Sporting vs Porto | “Dragão” bate no muro Patrício

Sporting e FC Porto empataram sem golos no primeiro grande “clássico” da Liga NOS 2017/18, em Alvalade.

Num jogo de domínio repartido, assistiu-se a um espectáculo de muita luta e intensidade, jogos tácticos a mudar o pendor da partida e algumas exibições individuais de relevo, como a de Rui Patrício. No final, um nulo que reflecte a pouca acutilância e competência ofensiva dos “leões” e as “mãos de ferro” do guardião leonino – Porto terminou com seis remates enquadrados, Sporting apenas com um.

O jogo explicado em números

  • Jogo muito táctico no início. Tanto Sporting como Porto optaram pelo reforço do meio-campo (mais o “dragão”, visto que o “leão” utilizou um figurino já habitual). Portistas com ligeiro ascendente nos primeiros dez minutos (54% de posse), e com o único remate, por Miguel Layún, enquadrado. Sporting forte nos duelos individuais, pois ganhou cinco de sete nesta fase.
  • O Sporting chegou aos 20 minutos sem qualquer remate realizado, enquanto os “azuis-e-brancos” somavam três, dois deles enquadrados. Porém, esses três disparos foram de fora da área, o que abona a favor da organização defensiva sportinguista.
  • À meia-hora o Sporting já conseguira inverter um pouco a tendência de domínio, com 54% de posse, mas remates nem vê-los. Nesta fase, Rui Patrício era o melhor em campo, com um GoalPoint Rating de 6.1, graças a três defesas e uma saída pelo solo.
  • Primeiro remate do Sporting, e enquadrado, surgiu apenas aos 43 minutos, de cabeça, por William Carvalho. Um pouco antes, Rui Patrício havia saído aos pés de Aboubakar, que apareceu isolado. E aos 44, Marega cabeceou à barra e Aboubakar fez a recarga, também de cabeça, para grande defesa de Patrício.
  • Domínio do Porto no primeiro tempo. Apesar de os “leões” terem registado um ligeiro ascendente em termos de posse de bola (55%), os “dragões” chegaram ao descanso com oito remates, cinco deles enquadrados, contra apenas um disparo dos anfitriões (também com boa direcção). O Sporting somou sete cantos contra dois, detalhe em que foi mais forte, porém sem consequência. O melhor em campo era, claramente, Rui Patrício. O guardião leonino registava ao intervalo um GoalPoint Rating de 7.2, pois foi o grande responsável pelo nulo – cinco defesas, três a remates de dentro da área, uma saída pelo solo eficaz.
  • Aos 59 minutos, Bruno Fernandes perdeu a melhor ocasião para o Sporting, ao atirar forte, mas por cima, em plena grande área, com tudo para marcar. Nos primeiros 15 minutos, os “leões” remataram duas vezes, o dobro da primeira parte, embora sem pontaria. E ganharam 14 de 19 duelos individuais.
  • Mais Sporting após o reatamento. Os “leões” assumiram as rédeas do jogo, com 54% de posse por volta dos 75 minutos, três remates (desenquadrados), contra nenhum do “dragão”. Equipa de Sérgio Conceição mais encolhida após o descanso e com dificuldade nos duelos, pois ganhou apenas 40% desde o início do segundo tempo.
  • Sporting terminou com mais posse de bola, um total de 57%, graças sobretudo a uma segunda parte em que atingiu os 60%. O Porto, contudo, pode lamentar-se de não ter marcado qualquer golo quando teve as melhores ocasiões e rematou mais (e melhor) que o seu adversário.

O Homem do Jogo

Grande jogo de Rui Patrício. O guardião da selecção portuguesa foi o principal responsável pelo nulo, em especial pela primeira parte perfeita que realizou, na qual fez cinco defesas, algumas de grande nível. Na segunda, perante o ascendente leonino, Rui Patrício apenas teve de fazer duas, mas numa delas negou o golo certo a Marega. Patrício terminou então com sete defesas, quatro a remates de dentro da grande área, e com um GoalPoint Rating de 8.2.

