Suíça abre inquérito à Odebrecht relacionado com caso Petrobras

worldsteel / Flickr

Marcelo Odebrecht, CEO da empreiteira brasileira Odebrecht

Marcelo Odebrecht, CEO da empreiteira brasileira Odebrecht, detido no âmbito da Operação Lava Jato

A justiça suíça anunciou ter aberto um inquérito ao grupo brasileiro Odebrecht no âmbito da investigação sobre corrupção no gigante petrolífero Petrobras.

Nathalie Guth, porta-voz do procurador-geral suíço, disse à agência francesa AFP que foram abertos “vários inquéritos relacionados com o caso Petrobras”.

A porta-voz adiantou que os primeiros resultados dos inquéritos indicam que “o mercado financeiro suíço foi seriamente afetado pelo escândalo, com numerosas pessoas e empresas no Brasil a serem acusadas ou reconhecidas como culpadas de terem realizado transações suspeitas através de contas na Suíça“.

Um desses inquéritos, precisou, dirige-se à construtora Odebrecht, “bem como a empresas e pessoas que lhe estão associadas”, que, de acordo com as primeiras constatações, se estima terem “efetuado subornos a antigos dirigentes da Petrobras através de contas na Suíça”.

O procurador-geral suíço ativou, junto das autoridades brasileiras, um pedido de cooperação judicial mútua, exigindo a proteção dos elementos de prova e o interrogatório aos suspeitos e seus associados.

O presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e vários antigos diretos do grupo foram detidos há um mês, no quadro da designada Operação Lava Jato.

A Procuradoria-Geral da República portuguesa já disse ter recebido das autoridades brasileiras um pedido de cooperação judiciária internacional, através de carta rogatória, remetido para execução ao Departamento Central de Investigação e Ação Penal, corpo do Ministério Público que investiga a criminalidade económico-financeira organizada.

O jornal brasileiro O Globo noticiou, no domingo, que o ex-presidente do Brasil Lula da Silva terá pedido ao atual primeiro-ministro português, Passos Coelho, para dar atenção aos interesses da Odebrecht na privatização da EGF, a sub-holding da Águas de Portugal.

A maior construtora brasileira – com projetos de infraestruturas em Portugal, Angola, Moçambique e Guiné Equatorial – foi uma das sete a manifestar interesse na privatização da EGF, mas, dois meses depois, acabou por não formalizar uma proposta.

Devido às ligações com a Odebrecht, Lula da Silva começou a ser investigado pela procuradoria federal brasileira por tráfico de influências. Em causa está o alegado favorecimento da Odebrecht na obtenção de contratos, durante viagens que Lula da Silva fez a África e à América Latina, entre 2011 e 2014, quando já não era chefe de Estado.

O Instituto Lula rejeitou as acusações, frisando que “o ex-presidente não atuou em favor da Odebrecht, nem fez gestão a favor da empresa”.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …