Sócrates invoca Magna Carta para processar credores do GES que lhe exigem 29 milhões de euros

José Sena Goulão / Lusa

O antigo primeiro-ministro, José Sócrates

José Sócrates apresentou uma queixa-crime contra os credores do Grupo Espírito Santo (GES) que exigem o pagamento de 73 milhões de euros a 8 acusados da Operação Marquês, entre os quais se encontra. O ex-primeiro-ministro acusa-os de difamação e usa um argumento estipulado “desde a Magna Carta há mais de 800 anos”.

Está em causa um grupo de empresas que moveu uma acção cível contra oito acusados da Operação Marquês, respectivamente José Sócrates, Ricardo Salgado, Carlos Santos Silva, Joaquim Barroca, José Paulo Pinto de Sousa, Hélder Bataglia, Zeinal Bava e Henrique Granadeiro.

Estas empresas terão sido utilizadas como “sacos azuis” do GES para fazer pagamentos ilícitos a alvos de corrupção, conforme alega o Ministério Público (MP). Agora, reclamam a devolução de 73 milhões de euros que terão sido utilizados no esquema.

A Sócrates exigem, especificamente, a devolução de 29 milhões de euros, como avança o Expresso.

A base da acção cível destes credores são as acusações do Ministério Público (MP) na Operação Marquês, onde se imputam 31 crimes a Sócrates. O ex-primeiro-ministro é suspeito de ter recebido 26 milhões de euros do GES para garantir que a OPA do Grupo Sonae à PT não teria sucesso.

Ora, o antigo governante socorre-se da presunção de inocência, realçando que é “a base do direito moderno, desde a Magna Carta há mais de 800 anos”, para sustentar a queixa-crime contra as quatro empresas e duas pessoas que representam os credores do GES, segundo noticia o Expresso.

Sócrates processa estes credores pelos crimes de difamação, calúnia, denegação de justiça e burla processual agravada, alegando que a acção cível que moveram visa apenas “ofender a [sua] honra” e que as argumentações da mesma “são particularmente ignominiosos para quem exerceu funções de primeiro-ministro durante seis anos em Portugal”.

O ex-governante nota ainda, como transcreve o Expresso, que “nada lhes permite presumir ou apresentar” os factos referidos na acusação “como verdadeiros”.

Além disso, Sócrates considera que os credores agiram “conscientemente” e “contra o direito” com o intuito de “divulgar amplamente os insultos que criminosamente proferem nas suas alegações”.

Os visados na queixa-crime de Sócrates são o advogado Alain Rukavina, o auditor Paul Laplume, ambos luxemburgueses, e as empresas Espírito Santo International, declarada insolvente, a ESI que tem sede nas Ilhas Virgens, a Enterprises Management Services e a Pisong.

A Operação Marquês está, por esta altura, em fase de instrução. Só depois disso, o juiz Ivo Rosa vai decidir se o caso vai a julgamento, ou que arguidos serão de facto julgados.

  ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Acorda justica e poe os desalinhados na ordem…
    Desde quando colarinho branco e lei….

    So estao a destruir o pais e chamar-nos parvos…

RESPONDER

Depressão: o relato de Vanessa Fernandes

Escrava do seu sucesso, a vencedora de uma medalha nos Jogos Olímpicos confessa que teria ficado destruída, caso não tivesse pedido ajuda. A ideia era sempre "ganhar e ser a melhor" mas, nos bastidores, Vanessa Fernandes …

Squid Game. Coreia do Norte ataca Coreia do Sul com base no novo sucesso da Netflix

A série "Squid Game", que é a mais vista de sempre na Netflix, tornou-se tão popular que nem a Coreia do Norte ficou indiferente — mas por maus motivos. Enquanto a série sul-coreana tem conquistado espectadores …

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

Albuquerque mostrou-se disponível para negociar o OE, mas Rio diz que "a Madeira não está à venda"

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, manifestou hoje disponibilidade para conversar com o Governo sobre o OE, mas Rui Rio garantiu que os deputados madeirenses não vão contrariar o partido. “Se for para …

Golpe de Estado no Sudão. Confrontos nas ruas causam sete mortos e 140 feridos

Milhares de sudaneses têm saído às ruas para protestarem a tomada do poder pelos militares. A comunidade internacional tem sido unânime na condenação ao golpe de Estado. Na sequência do golpe de Estado de segunda-feira, os …

Amnistia Internacional pede que EUA retirem acusações a Assange e a Londres que evite extraditá-lo

A Amnistia Internacional (AI) pediu aos Estados Unidos que retirem as acusações contra o fundador da Wikileaks, Julian Assange, e ao Reino Unido que evite extraditá-lo, pedido feito hoje antes do início, quarta-feira, de nova …

Mudar de telemóvel pode ser um rombo nas poupanças a longo prazo, mais do que se pensa

Especialistas em finanças ouvidos pelo The New York Times consideram que mudar de telemóvel anualmente, dando o dispositivo anterior para retoma (quando este ainda tem um valor elevado), não é uma boa aposta, sobretudo a …

Costa confessa a "enorme frustração pessoal" com a morte da geringonça e admite governar em duodécimos

O debate deixou tudo em águas de bacalhau e nem a esquerda nem o governo dão sinais de ceder. Costa admite que o fim da parceria com o PCP e o Bloco é uma derrota …

Koeman: "O que se passou comigo é um problema social"

Treinador do Barcelona teve dificuldades em sair do Camp Nou, depois de perder frente ao Real Madrid. A contestação à volta de Ronald Koeman em Barcelona já se verifica há algum tempo (começou em alguns momentos …

Mais de 100 mil doentes podem ter covid longa e sobrecarregar o SNS

Com o crescimento do número de pacientes que reportam sintomas de covid prolongada, os especialistas receiam que o Serviço Nacional de Saúde não tenha capacidade de resposta. Segundo avança o Expresso, os directores e coordenadores de …

O serial killer John Wayne Gacy

Vítima de serial killer identificada 40 anos depois através do ADN de um dente

Os restos mortais de Francis Wayne Alexander foram encontrados há mais de 40 anos na casa do infame serial killer John Wayne Gacy. Mas só agora se conseguiu verificar a sua identidade. Segundo conta a cadeia …