Segurança Social paga prémios até 500 euros mensais na cobrança de dívidas

Mário Cruz / Lusa

Os trabalhadores da Segurança Social com funções de fiscalização e cobrança de dívidas em processo executivo vão receber um prémio de desempenho mensal de 500 ou 340 euros, segundo refere uma portaria esta quarta-feira publicada em Diário da República.

O prémio tem por referência os resultados de cobrança de dívida registados em 2018 e é pago trimestralmente em março, junho, setembro e dezembro sendo que, este ano, por ser o primeiro de aplicação desta medida, o primeiro mês de referência para o pagamento do prémio é maio.

De acordo com o diploma publicado, “sempre que sejam atingidos os objetivos de cobrança de dívida anualmente definidos no Quadro de Avaliação e Responsabilização (QUAR) do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social (IGFSS), é atribuído um prémio de desempenho aos dirigentes e trabalhadores que exercem funções de cobrança de dívida no Departamento de Gestão da Dívida do referido instituto, com a finalidade de recompensar o respetivo desempenho”.

Para a determinação do valor do prémio é, assim, relevante o resultado de cobrança de dívida alcançado no ano civil imediatamente anterior ao da sua atribuição, bem como o montante da taxa de justiça cobrada.

À luz destas regras, a portaria publicada determina que para os dirigentes intermédios e os técnicos superiores é fixado um prémio de desempenho mensal no montante de 500 euros, enquanto para os trabalhadores que exercem funções na categoria de assistente técnico o prémio tem um valor mensal de 340 euros.

Esta portaria – que era o diploma que faltava para concluir o enquadramento legal destes prémios – entra em vigor na quinta-feira e produz efeitos em 1 de maio de 2019. Segundo escreve o Correio da Manhã, 200 funcionários serão abrangidos por este bónus.

Condições para receber o prémio

Para terem direito ao prémio, os trabalhadores em causa terão de exercer funções no Departamento de Gestão de Dívida no momento em que se concretiza o pagamento do mesmo e têm também de ter trabalhado neste departamento pelo período mínimo de 12 meses (seguidos ou interpolados) no ciclo avaliativo anterior ao ano de atribuição do prémio. As regras exigem ainda que o trabalhador tenha tido, no ciclo avaliativo anterior ao momento da atribuição do prémio, a avaliação de desempenho de “Adequado” ou superior.

O valor do prémio é definido anualmente por portaria dos ministros das Finanças e da Segurança Social. Ainda que faça depender o pagamento do prémio do cumprimento dos objetivos de cobrança coerciva definidos para cada ano, o diploma abre a porta à sua atribuição quando tais objetivos não são atingidos, cabendo, neste caso, aos ministros das Finanças e da Segurança Social tomar a decisão de uma atribuição parcial em função dos meios postos à disposição dos serviços e das condições do seu funcionamento.

Com a medida, o Governo pretende ampliar os meios de atuação do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social (IGFSS) no sentido de fomentar a cobrança de dívida e potenciar o combate à fraude e evasão contributiva, reforçando os poderes e os incentivos.

O regime da Segurança Social surge ao abrigo da Lei de Contrato de Trabalho em Funções Públicas, que admite a criação de sistemas de recompensa do desempenho, designadamente “em função de resultados obtidos em equipa ou do desempenho de trabalhadores que se encontrem posicionados na última posição remuneratória da respetiva categoria”.

De acordo com um documento que o Governo entregou em março aos parceiros sociais, a cobrança coerciva de dívida à Segurança Social aumentou 6,5% em 2018 face a 2017, atingindo 644,4 milhões de euros, o valor mais alto dos últimos cinco anos.

Segundo os mesmos dados, é preciso recuar até 2013, ano em que foi aplicado o Regime Excecional de Regularização de Dívidas Fiscais e à Segurança Social (RERD), para encontrar um montante relativo à cobrança coerciva mais elevado do que o verificado em 2018. A meta de cobrança de dívidas para este ano está fixada em 640 milhões de euros, segundo o QUAR.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

EDP oferece desconto de 20% a profissionais e organizações de saúde

Face à pandemia de covid-19, a EDP vai oferecer um desconto de 20% na fatura da eletricidade a profissionais e organizações de saúde, anunciou esta quarta-feira a empresa liderada por António Mexia em comunicado. “A …

Bill Gates deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia

Num artigo publicado no jornal norte-americano Washington Post, o fundador da Microsoft, Bill Gates, deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia de covid-19, que já fez 43 mil mortes em todo o …

Comissão de Trabalhadores da TAP pede nacionalização da companhia

A Comissão de Trabalhadores (CT) da TAP reforçou esta quarta-feira o apelo para que a transportadora “se torne 100% pública”, depois de a empresa ter anunciado o lay-off da maioria dos trabalhadores, segundo um comunicado. No …

"Posso ir?" Há uma app que lhe diz como estão as filas nos supermercados

A comunidade tecnológica tech4COVID19 criou uma aplicação móvel que permite aos seus utilizadores consultar as filas e as afluências aos supermercados. A app, sob o nome "Posso ir?", pretende orientar os utilizadores nas idas aos …

Conte pede à Alemanha mais solidariedade europeia. “Se somos uma União, está na hora de o provarmos”

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, fez esta quarta-feira um apelo solene à Alemanha para que haja mais solidariedade europeia no combate à pandemia da covid-19, que está a afetar severamente o seu país. “Se somos uma …

Em França, Portugal é destacado como bom exemplo (mas também pela sorte da sua geografia)

Portugal tem "11 vezes menos mortes" do que Espanha, em proporção das respectivas populações, e parece estar a lidar melhor com a pandemia de Covid-19 do que o país vizinho. Esta é a conclusão de …

Do confinamento alargado aos limites nos despedimentos. O que pode mudar com o "novo" estado de emergência

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, propôs esta quarta-feira ao Parlamento a renovação do estado de emergência em Portugal por novo período de 15 de quinze dias para permitir medidas de contenção da …

Chefe do principal hospital russo responsável por tratar Covid-19 infetado depois de apertar mão a Putin

O chefe do principal hospital de tratamento ao coronavírus de Moscovo, que se reuniu com o Presidente Vladimir Putin há uma semana, divulgou na terça-feira que testou positivo à doença, depois de o Kremlin anunciar …

Contribuintes devem estar “tranquilos” sobre reembolso do IRS

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais disse que até meio da manhã já foram entregues mais de 270 mil declarações de IRS e afirmou que os portugueses podem “estar tranquilos” relativamente ao reembolso. “Estamos em …

Torneiro de Wimbledon cancelado. É a primeira vez desde a II Guerra Mundial

O torneio de ténis de Wimbledon, o mais antigo ‘Grand Slam' do mundo, foi cancelado pela primeira vez desde a II Guerra Mundial, devido à pandemia de covid-19, anunciou o All England Club, entidade organizadora …