Há um novo spray invisível que está a proteger mulheres

3

O líquido que aparece sob luz ultravioleta já originou a condenação e a prisão de um homem, por violência doméstica.

smartphone,smart TV, há smartwatch… E agora há SmartWater. Sim, uma espécie de água inteligente.

É um líquido que aparece sob luz ultravioleta já originou a condenação e a prisão de um homem, por violência doméstica.

O assunto é destacado pela BBC porque essa condenação foi a primeira no Reino Unido que ficou provada devido à utilização desse spray – que já era utilizado nas tentativas de recuperação bens após roubos, por exemplo.

É uma substância invisível (só visível através de amarelo fluorescente sob lâmpadas ultravioleta e lanternas utilizadas pelas autoridades). Fica na pele durante, no máximo, seis semanas. E fica infiltrado na roupa durante muito mais tempo.

O spray permite identificar o agressor, se este for borrifado pela nova substância. Porquê? Porque é ligado ao lote específico, único, de cada frasco.

Este caso inédito aconteceu em Wakefield. Um ex-namorado foi impedido pelo tribunal de se aproximar de uma moradora daquela cidade. Não cumpriu mas, ao ser “atingido” pelo spray, foi detectado no local do crime. Meio ano de prisão, medida restritiva durante dois anos.

A polícia britânica tem incentivado a utilização deste spray e mais de 200 mulheres inglesas já têm kits de dissuasão forense em casa – o pacote inclui um spray portátil, um gel para aplicar em maçanetas e portas e um dispositivo automático que borrifa o líquido se alguém se aproximar de casa.

“A mensagem para o agressor é: se voltares àquela casa e violares as condições, vais ser marcado de forma forense”, explicou o detective Lee Berry, que lembrou que muitos dos casos de violência doméstica acontecem sem testemunhas, dentro das casas. E são processos complicados nos tribunais.

“Com esta substância, podemos seguir alguém, ver se essa pessoa regressa a um determinado local. Saberemos quem é o agressor e também quem é a vítima”, acrescentou.

A polícia também poupa, financeiramente: cada kit custa 180 euros – e cada processo de abuso doméstico costuma custar 770 euros. É uma poupança de quase 600 euros por cada caso.

A maioria das vítimas que está a utilizar a SmartWater disse à polícia que se sente mais segura por causa desta novidade.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

3 Comments

  1. Gostava de ver sprays ou afins contra golpes da barriga, contra o aproveitamento das reformas pois se a esperança média de vida é inferior para o homem a idade para a reforma não pode ser a mesma!..
    De sprays para promover a igualdade das provas para a mesma profissão independente do gênero, do combate a discriminação ao acesso a locais de diversão onde se 5 bebidas de oferta e entrada grátis para a mulher..e claro o homem paga!.. e nos ginásios.. e nas leis misandricas que tem vindo a ser aprovadas!..

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.