de postes e árvores, segundo dados do Centro de Resposta a Emergências e da estação de televisão local TVBS.

Os mares que rodeiam o sul de Taiwan registam uma forte ondulação e os barcos pesqueiros e de transporte encontram-se abrigados nos portos da ilha.

A atividade laboral e o transporte aéreo e ferroviário no sul de Taiwan estavam interrompidos esta quarta-feira e não deverão ser retomados até hoje à tarde, quando o Meranti deixar de afetar Taiwan e chegar à costa oriental chinesa.

Este é o tufão mais forte a afetar Taiwan desde 1959.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting vai avançar com ação de despejo das claques

A SAD leonina vai avançar com uma ação de despejo para que as claques Juventude Leonina e Directivo Ultras XXI deixem os espaços que ocupam no Estádio José Alvalade, avança A Bola esta quarta-feira. De …

"Ninguém quer trabalhar" na Casa Pia. Pais em protesto devido à falta de pessoal

Os pais e encarregados de educação do Centro Educativo e Desenvolvimento D. Maria Pia, em Lisboa, vão entregar na segunda-feira um abaixo-assinado à tutela para pedir a abertura de concursos externos para reforço de pessoal …

Trump elogiou Erdogan, depois de uma reunião que descreveu como "maravilhosa e produtiva"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, elogiou na quarta-feira o seu relacionamento com o homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan. Os dois líderes encontraram-se para tentar superar várias diferenças, incluindo a situação na Síria e a compra …

MH17. Novas provas revelam contactos frequentes entre a Rússia e separatistas ucranianos

A equipa internacional que conduziu a investigação sobre a queda do voo MH17 em 2014 no leste da Ucrânia divulgou novas provas que apontam para contactos muito frequentes entre a Rússia e os rebeldes separatistas …

Imunidade diplomática deixa em liberdade suspeito de tentar matar com ácido sulfúrico

O suspeito de homicídio, na forma tentada, ficou em liberdade depois de ter apresentado o passaporte diplomático às autoridades, que impede que seja detido ou constituído arguido. De acordo com a TVI24, um alto responsável da …

Zivkovic quer rescindir contrato com o Benfica

O extremo sérvio quer chegar a acordo com o Benfica para ficar livre a ano e meio do final do seu contrato mas, pelos vistos, a SAD encarnada nem quer ouvir falar dessa hipótese. De acordo …

Cigarros eletrónicos. Primeiro duplo transplante de pulmões feito em jovem de 17 anos em situação de "morte iminente"

Em risco de "morte iminente" por lesões causadas pelo uso de cigarros eletrónicos, um jovem de 17 anos foi submetido a um duplo transplante de pulmões, no estado norte-americano do Michigan. Este caso é considerado …

Parlamento Europeu levanta imunidade do eurodeputado José Manuel Fernandes

O Parlamento Europeu decidiu levantar a imunidade ao eurodeputado do PSD José Manuel Fernandes, após um pedido feito pela justiça e pelo próprio, relativo a uma eventual ação judicial por um alegado crime de prevaricação. Em …

"Agiu de forma premeditada". Mãe que deixou bebé no lixo vai continuar presa

O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou esta quinta-feira o pedido de habeas corpus para a libertação da jovem de 22 anos que terá deixado o seu filho recém-nascido num caixote do lixo em Lisboa. A …

Mau tempo nas próximas 48h. Proteção Civil alerta para cheias e quedas de árvores

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil alertou para a possibilidade de lençóis de água e de gelo nas estradas, cheias rápidas e queda de árvores, devido ao mau tempo nas próximas 48 horas …