Jogadores em foco

  • Y. Brahimi 6.1 – O melhor do FC Porto mas… a grande distância do melhor da partida, Rui Patrício. O argelino fez um remate, enquadrado, dois passes para finalização e voltou a dominar nos dribles, com quatro certos em sete tentativas. Sofreu, porém, cinco desarmes e somou quatro maus controlos de bola.
  • Danilo Pereira 6.1 – Um esteio do FC Porto, como é hábito. Foi um trabalhador incansável, com seis desarmes, duas intercepções e cinco alívios, para além de nove recuperações de bola.
  • Bruno Fernandes 6.1 – Abaixo de Danilo e Brahimi por centésimas, foi o segundo melhor do Sporting, apesar de não ter feito um jogo brilhante. Fez um remate apenas, por cima, e no passe não passou dos 65% de eficácia, mas colocou a bola na área portista nove vezes e somou três desarmes.
  • Aboubakar 6.1 – O quarto jogador com 6.1. O camaronês foi esforçado e pro-activo. Fez três remates, dois deles enquadrados, e teve em Rui Patrício um verdadeiro pesadelo. Realizou ainda dois passes para finalização e tentou o drible quatro vezes, apenas uma com sucesso.
  • Jonathan Silva 4.4 – Jogo ingrato para o argentino. Foi o único com nota negativa. Tentou cinco vezes o cruzamento, sem eficácia, registou 33 perdas de bola e defensivamente fez quatro alívios e pouco mais. Registou ainda sete maus controlos de bola.
PARTILHAR

RESPONDER

Dymka, a gata que perdeu as patas e recebeu próteses de titânio impressas em 3D

Dymka, uma gata russa, ganhou um novo estímulo na sua vida depois de um grupo de veterinários realizar uma cirurgia para substituir as suas patas por próteses feitas de titânio impressas em 3D. A universidade revelou …

Hélder Amaral: "O meu partido de sempre está a morrer"

Em declarações ao semanário Expresso, o antigo deputado do CDS-PP, Hélder Amaral, diz-se desiludido com o seu partido. O ex-deputado centrista Hélder Amaral, que foi também presidente da distrital de Viseu, não está feliz com o …

EDP antecipa pagamento a mais de mil fornecedores em Portugal e Espanha

A EDP vai antecipar o pagamento a mais de mil fornecedores, uma iniciativa que, à semelhança do que já aconteceu no último ano, irá manter-se para todos os pagamentos a fornecedores ao longo do primeiro …

Há centenas de pessoas em busca de tesouros que não existem na Índia (e a culpa é de um boato)

Moradores de pelo menos três vilas no distrito de Rajgarh, no estado indiano de Madhya Pradesh (MP), passaram a última semana à procura de um tesouro antigo que provavemente não existe. Centenas de aldeões estão a …

João Ferreira diz que Marcelo deixou jovens em situação de "vulnerabilidade" (e elogia lay-off a 100%)

João Ferreira criticou este sábado o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa por deixar os jovens em situação de "vulnerabilidade". O candidato presidencial João Ferreira afirmou, este sábado, que o Presidente da República, Marcelo …

Marisa Matias critica que apenas 1% do orçamentado seja gasto com cuidadores informais

Marisa Matias, candidata presidencial apoiada pelo Bloco de Esquerda, criticou este sábado que apenas tenha sido executado 1% da verba prevista no Orçamento do Estado para 2020 para os projetos-piloto dos cuidadores informais. Os atrasos e …

Ana Gomes considera "elucidativo" que Sócrates a ataque e elogie Marcelo

Ana Gomes, candidata às eleições presidenciais, considerou “elucidativo” que o antigo primeiro-ministro José Sócrates a tenha atacado e elogiado Marcelo Rebelo de Sousa. Questionada pelos jornalistas sobre o artigo de José Sócrates divulgado na sexta-feira, em …

Só pela profissão, professores "não são grupo de risco"

Graça Freitas reconheceu a importância dos professores "para o funcionamento do país", mas rejeitou considerá-los um grupo de risco esta sexta-feira. Os professores não são considerados um grupo de risco que deva ser integrado entre as …

João Leão infetado com covid-19

João Leão, ministro das Finanças, testou positivo à covid-19. O governante encontra-se assintomático e em confinamento domiciliário. O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à covid-19. A informação foi adiantada este sábado …

Ricardo Salgado quer anular multa de 75 mil euros

A defesa de Ricardo Salgado recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça para tentar anular uma decisão do Tribunal da Relação de Lisboa que confirmou uma multa de 75 mil do Banco de Portugal por causa …