Só os europeus mais pobres estão a reduzir as emissões de carbono

A redução de emissões de gases com efeito de estufa (GEE) é feita essencialmente pelos europeus mais pobres, indica um estudo hoje divulgado, segundo o qual também os portugueses mais ricos produzem 33 vezes mais GEE que os pobres.

O estudo, “Confrontar a Desigualdade de Carbono”, é da responsabilidade da Oxfam, uma organização internacional presente em mais de 90 países que procura soluções para a pobreza e a desigualdade, e baseia-se num trabalho de investigação do Stockholm Environment Institute sobre as emissões associadas ao consumo de grupos com diferentes rendimentos entre 1990 e 2015.

No documento, a Oxfam começa por afirmar que, apesar das fortes quedas nas emissões de carbono este ano, devido à pandemia de covid-19, “a crise climática continuou a crescer” e novas pesquisas “mostram como a extrema desigualdade de carbono nas últimas décadas trouxe o mundo à beira do colapso climático”.

O estudo da Oxfam estima que, no mundo, num período de 1990 a 2015, em que as emissões anuais de GEE cresceram quase 60% e em que as emissões acumuladas duplicaram, os 10% mais ricos do mundo (630 milhões de pessoas) foram responsáveis por 52% das emissões de carbono, e os 50% mais pobres (3,1 mil milhões) por 7%.

Na União Europeia, os 10% dos mais ricos têm aumentado as emissões de GEE, pelo que as reduções resultam do esforço dos cidadãos com rendimentos médios e baixos.

A Oxfam é parceira em Portugal da associação ambientalista Zero num projeto de capacitação da população na luta contra as alterações climáticas (financiado pelo programa DEAR – Development Education and Awareness Raising, da Comissão Europeia).

Num comunicado a propósito do estudo, a associação ambientalista portuguesa afirma que o documento mostra que é fundamental combater a desigualdade carbónica para cumprir a nova meta climática da UE para 2030, que será discutida na quinta e na sexta-feira. O Conselho Europeu discute nesses dias uma proposta de redução de pelo menos 55% de GEE em relação a 1990, a atingir em 2030.

No período em análise, segundo o estudo, os 10% dos europeus mais ricos foram responsáveis por 27% das emissões de GEE, o mesmo que toda a população mais pobre, enquanto a classe média produziu 46% das emissões. Por outro lado, os europeus mais pobres reduziram as emissões em 24% e os europeus com rendimentos intermédios reduziram em 13%.

Os 10% mais ricos não só não reduziram como ainda as aumentaram em 3%, e os 1% muito ricos aumentaram as emissões de GEE em 05%.

 

Em relação a Portugal, na análise da Oxfam citada pela associação Zero, é de salientar a desproporção de ricos e pobres em relação à UE, já que 72% dos portugueses fazem parte da metade dos mais pobres da Europa e só 22% fazem parte dos 40% de europeus com rendimentos intermédios — e só 6% entram para o “clube” dos 10% mais ricos da Europa.

Dados de 2015 indicam que em Portugal os 5% mais ricos foram responsáveis por 20% das emissões de GEE. Do outro lado os 5% mais pobres produziram 0,6% das emissões de GEE.

Em termos comparativos, ‘per capita’, Portugal, com a Suécia e a França, tem das emissões mais baixas da Europa. Tal deve-se, entre outros fatores, ao maior uso de energias renováveis, ao menor uso de energia para aquecimento e arrefecimento das casas, e ao facto de os ricos portugueses serem menos ricos.

Para a investigação foi considerado como “muito rico” um rendimento superior a 89.000 euros por ano (em 2015), os ricos com mais de 41.000 euros por ano, os de rendimento médio entre 20 e 41.000 euros, e os pobres até 20.000 euros.

 

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

Albuquerque mostrou-se disponível para negociar o OE, mas Rio diz que "a Madeira não está à venda"

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, manifestou hoje disponibilidade para conversar com o Governo sobre o OE, mas Rui Rio garantiu que os deputados madeirenses não vão contrariar o partido. “Se for para …

Golpe de Estado no Sudão. Confrontos nas ruas causam sete mortos e 140 feridos

Milhares de sudaneses têm saído às ruas para protestarem a tomada do poder pelos militares. A comunidade internacional tem sido unânime na condenação ao golpe de Estado. Na sequência do golpe de Estado de segunda-feira, os …

Amnistia Internacional pede que EUA retirem acusações a Assange e a Londres que evite extraditá-lo

A Amnistia Internacional (AI) pediu aos Estados Unidos que retirem as acusações contra o fundador da Wikileaks, Julian Assange, e ao Reino Unido que evite extraditá-lo, pedido feito hoje antes do início, quarta-feira, de nova …

Mudar de telemóvel pode ser um rombo nas poupanças a longo prazo, mais do que se pensa

Especialistas em finanças ouvidos pelo The New York Times consideram que mudar de telemóvel anualmente, dando o dispositivo anterior para retoma (quando este ainda tem um valor elevado), não é uma boa aposta, sobretudo a …

Costa confessa a "enorme frustração pessoal" com a morte da geringonça e admite governar em duodécimos

O debate deixou tudo em águas de bacalhau e nem a esquerda nem o governo dão sinais de ceder. Costa admite que o fim da parceria com o PCP e o Bloco é uma derrota …

Koeman: "O que se passou comigo é um problema social"

Treinador do Barcelona teve dificuldades em sair do Camp Nou, depois de perder frente ao Real Madrid. A contestação à volta de Ronald Koeman em Barcelona já se verifica há algum tempo (começou em alguns momentos …

Mais de 100 mil doentes podem ter covid longa e sobrecarregar o SNS

Com o crescimento do número de pacientes que reportam sintomas de covid prolongada, os especialistas receiam que o Serviço Nacional de Saúde não tenha capacidade de resposta. Segundo avança o Expresso, os directores e coordenadores de …

O serial killer John Wayne Gacy

Vítima de serial killer identificada 40 anos depois através do ADN de um dente

Os restos mortais de Francis Wayne Alexander foram encontrados há mais de 40 anos na casa do infame serial killer John Wayne Gacy. Mas só agora se conseguiu verificar a sua identidade. Segundo conta a cadeia …

Nem Salah, nem Mané: "Vão escrever livros sobre o Firmino"

Elogios públicos de Jürgen Klopp, depois da goleada do Liverpool contra o Manchester United. O Liverpool silenciou Old Trafford ao vencer por 5-0 na casa do rival Manchester United, graças aos golos de Keïta, Diogo Jota …

Psicólogo holandês diz ter vendido "pó suicida" a mais de 100 pacientes

Wim van Dijk não está preocupado com uma possível pena de prisão. A intenção do psicólogo holandês é alimentar o debate sobre a morte assistida. O psicólogo holandês Wim van Dijk disse ter vendido um "pó …