Sporting domina época: quatro campeonatos e dois títulos europeus

Último sucesso de uma época recheada de troféus aconteceu no hóquei em patins. Futsal e hóquei em destaque.

O Sporting é o novo campeão nacional de hóquei em patins. Neste domingo, no quarto jogo da final, os homens de Alvalade venceram no Dragão Arena por 6-5, derrotando o FC Porto com um total de 3-1, em jogos.

Em mais um grande jogo do nosso campeonato, Xavier Barroso e Rafa marcaram para os portistas, mas a figura foi novamente Gonçalo Alves, que apontou três golos – mas falhou uma grande penalidade a oito segundos do final.

Do lado lisboeta, dois jogadores bisaram: Ferran Font e Toni Pérez. Gonzalo Romero e Telmo Pinto também marcaram e entregaram o troféu ao Sporting, que “rouba” o campeonato precisamente ao FC Porto, campeão em 2019 (o campeonato não acabou no ano passado).

Este foi o nono título do Sporting no escalão principal de hóquei em patins. O último havia sido em 2018.

Muitos troféus para o museu do Sporting

O Sporting foi também campeão nacional de futebol, 19 anos depois do último campeonato conquistado. E foi curiosamente o 19.º título.

O Sporting foi também campeão nacional de basquetebol, 39 anos depois do último troféu na modalidade. São agora nove campeonatos para Alvalade.

O Sporting foi também campeão nacional de futsal, recuperando o troféu conquistado pela última vez há três anos. Nesta modalidade o Sporting é, de longe, o recordista: já foi campeão 16 vezes.

Ou seja, entre as principais modalidades coletivas em Portugal, só “fugiram” de Alvalade os títulos de voleibol (Benfica) e andebol (FC Porto).

Em todas as modalidades em que isso era possível, a luta pelo título decorreu entre Sporting e FC Porto: futebol e andebol (formato todos contra todos), basquetebol e hóquei em patins (os dois rivais estiveram na final). No voleibol e no futsal o FC Porto não participa.

O hóquei e o futsal destacaram-se também nesta temporada porque, além do título nacional, o Sporting foi campeão europeu nessas duas modalidades – repetindo o registo de 2019.

A época recheada de sucesso em Alvalade englobou ainda a conquista de diversas taças e de troféus noutras modalidades, quer coletivas, quer individuais: ténis de mesa, râguebi feminino, futebol de praia, atletismo (Auriol Dongmo e Patrícia Mamona campeãs europeias, por Portugal) e judo (Jorge Fonseca campeão mundial).

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE